Nelson Teich pede demissão do Ministério da Saúde

A pasta não esclarece o motivo da saída

Publicado em 15/05/2020 – 12:27 Por Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil – Brasília

O Ministério da Saúde informou hoje (15) que o ministro Nelson Teich pediu exoneração do cargo na manhã desta sexta-feira. No comunicado, a pasta não esclarece o motivo da saída, mas informa que uma coletiva de imprensa será marcada para esta tarde.

Teich assumiu o cargo há um mês, após a saída do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em 16 de abril.

Mandetta e o presidente Jair Bolsonaro divergiam sobre os caminhos para o combate à pandemia do novo coronavírus no país, como as medidas de isolamento social e o uso da hidroxicloroquina no tratamento de pacientes.

General Santos Cruz é demitido por Bolsonaro

O general Carlos Alberto dos Santos Cruz foi demitido da Seceretaria de Governo da Presidência da República nesta quinta-feira (13) pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), de acordo com o jornal Folha de S. Paulo. O ministro se envolveu em crises com os filhos do presidente em janeiro e em um embate com Olavo de Carvalho, guru de Bolsonaro.

Da Redação 13/06/19 – 17h47 – Atualizado em 13/06/19 – 17h50

Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
General Carlos Alberto Santos Cruz (Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Santos Cruz é o terceiro ministro a sair do governo Bolsonaro, depois de Gustavo Bebianno (Secretaria Geral) e Ricardo Vélez Rodríguez (Educação). O general se incomodou com a interferência de Olavo de Carvalho na gestão e, principalmente, com os ataques do escritor e pelo grupo ideológico que o cerca. O ministro chegou a reagir em entrevista recente à Folha.

“Eu nunca me interessei pelas ideias desse senhor Olavo de Carvalho. Por suas colocações na mídia, com linguajar chulo, com palavrões, inconseqüente, o desequilíbrio fica evidente”, disse, em março, Santos Cruz

Istoé