Sesap distribui mais de 133 mil doses de vacina contra Covid

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) distribui, na tarde de hoje (03), mais 133.818 doses de vacina contra a Covid-19, dando continuidade à Campanha Estadual de Vacinação.

Imunizantes são destinados para aplicação da D1, D2 e dose de reforço

São 46.524 doses do imunizante da Pfizer destinadas para aplicação da dose de reforço em trabalhadores da saúde (28.368 doses) e idosos acima dos 60 anos (18.156 doses). Mais 53.250 doses da Pfizer para ajuste da segunda dose na população com Astrazeneca/Oxford em atraso. E outras 34.044 doses para aplicação da primeira dose em adolescentes entre 12 e 17 anos.

Diante do elevado quantitativo de doses de Coronavac disponíveis nos municípios potiguares e conforme pactuado na Câmara Técnica da Vacina, a Sesap orienta que a população a partir dos 18 anos que ainda não tomou a primeira dose deve ser vacinada exclusivamente com o referido imunizante.

Mais Vacina

O Rio Grande do Norte recebeu, na manhã de hoje, um lote com 88.920 doses do imunizante da Pfizer, com doses para continuidade da vacinação dos potiguares.

Imunização

De acordo com a plataforma RN + Vacina, 79% dos potiguares já receberam a primeira dose da vacina contra o coronavírus, correspondendo a cerca de 2.513.352 de pessoas vacinadas; e, 57% da população já está totalmente vacinada. Já em relação aos adolescentes entre 12 e 17 anos, 56% dos jovens já receberam a primeira dose de imunizante.

Sesap confirma mais 129 casos da variante delta identificados no Rio Grande do Norte

O Laboratório Central do Rio Grande do Norte (Lacen-RN) recebeu a análise de amostras enviadas à Fiocruz que confirmou mais 129 casos da variante delta, da Covid-19, no Rio Grande do Norte. Com isso, o estado soma 173 amostras positivas em 30 municípios.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesap), os resultados são de amostras coletadas nos meses de agosto e setembro.

O maior número de casos é do município de Parnamirim (43), seguido por Goianinha (10) e Nísia Floresta (7). A capital, Natal, tem 5 amostras positivas para a variante delta.

“Isso confirma o nosso raciocínio e a nossa informação anterior de que nós temos a variante delta com a transmissão comunitária já no estado há pelo menos 30 dias. Cada vez que a gente identifica essas novas amostras, a gente entende realmente como ela circula e por todo o RN. Então, é nesse sentido que a gente começa a trabalhar, entendendo a prevalência da variante delta, como a variante que é a partir de agora, deve ter uma manifestação muito maior no estado”, pontuou a subcoordenadora de vigilância epidemiológica, Diana Rêgo.

A pasta reforçou a necessidade de manutenção das medidas sanitárias, como uso de máscara e álcool gel, além da vacinação.

O uso da máscara continua como obrigatoriedade no estado em todos os ambientes, sejam públicos, fechados ou abertos, e também o distanciamento social. Mesmo com eventos de massa, o decreto atual exige que todos os estabelecimentos peçam das pessoas esse cartão de vacina. Então são ações que tem sido feitas para minimizar e manter essa situação que nós consideramos confortáveis”, disse a subcoordenadora.

Municípios e quantidade de diagnósticos

Açu 2
Alto do Rodrigues 1
Antônio Martins 1
Brejinho 1
Caicó 6
Canguaretama 2
Ceará-Mirim 2
Equador 4
Extremoz 5
Guamaré 3
Goianinha 10
João Câmara 6
Jucurutu 1
Macaíba 5
Marcelino Vieira 1
Natal 5
Nísia Floresta 7
Nova Cruz 1
Parazinho 1
Parnamirim 43
Santa Cruz 1
São João do Sabugi 1
São José de Mipibú 5
São Gonçalo do Amarante 5
São Miguel do Gostoso 2
Senador Elói de Souza 2
Tibau do Sul 2
Timbaúba dos Batistas 2
Touros 1
Vera Cruz 1

Delta no RN

A Secretaria Estadual de Saúde confirmou os dois primeiros casos da variante delta no RN no dia 24 de agosto em duas pacientes de Natal.

O terceiro caso foi identificado no dia 27 de agosto. O paciente, do sexo masculino, tem relação familiar com um dos dois primeiros casos identificados.

No mesmo dia, a Secretaria Municipal de Saúde de Natal confirmou a transmissão comunitária da variante delta na capital.

No dia 14 de setembro o estado confirmou mais 27 casos da variante delta. No dia anterior, o Instituto de Medicina Tropical da UFRN havia confirmado quatro casos da variante delta em Mossoró.

