Morre o professor Zé Teixeira, coordenador-geral do Sinte/RN, vítima da COVID-19

O professor José Teixeira da Silva morreu na tarde desta quarta-feira(17/03), em virtude das complicações causadas pela COVID-19. Ele tinha 57 anos, e estava internado no Hospital Regional de João Câmara, na região do Mato Grande. 

Atualmente ele era coordenador-geral do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte – SINTE/RN. Zé Teixeira foi uma das principais referências na educação pública nos últimos tempos no RN. 

Sobre a trajetória de vida do professor Zé Teixeira:

José Teixeira da Silva, nasceu em 06 de junho de 1963, em João Câmara/RN, mais precisamente na comunidade chamada Beira do Rio. Com muita dificuldade esforçou-se para estudar e se tornar um grande representante da classe trabalhadora do Estado do Rio Grande do Norte e de João Câmara.

Era formado em Pedagogia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte(UFRN) e licenciado em Ensino Religioso Escolar pela Escola Superior de Educação Religiosa (ESER- ITEPAN). Tornou-se professor da rede municipal e estadual de ensino de João Câmara, e lecionava desde a década de 1980.

Coordenador geral do SINTE-RN, Regional de João Câmara desde de 1995; e coordenador geral do SINTE-RN Estadual desde os anos 2000. Exerceu também a função de diretor de organização da Central Única dos Trabalhadores do Rio Grande do Norte (CUT/RN) e de conselheiro fiscal da Confederação Nacional dos Trabalhadores em educação (CNTE). 

Era militante do Partido dos Trabalhadores (PT) desde o ano de 1995. Em 2019 foi escolhido presidente do Diretório Municipal do PT de João Câmara. 

Nas eleições de 2020, Zé Teixeira disputou à Prefeitura de João Câmara pelo PT, entretanto não galgou êxito, ocupando o terceiro lugar. 

*Fatos do RN.

Professor José Teixeira permanece internado e ainda inspira cuidado

O sinte/RN – usou seu perfil na rede social nesta segunda-feira (01), para informar sobre o estado de saúde do professor José Teixeira.

Confira

Atualização do estado de saúde do Coordenador Geral do SINTE/RN, professor José Teixeira – 1º de março (segunda-feira)

Facebook do Sinte/RN

O coordenador geral do SINTE/RN, professor José Teixeira, segue internado no hospital de São Gonçalo do Amarante. Está reagindo bem aos antibióticos utilizados. De acordo com os médicos, os pulmões melhoraram. A equipe vai tentar, aos poucos, retirar o oxigênio. O quadro ainda inspira cuidados, mas o sindicalista está reagindo bem ao tratamento.

Sinte/RN

SINTE/RN reafirma que aulas presenciais na Rede Estadual só serão retomadas após a vacinação

Em nota divulgado nessa quarta-feira(13), o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte (SINTE/RN) reafirmou que as aulas presenciais na Rede Estadual só serão retomadas após a comunidade escolar ser vacinada em massa contra a Covid-19. A questão voltou à tona após o secretário estadual de educação, professor Getúlio Marques, conceder entrevista nessa quarta-feira (13) anunciando que o ano letivo de 2021 iniciará em 1º de fevereiro no formato híbrido. Ou seja, à distância e presencialmente.

“Porém, o Sindicato relembra que a reabertura das escolas só acontecerá após os professores, funcionários e alunos serem imunizados coletivamente. Essa decisão foi tirada em assembleia virtual da categoria no dia 03 de dezembro de 2020. A ideia é proteger todos os que participam do processo educacional, sobretudo quando os números de casos e mortes pelo novo Coronavírus disparam pelo Brasil. Assim, as aulas deverão voltar apenas virtualmente, continuando assim até que todos sejam vacinados.

No entanto, o SINTE/RN avisa de antemão que chamará paralisações pela vida caso o Governo mantenha a posição de iniciar o ano letivo na forma híbrida antes da vacinação.

A coordenadora geral do SINTE/RN, professora Fátima Cardoso, disse que a deliberação vale para o Estado e os municípios: “Neste momento o diálogo é com o Governo, mas as decisões tomadas pela categoria e o SINTE/RN se estendem ao município do Natal e demais municípios do Estado”.

FORMAÇÃO E INSUMOS

Os professores da Rede Estadual apontam que 2020 foi um ano desafiador. Isto porque tiveram que dar aulas à distância repentinamente, embora muitos não fossem treinados para lecionar virtualmente e tampouco dispusessem dos equipamentos necessários. Por isso, consciente que 2021 também será de desafios, a categoria continua reivindicando da Secretaria Estadual de Educação (SEEC) uma formação sobre o uso de tecnologias e dispositivos voltados a oferta de aulas online.

Ao mesmo tempo exige da SEEC o preparo das escolas para quando do retorno presencial, mesmo após o início da imunização. Assim, cobram que o Estado garanta os insumos necessários para auxiliar na proteção aos professores, funcionários e alunos”, encerra nota.

Sinte- RN

Alexandre Sobrinho: O prefeito inimigo dos Educadores [vídeo]

O SINTE/RN Repúdia atitude discriminatória do inimigo dos Educadores de Pedro Avelino, Prefeito Alexandre Sobrinho (MDB).

Confira:


Vídeo gravado na sede do Sinte regional João Câmara nesta quarta feira (06), pelo coordenador geral o professor Jose Teixeira

Redução salarial de 25%
Perca total anual de R$ 103.901,76
Perca anual individual R$ 8.658,48
Perca total durante os três anos do estagio probatório R$ 311.705,28

*Sem a correção salarial do piso e reajustes

Perca total individual durante os três anos do estagio probatório R$ 25.975,44

*Sem a correção salarial do piso e reajustes

Em outras palavras ao final dos 3 anos do estágio probatório cada professor terá perdido sem correções e reajustes quase o valor de um carro popular.