Flamengo pode ir ao Mundial de 2021 mesmo se não for campeão da Libertadores

Novo formato do torneio pode receber vice-campeões do torneio sul-americano


MUNDIAL DE CLUBES
12 NOV 2019 | 4:14 PM

Gazeta Press

O Mundial de Clubes da Fifa vai mudar a partir de sua edição de 2021, conforme a entidade anunciou em março deste ano. O novo torneio, que será realizado na China entre 17 de junho a 4 de julho, contará com 24 clubes, sendo oito da Europa e seis da América do Sul. As outras dez vagas serão distribuídas pelas demais confederações.

Os critérios de classificação para a competição, que passará a ser realizada apenas a cada quatro anos, ficarão a cargo de cada confederação, e a Conmebol ainda não confirmou oficialmente como escolherá os clubes do continente. A tendência é que quatro vagas sejam destinadas aos campeões da Libertadores e Sul-Americana dos dois anos anteriores ao torneio, neste caso 2019 e 2020.

A ideia inicial da Conmebol era realizar um torneio, a Supercopa dos Campeões da Libertadores, para definir as duas vagas restantes, mas em reunião com as federações nacionais, não se chegou a um acordo quanto ao formato e as datas para a nova competição.

Especula-se então que, os outros dois participantes possam ser os vice-campeões da Libertadores. Assim, os finalistas de 2019 e 2020 da Libertadores e os campeões da Sul-Americana desses mesmos anos, podem garantir a vaga na China.

Se o critério for confirmado, Flamengo, River Plate e Independiente Del Valle, serão os primeiros três clubes garantidos na China em 2021.

Jorge Jesus tem proposta de renovação do Flamengo em mãos; salário passa dos R$ 2 milhões ao mês

Informações do diário A Bola colocam o treinador ainda mais perto de uma renovação contratual com o time carioca para os próximos dois anos

FOX Sports

O Flamengo não quer perder tempo e começa a se agilizar no mercado para garantir a permanência de uma das peças mais fundamentais de sua estrutura em 2019: o técnico Jorge Jesus. Segundo informações do diário português A Bola, o treinador tem em mãos uma oferta de renovação por dois anos do Rubro-Negro, com salários de 6 milhões de euros por temporada, algo em torno de R$ 2 milhões por mês.

O português, ainda de acordo com a publicação, tem o documento em mãos e pediu um tempo à diretoria do Flamengo para analisar a situação e decidir se aceita de bate pronto ou se precisa negociar algum tópico com os cariocas. O atual vínculo entre as partes tem duração até maio de 2020.

Porém, conforme antecipado por Benjamin Back, apresentador dos canais FOX Sports, há algumas semanas durante uma edição do FOX Sports Rádioexiste uma cláusula no contrato do treinador que o permite deixar o comando do clube agora no mês de dezembro sem que haja multa. A cláusula também serve ao Flamengo, uma vez que o time carioca não queira mais contar com o treinador.

O casamento entre Jorge Jesus e Flamengo foi praticamente perfeito. Com reforços ‘padrão Europa’, o português reinventou a forma do time carioca jogar e soma apenas duas derrotas desde que chegou ao clube. A equipe soma 77 pontos no Campeonato Brasileiro, com dez de vantagem em relação ao vice-líder Palmeiras, restando apenas seis rodadas para o final da competição.

Além disso, no dia 23 de novembro, em Lima, no Peru, o Rubro-Negro volta a decidir uma Conmebol Libertadores, algo que não acontecia desde 1981. O adversário da vez é o River Plate. O FOX Sports faz a cobertura completa de uma das maiores finais de todos os tempos da competição. Não perca!