De acordo com as autoridades estaduais, a variante está circulando por transmissão comunitária – quando já não é possível saber de quem o paciente pegou a doença – e os estudos apontam que ela conta com um alto potencial de transmissão.

Via G1/RN  –  Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

RN não registra mortes por Covid-19 por 5 dias consecutivos

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus neste domingo (10). São 369.846 casos confirmados totalizados desde o começo da pandemia. No sábado (9), eram 369.753, ou seja, 93 novos casos e, destes, 14 confirmados nas últimas 24 horas.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.350 no total, sendo o quinto dia seguido que não há mortes por Covid no Estado. Óbitos em investigação são 1.341. Desde julho, as internações de pacientes com Covid seguem em queda no RN.

Recuperados são 259.995. Casos suspeitos somam 177.763 e descartados são 741.741. Em acompanhamento, são 102.501.

O Hospital Regional Hélio Morais Marinho, em Apodi retoma cirurgias eletivas

A previsão é a realização de 350 a 400 cirurgias por semana em todo o estado do Rio Grande do Norte.

Um dos grandes objetivos Programa Estadual de Cirurgias Eletivas do RN é construir uma rede regionalizada com os hospitais da rede e, quando necessário for, utilizar hospitais filantrópicos, para garantir um amplo atendimento à população, em seu próprio território. Além disso, todas as cirurgias serão reguladas, com a devida transparência, conforme os princípios de equidade e justiça social, intrínsecos a esse programa, que é garantir a equidade e justiça social.

Dessa forma, os municípios deverão enviar as necessidades cirúrgicas de sua população para o Núcleo de Cirurgias Eletivas Complexo Estadual de Regulação do Rio Grande do Norte, para que as demandas sejam inseridas no sistema da regulação.

Fonte: sesap

A Sesap recebeu nesta sexta-feira (24) mais dois lotes de vacina com 85.620 imunizantes

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) recebeu, na tarde desta sexta-feira (24), mais dois lotes de vacinas contra a Covid-19. A carga total conta com 85.620 imunizantes, sendo 71.370 da Pfizer e 14.250 da Astrazeneca.

Sesap

As vacinas serão entregues pela Sesap aos municípios ainda neste sábado, cumprindo padrão de distribuição dentro das 24h.

A distribuição servirá para garantir celeridade no seguimento da campanha de vacinação.

De acordo com a plataforma RN+ Vacina, até o fim desta tarde, 3.691.870 tinham sido aplicadas, para um total de 1,3 milhão de moradores do estado imunizados.

Uso de máscaras no RN pode ser liberado com 70% da população vacinada, diz Sesap

A Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap) afirmou que o estado deve flexibilizar o uso das máscaras após atingir 70% da população vacinada. A declaração foi do titular da pasta, Cipriano Maia, feita em um programa de rádio da capital potiguar na manhã desta quinta-feira (23).

Publicado: 16:47:00 – 23/09/2021 Atualizado: 17:34:43 – 23/09/2021

SANDRO MENEZES

“Quando a gente chegar a esse patamar de 70% da população vacinada, que acreditamos que até dezembro a gente consiga chegar nisso, a gente começa a liberar o uso da máscara em ambientes abertos. Depois, a gente vai administrar os ambientes fechados”, disse Cipriano, em entrevista a rádio 98 FM.

De acordo com o RN Mais Vacina, plataforma desenvolvida pelo LAIS/UFRN, nessa quarta-feira (23) o estado alcançou a marca de 50% da população adulta vacinada. Ou seja, 1.347.551 pessoas estão imunizadas com a segunda dose ou dose única.

Ao todo, o Rio Grande do Norte tem, até a última atualização do aplicativo, 2.310.008 pessoas estão vacinadas com a primeira dose, o que corresponde a 64% da população do estado.

Informações tribuna do norte

Sesap distribui mais 194 mil doses da vacina contra covid-19 aos municípios do RN

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) distribui nesta terça-feira (21) um novo lote de vacinas contra a Covid-19. Com o apoio logístico das forças de segurança, a gestão estadual está entregando aos municípios 194.990 doses de imunizantes.

Reprodução

Neste lote segue mais uma parte para o reforço na imunização de idosos e, pela primeira vez, dos imunossuprimidos. São pouco mais de 24 mil doses da Pfizer, sendo 15.846 para os idosos acima dos 70 anos e 8.196 voltadas aos imunossuprimidos. Outras 89.688 doses do mesmo laboratório estão sendo destinadas para completar o esquema vacinal da população em geral.

O restante do lote conta com 41.150 Coronavac/Butantan e 40.110 AstraZeneca/Fiocruz, todas para segunda dose, incluindo, no caso da AstraZeneca, grupos como os trabalhadores do setor industrial, do Sistema Único da Assistência Social (SUAS) e dos Correios, assim como o restante da população que tomou este imunizante.

