Seturn quer tarifa de R$ 4,40 para os ônibus urbanos em Natal

Empresários irão se reunir com o Conselho de Mobilidade Urbana da STTU nesta sexta (10) para debater nova tarifa. Último reajuste ocorreu em maio de 2018

Maio 8, 2019 às 18:57 – Por: Redação OP9

 

Os representantes do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos (Seturn) acreditam que a tarifa dos ônibus em Natal deva ser reajustada para R$ 4,40 devido aos custos com manutenção, óleos lubrificantes, combustível, pneus, alimentação e fardamentos dos motoristas. Atualmente a passagem custa R$ 3,65 e reajuste pode provocar um aumento de R$ 0,85.

De acordo com o consultor técnico do Seturn Nilson Queiroga, caso a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) aceite a proposta dos empresários, o sistema de transporte público na cidade poderá passar por melhorias. “Todo reajuste vem determinando as contrapartidas e os investimentos que as empresas devem fazer. Nos últimos reajustes, vários benefícios já foram implementados como aplicativos e novos abrigos”, afirmou.

Leia também:
Seturn pede aumento de tarifa de ônibus para R$ 3,90 em Natal
Seturn quer que tarifa de ônibus em Natal passe para R$ 4,37
Prefeitura propõe tarifa de R$ 3,90 para os ônibus em Natal

Ainda segundo o sindicato, em três anos (2016 a 2018), o prejuízo operacional gerou um deficit de R$ 49,5 milhões. A tarifa de ônibus em Natal foi reajustada pela última vez no mês de maio de 2018. Uma reunião extraordinária foi convocada pela STTU para sexta-feira (10), onde a nova proposta do Seturn será debatida.

Reajuste da passagem de trem no RN entra em vigor: novo valor é R$ 0,70

Serão mais cinco aumentos até março de 2020, quando a tarifa chegará a R$ 2.

Por G1 RN

 


Trem da CBTU, indo a Parnamirim, na Grande Natal — Foto: CBTU/DivulgaçãoTrem da CBTU, indo a Parnamirim, na Grande Natal — Foto: CBTU/Divulgação

Entra em vigor, a partir deste domingo (5), o novo valor da passagem dos trens urbanos na Grande Natal: passa de R$ 0,50 para R$ 0,70. Segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), até março de 2020 a tarifa terá mais cinco aumentos, até chegar ao valor de R$ 2.

Os reajustes foram autorizados pelo Tribunal Regional Federal – 1ª Região (TRF1), em Brasília, que concedeu aumento nas tarifas dos trens também em Belo Horizonte (MG), João Pessoa (PB), Maceió (AL) e Recife (PE).

O sistema de transporte de passageiros sobre trilhos no Rio Grande do Norte atende a região Metropolitana de Natal, cruzando os municípios de Extremoz, Ceará-Mirim e Parnamirim, permitindo o deslocamento de 12 mil passageiros/dia, por meio de Veículos Leves Sobre Trilhos – VLTs e de locomotivas diesel com carros de passageiros, nos subsistemas denominados Linha Norte (Natal/Ceará-Mirim) com extensão de 38,5km (13 estações) e Linha Sul (Natal/Parnamirim) com 17,7km (10 estações).

  • Maio/2019: de R$ 0,50 para R$ 0,70
  • Julho/2019: de R$ 0,70 para R$ 1
  • Setembro/2019: de R$ 1 para R$ 1,25
  • Novembro/2019: de R$ 1,25 para R$ 1,50
  • Janeiro/2020: de R$ 1,50 para R$ 1,75
  • Março/2020: de R$ 1,75 para R$ 2

Histórico

A CBTU havia aumentado a passagem para R$ 1 no dia 11 de maio do ano passado, na Grande Natal. Na época, a Companhia alegou que a medida era fundamental para continuidade da operação e manutenção do serviço prestado. Os reajustes também aconteceram em outras cidades brasileiras.

No entanto, uma decisão divulgada pela Justiça Federal em novembro de 2018, a juíza Maria Edna Fagundes Veloso suspendeu o acréscimo na passagem do metrô em Belo Horizonte e ampliou a medida para quatro capitais do Nordeste: João Pessoa, Maceió, Natal e Recife. Com isso, a passagem voltou ao patamar de R$ 0,50 no estado.

A CBTU recorreu, alegando que não promoveu mudanças no preço da passagem nos últimos 12 anos e, por isso, sofre com os efeitos da inflação.