Crédito da foto: Divulgação/Flickr/Flamengo

Jesus admite que Flamengo não teve “nota artística” e detona postura do Botafogo: “Só sabe bater”

Treinador comemora vitória do Rubro-Negro, mas faz duras críticas à “caça” do rival a seus jogadores: “Não é dessa forma que vai sair da zona de rebaixamento”

Por Cahê Mota e Fred Huber — Rio de Janeiro

07/11/2019 22h40  Atualizado há 21 horas


Melhores Momentos: Botafogo 0 x 1 Flamengo pela 31ª rodada do Brasileirão

O Flamengo venceu por 1 a 0 com um gol no fim, mas a forma como o Botafogo entrou em campo foi o primeiro tema de Jorge Jesus, na coletiva de imprensa, após a vitória, no Nilton Santos. O treinador criticou o excesso de faltas e a violência do rival.

– Vitória importante, em um estádio que é difícil, ha dez anos o Flamengo não ganhava aqui. Um rival de história, com grandes jogadores no passado, como Garrincha e Amarildo. Hoje foi um jogo difícil. Foi mais difícil na primeira parte porque houve uma “caça ao homem” aos jogadores do Flamengo.

– A equipe do Flamengo é melhor do que a do Botafogo, até pela classificação. Para parar uma equipe você tem que ter argumentos técnicos e táticos. Não é essa forma de parar a equipe, não é dessa forma que o Botafogo vai sair da zona de rebaixamento. Fizeram “caça ao homem”, quiseram intimidar nossos jogadores. Não conseguiram. Sabíamos que faríamos o gol – criticou o português.

Jorge Jesus reconheceu que o Flamengo não teve uma grande atuação, mas destacou a importância da vitória na corrida pelo título brasileiro.

– Fizemos o gol com a entrada do Lincoln, algumas alterações táticas… Depois da expulsões tivemos mais gente do que a equipe do Botafogo. Mas os jogadores conseguiram superar as dificuldades. Não ganhamos com nota artística, mas ganhamos três pontos. Ganhamos de uma equipe que nunca quis ganhar, só quis fazer faltas e só sabe bater.

Outros trechos

Violência do Botafogo

Nos primeiros 20 minutos, o nosso médico entrou quatro ou cinco vezes para atender o Bruno Henrique e o Gabigol. Os centrais do Botafogo queriam bater, descontrolar o Gabigol. Isso não é futebol. Quando acabou o jogo, eu disse ao jogador do Botafogo: “Não valeu a pena bater tanto”

Série invicta

Para ganhar títulos, é preciso ganhar os pontos, mas ainda não ganhamos nada. Vamos passo a passo. Não somos campeões de nada. Neste momento, somos campeões de vitórias, de vontade de ganhar, de uma equipe ligada e que não para. Isso tem transportado o Flamengo ao primeiro lugar na tabela.

Temor por lesões

Em face a violência que tivemos contra o Botafogo, um time que quis intimidar, nos dá um temor. Ainda mais que tivemos cinco já com fraturas. O árbitro não puniu os jogadores do Botafogo. Era impossível que acabassem com 11. Os jogadores não podiam temer e se intimidar. Claro que todos os jogadores estão na final da Libertadores. Foi fora do normal o que aconteceu, principalmente os centrais do Botafogo. Que sirva de exemplo, porque isso não é futebol.

Arrascaeta

Ele teve um problema no jogo contra o Corinthians, durante o jogo estava quente e não se queixou de nada. Depois, ficou fora de jogo, está praticamente fora contra o Bahia.

Ansiedade para o título

O tempo vai ficando mais curto e é normal que a ansiedade vá subindo. Estamos chegando perto do fim e queremos chegar na última jornada campeões. Isso mexe com a torcida, com os jogadores, com o treinador, mas temos experiência. Tentamos superar isso com nossa confiança e prazer de jogar. Tentamos fazer isso, mas não nos deixaram jogar. Mas não por organização tática, mas porque só quiseram bater.

Lincoln

Precisava de um jogador com as características dele, precisava de um centroavante. E foi isso que fizemos. É um jogador que vinha de lesão, há duas ou três semanas tem dado retornos positivos nos treinos. Lancei, ele fez o gol e deu a vitória ao Flamengo.