A plataforma RN+ Vacina registrava, até o início desta tarde, 3.579.211 doses aplicadas no estado. São pouco mais de 2,27 milhões de pessoas que receberam pelo menos a primeira dose e 1,3 milhão que completaram o esquema de imunização ou tomaram a dose única, apontando, respectivamente, para coberturas de 85% e 48% do público estimado.

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 26,4%; Seridó tem 17,6%

Até o momento desta publicação são 159 leitos críticos (UTI) disponíveis e 57 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 171 disponíveis e 57 ocupados.

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 26,4%, registrada no fim da manhã desta segunda-feira (20). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 114.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 32,4% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 13% e a Região Seridó tem 17,6%.

Solicitação de leitos de UTI para Covid caem 74% em 40 dias no RN

Estado caiu de 156 solicitações em 26 de maio para 40 nesta terça-feira (6)

Por G1 RN 07/07/2021

Gráfico mostra redução das solicitações de leitos covid-19 no RN nos últimos 40 dias Foto: Regula RN

Em cerca de 40 dias, o número de solicitações de leitos de UTI para Covid-19 caiu 74% no Rio Grande do Norte. Os dados são do sistema Regula RN, usado na administração dos leitos públicos.

O estado chegou ao pico de solicitações no dia 26 de maio, quando o sistema de saúde abriu pedidos para internação de 156 pacientes em um único dia. Naquele período, havia fila de espera por leitos na rede pública.

Nesta terça-feira (6), o estado registrou apenas 40 pedidos – média vista pela última vez, no estado, em janeiro deste ano. Na manhã desta quarta-feira (7), o estado tinha mais de 170 vagas disponíveis e a taxa de ocupação de leitos era de 55,9%. A taxa de ocupação atual é a menor do ano.

Porém, o número de solicitações ainda é maior que em outros períodos, como novembro de 2020, quando o estado chegou a registrar apenas 20 solicitações.

Com a redução dos índices da pandemia desde o fim do último mês de junho, o estado ampliou a flexibilização das medidas de prevenção à Covid-19 e suspendeu o toque de recolher no estado.

As autoridades do estado atribuíram a melhora do quadro à vacinação da população. “Até o momento, foram aplicadas 1.684.086 doses das vacinas contra a covid-19”, informou o governo, ao divulgar as novas medidas. Mais de 400 mil pessoas já tomaram as duas doses de vacinas e são consideradas totalmente imunizadas.

A população do estado é estimada em cerca de 3,5 milhão de pessoas.

RN tem taxa de ocupação de 55,9% nos leitos Covid. — Foto: Sandro Menezes

Pedro Avelino esta entre as 24 cidades do estado em risco de transmissibilidade da Covid-19

RN tem 24 municípios em zona de risco para taxa de transmissibilidade da covid-19; 139 estão em área segura

Redação / Portal da Tropical
06/06/2021 12:25 – Atualizado em: 06/06/2021 12:28

Reprodução

valor maior que 1,03 e menor ou igual a 2,00. O número indica uma melhor no índice levando-se em consideração que, há 15 dias, eram 72. 

De acordo com o Laboratório de Inovação tecnológica em Saúde (LAIS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), o estado não tem municípios com taxa maior do que 2,00, que são considerados em zona de risco. Por outro lado, 139 cidades possuem a taxa menor ou igual a 1,00. Além deles, quatro estão em zona neutra.

A maior taxa é registrada em Taboleiro Grande, com 1,50. A mais baixa é em Ouro Branco, com 0,40. A população em zona de risco é de apenas 130.474. Em contrapartida, 3.357.001 estão área de segurança para a transmissibilidade da covid-19.

De acordo com o Lais, a taxa de transmissibilidade é um indicador importante para analisar a pandemia do coronavírus. No entanto, o laboratório destaca que os dados não podem ser utilizados separadamente. “É preciso considerar outros indicadores nas avaliações dos contextos epidemiológicos”, apontou.

