Após lockdown, prefeito de Araraquara sofre ameaças em rede social

As publicações foram feitas depois que o TJ-SP derrubou uma liminar que permitia a abertura do comércio na cidade

Redação 29 de março de 2021 – 11:46

Créditos: EBC

O prefeito de Araraquara, Edinho Silva (PT), registrou boletim de ocorrência no domingo 28 após sofrer ameaças em uma rede social. Publicações feitas no Facebook questionaram o local de moradia do prefeito e ameaçaram sua integridade física.

Créditos: Divulgação / Facebook

As publicações foram feitas depois que o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) derrubou uma liminar que permitia a abertura do comércio na cidade no sábado 27.

Araraquara foi a primeira cidade do estado a restringir a circulação de pessoas. No dia 21 de fevereiro foram fechados até serviços essenciais, como supermercados e postos de gasolina, e houve a suspensão do transporte público. Um dia antes da medida, a cidade havia batido recorde diário de casos confirmados, com 248 registros, indicando uma crise hospitalar que chegou a beira do colapso.

No último dia 26, enquanto o estado de São Paulo batia recordes de mortos por Covid-19 em 24 horas, a cidade não registrou nenhum óbito.

Ao deixar o plantão policial, o prefeito afirmou que as ameaças não o intimidam e que não farão com que a prefeitura recue nas suas politicas públicas em defesa da vida no combate à pandemia.