Filipe Luís no banco

Eu que decido quando o coloco para jogar e eu que decido quando ele não joga também.

Novo banner flamengo — Foto: Divulgação

Novo banner flamengo — Foto: Divulgação

Arrascaeta sofre entorse no joelho em treino do Flamengo e está fora da partida contra o Botafogo

Jogador se machucou no trabalho da última quarta-feira e já iniciou tratamento. Vitinho é o favorito a assumir a posição. Confira a lista de relacionados para o clássico

Por GloboEsporte.com — Rio de Janeiro

07/11/2019 12h32  Atualizado há 5 horas


Arrascaeta está fora do clássico do Flamengo contra o Botafogo, nesta quinta-feira, no Estádio Nilton Santos, válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. O meia sofreu uma torção no joelho esquerdo no treino da última quarta-feira e ficou fora da relação.

A informação é que se trata de uma leve entorse e que não tem relação com a lesão anterior do jogador na mesma perna. O uruguaio foi submetido a uma artroscopia no dia 4 de outubro, mas teve rápida recuperação, a tempo de voltar ao time na classificação sobre o Grêmio, no dia 23 do último mês.

Após poupar Filipe Luis contra o Corinthians e não contar com Gabigol, suspenso, a expectativa era que o Flamengo atuasse com força máxima na partida contra o Alvinegro. Porém, com a baixa do uruguaio, a tendência é que Vitinho seja escalado. 100% recuperado da lesão, Diego também é uma alternativa.

O camisa 14 foi está convocado pela seleção uruguaia para dois amistosos, nos dias 15 e 19 de novembro, o que tiraria o meia das partida contra o Grêmio, no dia 17 de novembro, e provavelmente contra o Vasco, no dia 13.

Rafinha e Arrascaeta treinam, e Flamengo prevê reavaliação horas antes de semi com o Grêmio

Dupla participa de atividade no Ninho e programação projeta que concentrem com restante do elenco, intensifiquem tratamento e sejam reavaliado momentos antes de ida para o Maracanã

Por Cahê Mota — Rio de Janeiro

21/10/2019 11h48  Atualizado há 25 minutos


A corrida é contra o relógio, e o Flamengo fará tudo que for possível para esgotar todos os minutos a seu favor. Assim é encarada a situação de Rafinha e Arrascaeta para o duelo de quarta-feira, contra o Grêmio, às 21h30, no Maracanã. A dupla treinou no campo nesta segunda, em atividade fechada no Ninho do Urubu, e previsão é que seja relacionada para a semifinal da Libertadores.

Rafinha realizou cirurgia para correção de fratura na face há uma semana — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo
Rafinha realizou cirurgia para correção de fratura na face há uma semana — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Paralelamente ao trabalho no campo, o lateral-direito e o meia seguem em tratamento e o fato de concentrarem será justamente para que o Rubro-Negro vá ao limite para tê-los em campo. Desta maneira, a programação é de que concentrem no CT e sejam reavaliados ao longo da quarta-feira.

A situação é similar a que foi vivida por Gabigol no jogo de ida das quartas de final diante do Inter. No episódio, que ficou conhecido como blefe de Jorge Jesus, o atacante fez tratamento até minutos antes da saída da delegação para o Maracanã e recuperou-se de desconforto muscular na coxa esquerda.

A percepção do departamento de futebol é de que há casos em que valem assumir certos riscos. E, definitivamente, a semifinal da Libertadores é uma dessas situações. Entre os dois, Rafinha é quem tem mais chances de ser aproveitado de início. A ausência até mesmo do banco de reservas é algo inimaginável.

