Grande Natal: Caminhão com cana-de-açúcar tomba na BR-101 em São José de Mipibu, RN

A causa do tombamento não foi informada pela PRF

Publicado em 18/10/2019 08:25 –  Atualizado em 18/10/2019 08:25

Foto/Reprodução

Uma carreta, mais conhecida como “treminhão”, que transportava carga de cana-de-açúcar, tombou no início da manhã desta sexta-feira (18). O acidente aconteceu no km 125 da BR-101, em São José de Mipibu.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que foi ao local para atender a ocorrência, ninguém ficou ferido. Além disso, o fluxo não foi prejudicado, pois uma faixa da rodovia ficou livre.

Nas imagens cedidas pela PRF, é possível ver que apenas uma parte da carroceria tombou. A causa do tombamento não foi informada pela PRF.

As informações são do Portal no Ar.

Bandidos usam estrada em canavial para assaltar motociclistas na Grande Natal; reféns, 11 foram amarrados

Assaltos aconteceram no sábado (25). Estrada usada pelos bandidos fica às margens da BR-101, em São José de Mipibu, perto do Posto de Fiscalização da PRF.

Por Anderson Barbosa e Klênyo Galvão, G1 RN e Inter TV Cabugi

 


Assaltos aconteceram em uma estrada de terra em meio a um canavial às margens da BR-101, em São José de Mipibu, próximo ao Posto de Fiscalização da PRF,   — Foto: Klênyo Galvão/Inter TV Cabugi
Assaltos aconteceram em uma estrada de terra em meio a um canavial às margens da BR-101, em São José de Mipibu, próximo ao Posto de Fiscalização da PRF, — Foto: Klênyo Galvão/Inter TV Cabugi

Pelo menos 11 motociclistas foram feitos reféns, tiveram as mãos e os pés amarrados e foram assaltados neste final de semana por dois homens armados em uma estrada de terra que fica em meio a um canavial no município de São José de Mipibu, na Grande Natal. Os roubos aconteceram ao longo do sábado (25). Algumas das vítimas chegaram a ficar amarradas das 10h até as 18h. Duas motos foram levadas pelos criminosos.

A estrada usada pelos assaltantes fica paralela à BR-101, perto do Posto de Fiscalização da Polícia Rodoviária Federal. Uma das vítimas, que teve a moto levada pelos bandidos, contou que usou a estrada como forma de escapar da barreira da PRF, pois estava com a documentação do veículo atrasada.

Em depoimento, as vítimas contaram que só conseguiram se libertar das amarras quando os assaltantes fugiram. Eles levaram duas motos e os pertences das vítimas, como aparelhos celulares, carteiras e joias. Outras nove motocicletas ficaram na estrada de terra. Os veículos roubados pela dupla ainda não foram recuperados.

Ainda de acordo com os depoimentos, uma das vítimas contou que foi agredida na cabeça com golpes de capacete.