 

Petrobras reajusta gás de cozinha em 3,43% a partir de domingo

A Petrobras vai reajustar em 3,43%, em média, a partir do próximo domingo (5), o preço do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP Residencial), o gás de cozinha, para botijão de 13 quilos (kg) às distribuidoras sem a cobrança de tributos. O preço do botijão de 13kg vai custar R$ 26,20.

Publicado em 03/05/2019 – 17:59

Por Douglas Corrêa – Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro

Botijão de gás

 

O último reajuste ocorreu no dia 5 de fevereiro, exatamente há três meses, quando o valor do gás de cozinha subiu para R$ 25,33 para as distribuidoras.

Em nota, o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) informou que as empresas distribuidoras associadas à entidade foram comunicadas na tarde de hoje pela Petrobras que o GLP residencial para embalagens de até de 13kg ficará mais caro a partir do próximo domingo. De acordo com o Sindigás, o reajuste oscilará entre 3,3% e 3,6%, de acordo com o polo de suprimento.

Governo publica reajuste de 4,7% nos salários dos professores do RN

Por G1 RN

 


Escola Estadual do Rio Grande do Norte — Foto: Assecom/Governo do RNEscola Estadual do Rio Grande do Norte — Foto: Assecom/Governo do RN

Escola Estadual do Rio Grande do Norte — Foto: Assecom/Governo do RN

A governadora Fátima Bezerra (PT) sancionou e publicou no Diário Oficial desta sexta-feira (26) o reajuste de 4,7% nos salários de professores e especialistas em educação, que fazem parte da classe do magistério da rede pública estadual de Educação.

A Lei foi aprovada pela Assembleia Legislativa, por unanimidade nesta quinta-feira (25).

O reajuste previsto será implantado para os professores ativos a partir deste mês de abril e o retroativo de janeiro a março será pago em três parcelas, nos meses de abril, maio e junho.

Para os inativos e pensionistas, o reajuste será implantado a partir de maio e o retroativo será pago em sete parcelas. A primeira parcela será de 4,17% em junho e as demais no percentual de 2,085%, nos meses de julho a dezembro deste ano.

Com o reajuste, o salário básico dos professores e dos especialistas será de R$ 2.686,25, podendo ser maior conforme as classes e os níveis de cada profissional, adquiridos ao longo do tempo de carreira. A tabela pode ser conferida na edição do Diário Oficial do Estado.

O governo do estado enfrenta dificuldades no pagamento de servidores e conta com pelo menos quatro folha totalmente ou parcialmente atrasadas. Os vencimentos dos professores, entretanto, estão sendo pagos em dia, com ajuda de repasses federais.

Gasolina sobe pela 4° semana e acumula alta de 3,5%

Os dados são do levantamento semanal da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O preço médio do litro da gasolina comercializada em postos de combustível de todo o país fechou esta semana a R$ 4,319. Essa foi a quarta alta semanal do produto, que acumula um aumento de preço de 3,5% em um mês, já que, na semana de 17 a 23 de fevereiro, o litro era vendido a R$ 4,172.

Os dados são do levantamento semanal da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O óleo diesel, comercializado em média a R$ 3,54 por litro, registrou nesta semana sua quinta alta consecutiva e acumulou, no período, aumento de preços de 2,8%.

O litro do etanol, que foi comercializado em média a R$ 2,969, também subiu pela quinta vez consecutiva, acumulando alta de 8,2% no período de cinco semanas. Já o preço do GNV (gás natural veicular) aumentou pela terceira semana, fechando em média a R$ 3,169 o metro cúbico, uma alta de 1% no período.

Fonte: Notícias ao Minuto

STTU confirma que tarifa da frota de ônibus mais velha do País pode subir

Empresários pedem que passagem seja reajustada para R$ 3,90

Por Ayrton Freire e Cláudio Oliveira

19 de março de 2019 | 11:29

FOTO: WELLINGTON ROCHA/PORTAL NO AR

Uma audiência pública na Câmara de Natal, na manhã desta terça-feira (19), discute a situação do transporte público do município. Atualmente, o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos (Seturn), que reconhece ter a frota de ônibus mais velha do País, cobra um aumento no preço da passagem para R$ 3,90. O pedido dos empresários é analisado pela Secretaria de Mobilidade Urbana, a STTU. A pasta da Prefeitura Municipal de Natal admite a possibilidade do reajuste.

Audiência ocorre na manhã desta terça (Foto: Cláudio Oliveira/Portal No Ar)

“A secretaria assume que pode ocorrer um reajuste”, afirmou Nilton Filho, engenheiro técnico da STTU. “A secretaria sabe que o reajuste não é uma solução para o reequilíbrio do sistema, mas também entende que o Município não consegue subsidiar, sozinho, o transporte público”, completou.