Filipe Luís passa em teste e está pronto; Diego terá retorno gradual

Flamengo tem Rodrigo Dourado, volante do Inter, no radar

Arrascaeta se lesionou no jogo de ida com o Grêmio, em Porto Alegre — Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Arrascaeta se lesionou no jogo de ida com o Grêmio, em Porto Alegre — Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Há uma semana, o lateral-direito passou por uma cirurgia para correção de fratura no aro zigomático, o osso da bochecha. De volta às atividades no Ninho na quinta-feira, Rafinha já reduziu bastante o inchaço e o desconforto no local.

A lesão de Arrascaeta é mais grave. O uruguaio passou por uma artroscopia para correção de problema no ligamento colateral medial e do menisco medial 17 dias atrás e a participação de início no jogo com o Grêmio é improvável.

Flamengo e Grêmio se enfrentam quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), pela semifinal da Libertadores. Com o 1 a 1 na partida de ida, em Porto Alegre, o Rubro-Negro avança para decisão com empate sem gols. A partir de 2 a 2, a classificação vai para os gaúchos.

Tite convoca Gabigol, Rodrigo Caio e Santos para amistosos da Seleção contra Senegal e Nigéria

Técnico inclui dois jogadores do Flamengo, líder do Brasileirão, e do Grêmio em lista para partidas em Singapura, nos dias 10 e 13 de outubro. Outras novidades são Matheus Henrique e Renan Lodi

Por Daniel Mundim e Raphael Zarko — Rio de Janeiro

20/09/2019 11h08  Atualizado há 5 horas


O técnico Tite divulgou nesta sexta-feira a lista de 23 convocados para os amistosos da seleção brasileira contra Senegal e Nigéria, nos dias 10 e 13 de outubro, em Singapura. As principais novidades são o goleiro Santos, campeão da Copa do Brasil com o Athletico-PR, o zagueiro Rodrigo Caio e o atacante Gabriel Barbosa, do Flamengo, líder do Brasileirão.

Gabigol, artilheiro do Brasileirão, está de volta à Seleção — Foto: André Durão/GloboEsporte.com
Gabigol, artilheiro do Brasileirão, está de volta à Seleção — Foto: André Durão/GloboEsporte.com

O arqueiro, desta forma, recebe sua primeira chance na equipe principal do Brasil, enquanto Rodrigo Caio e Gabigol voltam a ser convocados. O zagueiro chegou a ser chamado por Tite nas eliminatórias para a Copa de 2018, e o atacante disputou a Copa América Centenário, com Dunga, em 2016.

Além de Santos, o meia Matheus Henrique, do Grêmio, e o lateral Renan Lodi, do Atlético de Madrid, que não foi liberado para a seleção sub-23, também foram chamados pela primeira vez para a Seleção principal, fechando a lista de Tite com novidades em cada setor do time.

Tite na convocação da seleção brasileira  — Foto: Pedro Martins / MowaPress
Tite na convocação da seleção brasileira — Foto: Pedro Martins / MowaPress

Tite se explicou sobre os desfalques nos times em um momento importante do Brasileirão. Anteriormente, evitou convocar mais de um por clube. O treinador disse que “segurou (mais de uma convocação) quando era possível”, referindo-se à Copa do Brasil, que limitou a outra convocação anterior, dos amistosos de setembro.

Fomos campeões da Copa América e sexto no Mundial, precisamos entregar resultado. Estou tendo o máximo de bom senso. O calendário é muito mais decisivo numa competição de Copa do Brasil do que numa competição de pontos corridos. Há controvérsias, há situações que podem ser defendidas das duas partes. Cada um busque a situação que achar melhor”

Destaque no título da Copa do Brasil, Santos ganhou chance de Tite — Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo
Destaque no título da Copa do Brasil, Santos ganhou chance de Tite — Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

Sete jogadores que atuam no Brasil

Flamengo e Grêmio, desta forma, são os únicos clubes brasileiros a ter mais de um jogador convocado para os amistosos. O PSG é a equipe com mais atletas chamados (três), enquanto Real Madrid, Juventus e Manchester City tiveram dois nomes selecionados cada. Tite incluiu ao todo sete que atuam no Brasil e 16 “estrangeiros” – na convocação anterior eram quatro atuando no país.

