Pedro Avelino: Nordeste vai ganhar 14 parques eólicos com geração de 900 novos empregos

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) apoiará a implantação do Complexo Eólico Santo Agostinho, composto por quatorze parques, nos municípios de Lajes e Pedro Avelino, no Rio Grande do Norte. O projeto terá uma capacidade instalada total de 434 MW, energia limpa e renovável capaz de abastecer algo em torno de 800 mil domicílios. A construção do complexo também vai empregar 900 trabalhadores locais; outros 80 postos serão criados após a conclusão das obras.

O apoio do BNDES, no valor de R$ 1,47 bilhão, corresponde a 64% do investimento total do projeto (R$ 2,3 bilhões). A operação ocorre no âmbito do Finem – Geração de Energia.

“O apoio ao projeto ilustra bem a estratégia do Banco para o setor elétrico, combinando o investimento em fontes renováveis com o desenvolvimento do mercado livre de energia, que é o ambiente onde consumidores comprometidos com metas ASG, geradores de energia renovável competitivos e investidores em busca de ativos sustentáveis podem se encontrar, catalisando um ciclo virtuoso de desenvolvimento de energias limpas no Brasil”, explica a superintendente de Energia do BNDES, Carla Primavera.

“Neste momento, o crescimento de geração de energia elétrica, especialmente de fontes renováveis, é fundamental para o futuro do Brasil. A viabilização desse financiamento é fruto de um trabalho conjunto e demonstra o comprometimento da ENGIE e do BNDES com o desenvolvimento do país, de forma responsável e considerando a importância do direcionamento de recursos para acelerar o crescimento da geração eólica e diversificar a matriz energética nacional”, complementa o diretor-presidente e de Relações com Investidores da ENGIE, Eduardo Sattamini.

Os recursos financiados serão utilizados primordialmente na aquisição de 70 aerogeradores, o que representa um estímulo do BNDES para o desenvolvimento da cadeia de fornecedores desse equipamento no Brasil. As demais rubricas do projeto envolvem obras civis e fornecimento eletromecânico através de subestação elevadora e rede de média tensão interna

EDP levanta R$ 1 bilhão para construção de parques eólicos em Pedro Avelino, Lajes e Jandaira

O EDP anunciou nesta quarta (29) que o BNDES aprovou financiamento de R$ 1 bilhões para a EDP construir seis novos parques eólicos nos municípios de Jandaíra, Lajes e Pedro Avelino, no Rio Grande do Norte. Os parques terão capacidade instalada de 319,2 MW e começam a ser construídos e 2021, entrando em operação a partir do ano seguinte. O financiamento do BNDES corresponde a 70% do investimento total do projeto e também prevê a construção da subestação associada.

Em dezembro do ano passado, o consórcio Pátria Investimentos, Shell e Mitsubishi Hitachi Power Systems Americas (MHPS) anunciou que conseguiu levantar R$ 2 bilhões com o BNDES para a construção da térmica a gás Marlim Azul Energia, em Macaé (RJ). O contrato com o banco tem prazo de 24 anos e o projeto vai demandar investimento total de R$ 2,5 bilhões.

O BNDES aprovou também aprovou em 2019 financiamento de R$ 1,26 bilhão para o Grupo Engie construir 18 parques eólicos e seus sistemas de transmissão nos municípios baianos de Sento Sé e Umburanas. O financiamento do banco para o Complexo Eólico Umburanas representa 78,8% do total de investimentos previstos no projeto, que terá capacidade instalada de 605 MW.

BG

Criminosos explodem cofre e posto de Combustível fica destruído no retorno de Pedro Avelino

Caso aconteceu na madrugada desta quarta-feira (17) em estabelecimento na BR-304, em Lajes, na região Central potiguar.

Por G1 RN

17/07/2019 08h55  Atualizado há uma hora


Posto de combustíveis foi destruído após bandidos explodirem cofre, no interior do RN — Foto: Robson Cabugi
Posto de combustíveis foi destruído após bandidos explodirem cofre, no interior do RN — Foto: Robson Cabugi

Um posto de combustíveis ficou destruído depois que criminosos explodiram o cofre da administração do estabelecimento, na madrugada desta quarta-feira (17). O caso aconteceu na BR-304, em Lajes, na região Central potiguar.

De acordo com o 10º Batalhão da Polícia Militar, que fica em Assu, o crime aconteceu por volta das 4h, quando quatro homens chegaram ao local em um carro de passeio e realizaram a explosão.

Explosão deixou destruição em prédio de posto de combustíveis em Lajes, no RN — Foto: Robson Cabugi
Explosão deixou destruição em prédio de posto de combustíveis em Lajes, no RN — Foto: Robson Cabugi

Porém o impacto destruiu mais do que o cofre e deixou avarias no prédio e até nas bombas de combustíveis.

Os criminosos conseguiram fugir após o crime e a polícia não informou sobre a quantia de dinheiro levada. Equipes policiais fazem buscas na região e o caso será investigado pela Polícia Civil.

Posto de combustíveis foi destruído após bandidos explodirem cofre, no interior do RN — Foto: Robson Cabugi
Posto de combustíveis foi destruído após bandidos explodirem cofre, no interior do RN — Foto: Robson Cabugi
Cofre explodido por criminosos em posto de combustíveis no interior do RN — Foto: Robson Cabugi
Cofre explodido por criminosos em posto de combustíveis no interior do RN — Foto: Robson Cabugi

IDEMA emite licença ambiental para instalação de Parque Eólico em Lajes, Pedro Avelino e Jandaira

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (IDEMA), publicou no Diário Oficial do Estado a comunicação de concessão de “licença ambiental prévia” para instalação do Parque Eólico Monte Verde I que compreende os municípios de Lajes, Pedro Avelino e Jandaíra.

O documento tem validade até o dia 21 de Setembro de 2019.

Veja a publicação na integra http://diariooficial.rn.gov.br/dei/dorn3/docview_top.aspx#

Robson Cabugi