Confira os dados em todos os municípios do RN, separados por zonas:

Zona de perigo (taxa maior que 2,00)

Zona de risco (taxa maior que 1,03 a menor ou igual a 2,00)

Taboleiro Grande 1,50
Messias Targino 1,46
Lagoa de Velhos 1,45
José da Penha 1,43
Serrinha dos Pintos 1,38
Riacho de Santana 1,34
Coronel Ezequiel 1,33
Riacho da Cruz 1,32
Viçosa 1,23
Água Nova 1,23
Pedro Avelino 1,23
João Dias 1,21
Montanhas 1,20
Caiçara do Rio do Vento 1,18
Tenente Laurentino Cruz 1,16
Serra do Mel 1,15
Severiano Melo 1,14
Baía Formosa 1,12
São Bento do Trairi 1,10
Portalegre 1,09
Vila Flor 1,07
Coronel João Pessoa 1,07
Riachuelo 1,06
Jaçanã 1,05

Zona neutra (Maior que 1,00 a menor ou igual a 1,03)

Rodolfo Fernandes 1,03
Rafael Fernandes 1,02
Equador 1,02
Paraú 1,02

Zona segura (igual ou menor a 1,00)

Pedra Grande 1,00
Olho d’Água do Borges 1,00
Carnaúba dos Dantas 0,99
Ielmo Marinho 0,99
Pendências 0,97
Tibau do Sul 0,96
Afonso Bezerra 0,95
Governador Dix-Sept Rosado 0,95
Touros 0,95
Tibau 0,94
Tenente Ananias 0,94
Fernando Pedroza 0,93
Várzea 0,93
Serra Caiada 0,93
São Miguel 0,93
Felipe Guerra 0,91
Porto do Mangue 0,91
Ceará-Mirim 0,91
Senador Elói de Souza 0,90
Caiçara do Norte 0,90
Doutor Severiano 0,90
Vera Cruz 0,90
Pau dos Ferros 0,90
Lajes Pintadas 0,89
Serrinha 0,89
Francisco Dantas 0,88
Ipanguaçu 0,88
Pilões 0,87
Lucrécia 0,87
Bento Fernandes 0,87
São Paulo do Potengi 0,87
São Gonçalo do Amarante 0,87
Espírito Santo 0,86
Maxaranguape 0,86
São José do Seridó 0,85
São João do Sabugi 0,85
Ruy Barbosa 0,84
Senador Georgino Avelino 0,83
São Rafael 0,83
Bom Jesus 0,83
Marcelino Vieira 0,82
Jucurutu 0,82
Santo Antônio 0,82
Canguaretama 0,82
Triunfo Potiguar 0,81
Serra de São Bento 0,81
Caraúbas 0,81
Parnamirim 0,81
Santana do Seridó 0,80
Sítio Novo 0,80
Encanto 0,80
Itajá 0,80
Angicos 0,80
Taipu 0,80
Parelhas 0,80
Campo Redondo 0,79
São José do Campestre 0,79
Pedro Velho 0,79
São Fernando 0,78
Barcelona 0,78
Santana do Matos 0,78
Upanema 0,78
Guamaré 0,78
Monte Alegre 0,78
Mossoró 0,78
Lagoa de Pedras 0,77
São Miguel do Gostoso 0,77
Passa e Fica 0,77
Tangará 0,77
Pedra Preta 0,76
Cruzeta 0,76
Luís Gomes 0,76
Cerro Corá 0,76
Alto do Rodrigues 0,76
Nísia Floresta 0,76
Major Sales 0,75
Brejinho 0,75
Assú 0,75
Jardim de Piranhas 0,74
Natal 0,74
Galinhos 0,73
São Vicente 0,73
Macau 0,73
São José de Mipibu 0,73
Augusto Severo 0,72
São Tomé 0,72
Caicó 0,72
Bodó 0,71
Grossos 0,71
Lagoa d’Anta 0,70
Macaíba 0,70
Monte das Gameleiras 0,69
Paraná 0,69
Poço Branco 0,69
Santa Cruz 0,69
Jandaíra 0,68
Umarizal 0,68
Carnaubais 0,68
Apodi 0,68
Timbaúba dos Batistas 0,67
São Francisco do Oeste 0,67
Itaú 0,67
Florânia 0,67
Jardim do Seridó 0,67
Januário Cicco 0,66
Areia Branca 0,66
Baraúna 0,66
Arez 0,65
São Bento do Norte 0,64
Martins 0,64
Venha-ver 0,63
Acari 0,63
Lagoa Nova 0,63
Ipueira 0,61
Santa Maria 0,61
Rio do Fogo 0,61
João Câmara 0,61
Lajes 0,60
Jardim de Angicos 0,59
Extremoz 0,58
Nova Cruz 0,58
Jundiá 0,57
Frutuoso gomes 0,57
Antônio Martins 0,57
Pureza 0,57
Patu 0,57
Alexandria 0,56
Rafael Godeiro 0,53
Serra Negra do Norte 0,53
Lagoa Salgada 0,52
Goianinha 0,51
Passagem 0,49
Almino Afonso 0,49
Japi 0,49
Janduís 0,49
Parazinho 0,47
São Pedro 0,45
Currais Novos 0,44
Ouro Branco 0,40

Portal da tropical