Os jogadores que atuam no país perderão duas rodadas do Brasileirão – a 24ª, nos dias 9 e 10 de outubro, e a 25ª, nos dias 12 e 13 de outubro. Alguns clubes acreditam que o longo deslocamento pode causar mais transtornos, entretanto. A rodada seguinte do Brasileirão, a 26ª, começa no dia 16. Tite tratou como desafiador encaixar os interesses da Seleção e dos clubes.

– É desafiador ter bom senso e procuro, na minha vida profissional, olhar diferentes lados da situação para que todos ganhem. Neste momento, estão seleção brasileira, clubes e atletas. Me permito falar ao presidente do Flamengo, do Rodolfo Landim, e do Grêmio, Romildo Bolzan, que nos conhece muito bem. Sabem o que temos de critério e cuidado. Dito isso, conciliar todos os fatores é humanamente impossível. Eu vi o Gabriel dizer que teria orgulho de voltar à seleção. Tem que dar oportunidade.

Matheus Henrique, do Grêmio, é outra novidade na convocação — Foto: Marcelo Alvarenga/MS+Sports BH
Matheus Henrique, do Grêmio, é outra novidade na convocação — Foto: Marcelo Alvarenga/MS+Sports BH

O coordenador de seleções, Juninho Paulista, anunciou que o auxiliar pontual para as duas próximas partidas segue sendo o ex-jogador César Sampaio, que disputou a Copa do Mundo de 1998. O chefe de delegação não será mais um dirigente, mas um ícone da Seleção. O escolhido desta vez foi Bebeto, tetracampeão mundial em 1994.

O Brasil enfrenta Senegal em 10 de outubro, às 9h (de Brasília), no Estádio Nacional de Singapura. Três dias depois, no mesmo local, o rival será a Nigéria, também às 9h. A Seleção tentará se recuperar após dois tropeços consecutivos nos amistosos de setembro – um empate diante da Colômbia e uma derrota para o Peru.

Confira a lista completa:

  • Goleiros: Ederson (Manchester City), Weverton (Palmeiras) e Santos (Athletico-PR);
  • Defensores: Daniel Alves (São Paulo), Danilo e Alex Sandro (Juventus), Renan Lodi (Atlético de Madrid), Thiago Silva e Marquinhos (PSG), Éder Militão (Real Madrid) e Rodrigo Caio (Flamengo);
  • Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Arthur (Barcelona), Fabinho (Liverpool), Matheus Henrique (Grêmio), Philippe Coutinho (Bayern de Munique) e Lucas Paquetá (Milan);
  • Atacantes: Everton (Grêmio), Firmino (Liverpool), Gabriel Barbosa (Flamengo), Richarlison (Everton), Neymar (PSG) e Gabriel Jesus (Manchester City).

Em nota oficial, Flamengo comunica que encerrou negociações com Balotelli

Rubro-Negro publica texto no site do clube informando que após dois dias de “cordiais reuniões” optaram por encerrar as tratativas

Por GloboEsporte.com — Rio de Janeiro

15/08/2019 14h23  Atualizado há 3 horas


O Flamengo publicou em seu site oficial que encerrou as negociações com Balotelli. Depois de dois dias de negociações em Mônaco, representantes do clube, do jogador e o próprio atacante não chegaram a um acordo para a vinda do italiano ao Brasil.

Confira a curta postagem que o Rubro-Negro colocou no ar

“O Clube de Regatas do Flamengo, o atleta Mario Balotelli e seus representantes decidem, de comum acordo e após dois dias de cordiais reuniões em Mônaco, encerrar nesta data (15/8) as negociações envolvendo a possível contratação do atleta.”

Último time de Balotelli foi o Olympique de Marselha, da França — Foto: Reprodução / Facebook
Último time de Balotelli foi o Olympique de Marselha, da França — Foto: Reprodução / Facebook

>>> Fim das negociações do Flamengo com Balotelli também mela acerto do irmão Enock com o Boavista <<<

Representante de Balotelli na negociação, o agente Mino Raiola também postou uma imagem da nota oficial publicada pelo Flamengo em sua conta oficial no Twitter. Ele fez a postagem cerca de 40 minutos depois da primeira publicação do clube na mesma rede social.

Na última quarta-feira, Marcos Braz (vice de futebol) e Bruno Spindel (diretor da pasta) se encontraram com Mino Raiola, agente de Balotelli, em Mônaco. No jantar que durou cerca de cinco horas, os dirigentes do Flamengo apresentaram os planos do clube para o atacante.

A oferta do Flamengo foi de cerca de 3 milhões de euros livres de impostos por temporada, além de luvas para assinatura de um contrato até o fim de 2021. O valor de salário é o mesmo que o clube executa pela Inter no acordo por Gabigol, o que é considerado de alto nível mesmo no cenário europeu.

 — Foto: Divulgação
— Foto: Divulgação

Seja Sócio-Torcedor e garanta seu ingresso com desconto e antes de todo mundo. Faça o Flamengo mais forte

Conmebol abre processo disciplinar, e Flamengo pode ficar sem o Maracanã na Libertadores

Entidade pede explicação do clube por conta de bombas e sinalizadores utilizados por torcedores na vitória sobre Emelec. Notificado, Rubro-Negro prepara defesa para apresentar e evitar punição

Por GloboEsporte.com — Rio de Janeiro

05/08/2019 17h26  Atualizado há 2 horas


Flamengo pode ficar sem o Maracanã para seus próximos jogos na Libertadores. Por conta de sinalizadores e bombas utilizadas por torcedores dentro do estádio na vitória sobre o Emelec, do Equador, nas oitavas de final, a Conmebol abriu processo disciplinar contra o clube. A informação foi publicada inicialmente pelo UOL e confirmada pelo GloboEsporte.com.

Torcida do Flamengo encheu o Maracanã contra o Emelec, mas uso de bombas e sinalizadores pode causar punição na Libertadores — Foto: André Durão / GloboEsporte.com
Torcida do Flamengo encheu o Maracanã contra o Emelec, mas uso de bombas e sinalizadores pode causar punição na Libertadores — Foto: André Durão / GloboEsporte.com

O Flamengo foi notificado para explicar as ocorrências descritas no relatório da partida e já prepara sua defesa. O clube tem até o dia 9 para enviarem as suas alegações para a Conmebol para tentar evitar punições. O Rubro-Negro enfrenta o Internacional pelas quartas de final da Libertadores e tem o mando de campo do jogo de ida, que acontece no dia 21 de agosto.

Entre as possíveis punições que o Flamengo está sujeito pelo código disciplinar da Conmebol estão: advertência, multa (de até 400 mil dólares), portões fechados e até a proibição de jogar no estádio.

Punição no ano passado

O Flamengo já teve que cumprir jogos com portões fechados na Libertadores de 2018 por conta de incidentes de invasão e vandalismo na final da Copa Sul-Americana de 2017, contra o Independiente, da Argentina.

Na ocasião, a Conmebol puniu o clube nos dois primeiros jogos como mandante no torneio, contra River Plate, da Argentina (realizado no estádio Nilton Santos) e Santa Fe, da Colômbia (Maracanã), e ainda aplicou multa de 300 mil dólares.

Maracanã de portões fechados em 2018 — Foto: André Durão
Maracanã de portões fechados em 2018 — Foto: André Durão

Flamengo fecha com Filipe Luís e anúncio fica por detalhes

Jogador assinará contrato até 2021, mas precisará organizar vida na Espanha, onde atua há 15 anos

Filipe Luís foi presentado com camisa do Flamengo REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

POR DIOGO DANTAS

20/07/19 – 15h24 | Atualizado: 20/07/19 – 18h26

Após uma negociação arrastada que começou antes da Copa América, o Flamengo concretizou a contratação do lateral-esquerdo Filipe Luís. O anúncio está pela troca de documentos e assinatura do contrato até 2021.

Como O GLOBO informou na última sexta-feira, o acordo foi selado após o Flamengo atender às últimas exigências do jogador, que demorou para dar o “sim” e ainda apresentou uma contraproposta final.

O negócio avançou, no entanto, pois ambos os lados cederam, e o lateral deve ser confirmado oficialmente por dois anos e meio a qualquer momento.

Na prática o único entrave para a assinatura do contrato era uma viagem do presidente Rodolfo Landim, que retorna neste sábado.

Representantes do jogador e do clube já dão o desfecho como certo mas aguardam que tudo seja colocado no papel de forma oficial.

 cautela por parte do jogador nos últimos dias se deve ao fato de Filipe Luis ter domicílio fiscal na Espanha por mais seis meses, o que o levou a precisar organizar a vida no país onde atua há 15 anos antes da transferência ao Brasil.

– O Flamengo em nenhum momento se apequenou nesse processo. Talvez dar tempo demais possa estar incomodando algum torcedor, mas temos nosso direcionamento, estratégia, nessa possível contratação – detalhou o vice de futebol Marcos Braz, nesta sexta-feira, já com o acordo em andamento.

Relembre os capítulos

Filipe entrou no radar do Flamengo ainda em abril, quando a possibilidade de deixar o Atlético ganhou força. O jogador, casado com uma espanhola, pretendia seguir na Europa e renovar o seu vínculo por mais duas temporadas. O Atleti, por sua vez, preferiu rejuvenescer a posição e contratou o também brasileiro Renan Lodi, ex-Athletico Paranaense.

Torcedor do Flamengo, Filipe deixou claro que, caso não conseguisse se manter no Velho Continente, aceitaria a oferta do clube carioca. Em junho, ele estreitou os laços com o rubro-negro, uma vez que o presidente do clube, Rodolfo Landim, foi o chefe de delegação da seleção brasileira durante a Copa América.

Depois da competição, houve duas reuniões na Espanha entre o jogador e dirigentes do Flamengo. A demora se deu pela dificuldade de Filipe Luís se desvencilhar de toda a estrutura familiar e financeira montada na Europa. Mas o Flamengo sempre foi considerado nos planos do jogador.

O lateral-esquerdo é o quarto reforço do clube após a abertura da janela de transferências da Europa. Além dele, chegaram o lateral-direito Rafinha (ex-Bayern de Munique), o meio-campista Gerson (ex-Roma) e o zagueiro Pablo Marí (que pertencia ao Manchester City, mas atuava no Deportivo La Coruña).

No início da temporada, o Flamengo também foi com força ao mercado e contratou De Arrascaeta, do Cruzeiro; Bruno Henrique, do Santos; Rodrigo Caio, do São Paulo; e Gabigol, que jogou a última temporada pelo Peixe mas pertence à Inter de Milão.

Goleiro Bruno deixa o presídio e vai dormir em casa no regime semiaberto em Varginha

Condenado pelo homicídio de Eliza Samudio, Bruno conseguiu a progressão do regime nesta quinta-feira (18).

Por Régis Melo e Lucas Soares — Varginha, MG

19/07/2019 19h10  Atualizado há 22 horas


O goleiro Bruno Fernandes deixou o presídio de Varginha (MG) na noite desta sexta-feira (19) e vai poder dormir em casa após conseguir a progressão para o regime semiaberto. A decisão foi publicada nesta quinta-feira (18) e cumprida após a realização dos devidos procedimentos, como a audiência de instrução e o exame médico para a saída da prisão.

Bruno saiu do presídio por volta de 19h. Com uma blusa branca com capuz, ele não falou com a imprensa e seguiu direto para o carro. A advogada do goleiro, Mariana Migliorini, disse que o goleiro vai cumprir a pena em Varginha e que ainda não sabe com o que e quando ele vai trabalhar. A comprovação de trabalho é um dos requisitos para a progressão para o regime semiaberto.

Ex-goleiro Bruno deixa a prisão em Varginha

Bruno, que foi condenado pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samudio e pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho em 2010, estava preso em Varginha desde 2017, quando se mudou para a cidade após conseguir uma liminar de soltura e assinar para jogar no Boa Esporte, time local.

vinda para a cidade foi marcada por diversas polêmicas, sendo que a maior delas resultou na falta grave que causou o atraso na obtenção da progressão do regime e na imputação de uma falta grave, em fevereiro deste ano, a Bruno.

Goleiro Bruno sai da cadeia e vai cumprir regime semiaberto

No entanto, na decisão desta quinta, o juiz Tarciso Moreira de Souza, da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais da Comarca de Varginha analisou um acórdão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) que excluiu a falta grave e, a partir daí, concedeu o benefício a progressão ao regime semiaberto domiciliar.

Bruno vai poder dormir em casa porque a Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac) de Varginha ainda não possui convênio com o Estado para poder receber os presos. Além disso, o município não conta com outras instituições designadas para a função. Com isso, o semiaberto é convertido em semiaberto domicilar.

Goleiro Bruno Fernandes — Foto: Reprodução/EPTV/Claudemir Camilo
Goleiro Bruno Fernandes — Foto: Reprodução/EPTV/Claudemir Camilo

Regras para o semiaberto

Mesmo saindo da prisão e podendo dormir em casa, Bruno ainda deve seguir diversas regras que foram determinadas pelo juiz da 1ª Vara Criminal. São elas:

  • Manter endereço atualizado perante a Justiça.
  • Comparecer em Juízo até o dia 10 de cada mês para prestar contas de suas atividades.
  • Demonstrar, no prazo de 30 dias, que se encontra trabalhando, com cópia da carta de emprego, ou CTPS, ou outro documento hábil, ou justificar a impossibilidade.
  • Em caso da não comprovação de trabalho, deverá prestar serviço em obra, ou instituição pública ou entidade conveniada.
  • Recolher-se para casa a partir das 20h até as 6h da manhã seguinte, assim como aos domingos e feriados.
  • Ser fiscalizados pelas autoridades em casa e no trabalho.
  • Não se envolver em crimes nem frequentar bares ou boates.
  • Não se ausentar da cidade sem autorização prévia da Justiça.
Bruno estava preso no presídio de Varginha desde 2017 — Foto: Reprodução EPTV
Bruno estava preso no presídio de Varginha desde 2017 — Foto: Reprodução EPTV

Crimes

Bruno foi condenado pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samudio e pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho. Ele também havia sido condenado por ocultação de cadáver, mas esta pena foi extinta, porque a Justiça entendeu que o crime prescreveu. As penas somadas chegaram a 20 anos e 9 meses de prisão.

Em 2017, o goleiro chegou a ser solto por uma liminar do Superior Tribunal Federal (STF) e voltou a jogar futebol, atuando no Módulo 2 do Campeonato Mineiro pelo Boa Esporte, mas depois teve a medida revogada e um pedido de habeas corpus negado. Em 27 de abril de 2017, Bruno se apresentou à polícia em Varginha, onde foi preso e levado para o presídio da cidade.

Em junho de 2018, ele passou a trabalhar na Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac) da cidade, após decisão da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais. Desde então, cumpria pena e trabalhava na unidade, mas teve o direito cassado quando a denúncia veio a público e voltou a ficar somente no presídio.

Eliza Samudio e o ex-goleiro Bruno — Foto: Reprodução/Arquivo pessoal/TV Globo
Eliza Samudio e o ex-goleiro Bruno — Foto: Reprodução/Arquivo pessoal/TV Globo