Nilson Queiroga, diretor técnico do Seturn, justifica a solicitação do reajuste citando benefícios que, conforme dito por ele, foram feitos pelos empresários em prol dos usuários.

“As empresas construíram 150 novos abrigos, reformaram 56 dos maiores abrigos da cidade, reformaram todas as estações, implantaram aplicativos, Wi-Fi em parte da frota. Os benefícios estão aí, mas a tarifa não está contemplando esses investimentos”, disse Queiroga.

Portal no Ar

Gasolina nas refinarias aumenta 2,42% só nos últimos três dias

Só nos últimos três dias, entre 12 e 15 de março, segundo o Sindipostos do RN, o aumento do preço da gasolina para as refinarias foi de 2,42%. Hoje, em muitos postos, o litro já está sendo vendido a R$ 4,49. Do começo do mês até agora, essa alta já é de 6,66% e entre os dias 1º de janeiro até esta sexta-feira, 15, o aumento é de 20,52%.

“Para quem pagava no começo deste mês R$ 3,89 o litro de gasolina em muitos postos de Natal, é uma notícia bem desanimadora”, reconhece Antônio Sales, presidente do Sindipostos. Segundo Sales, muitos empresários, inclusive ele, chegaram a acreditar numa possível desindexação dos valores internacionais do barril de petróleo do combustível entregue nas refinarias, “mas infelizmente isso não aconteceu”.

Ainda de acordo com ele, agora é ver como os postos de combustíveis irão repassar esses valores, já que eles têm a liberdade de marcar o dia e a hora de fazer isso, de acordo com a realidade de cada revenda.

“Mas, acreditem, essas altas consecutivas não são nada boas para os empresários do segmento”, acentuou.

Com informações do Agora RN.

Petrobras reajusta preço e gasolina já custa R$ 4,49 nos postos de Natal

A Petrobras anunciou nesta segunda-feira (11) um aumento de 1,47% no preço médio da gasolina nas refinarias, após os avanços das cotações internacionais de petróleo. E rapidamente o valor já está sendo repassado para os consumidores.

Em Natal, na noite desta terça-feira (12), o litro da gasolina que até o último final de semana poderia ser comprado por cerca de R$ 4,19 já pulou para R$ 4,49. A alegria durou realmente pouco.

Projeto de lei prevê aumento de 16% nos salários dos conselheiros do TCE no RN

Do G1 RN — Os conselheiros do Tribunal de Contas do Rio Grande do Norte aprovaram a minuta de um projeto de lei que será encaminhado para a Assembleia Legislativa aumentando os seus próprios salários, que devem passar dos atuais R$ 30 mil para R$ 35 mil.

Conselheiros do TCE aprovaram minuta de projeto que será encaminhada à Assembleia Legislativa do RN — Foto: Kléber Teixeira/ Inter TV Cabugi

De acordo com a resolução nº 003/2019, o aumento deve seguir o acréscimo dado no ano passado aos subsídios dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e aos desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado (TJRN), aos quais os salários dos conselheiros são vinculados.

Além disso, o TCE argumenta que a aprovação foi feita com a garantia de que não haverá mais auxílio moradia, que os conselheiros também recebem atualmente, conforme determinação do Supremo.

De acordo com o projeto, “fica reajustado o subsídio mensal dos Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte, bem como dos Procuradores do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas, cujo valor corresponde ao percentual de 90,25% do subsídio, em espécie, do Ministro do Supremo Tribunal Federal (…) passando a equivaler a R$ 35.462,22”.

O juiz de Direito de 3ª entrância receberá R$ 33.689,11, conforme o mesmo projeto. O aumento também é válido para aposentados e pensionistas.

Seguro-desemprego é reajustado em 3,43%; parcela será R$ 1,7 mil

 

19/01/2019 – Por: Agência Brasil
Quem ganhava mais que R$ 2.551,96 recebe o valor máximo de R$ 1.735,29. (Foto: Reprodução) Quem ganhava mais que R$ 2.551,96 recebe o valor máximo de R$ 1.735,29. (Foto: Reprodução)

O empregado demitido sem justa causa terá o seguro-desemprego corrigido em 3,43%, correspondente à inflação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) no ano passado, informou hoje (18) o Ministério da Economia.

A parcela máxima passará de R$ 1.677,74 para R$ 1.735,29. A mínima, que acompanha o valor do salário mínimo, foi reajustada de R$ 954 para R$ 998. Os novos valores serão pagos para as parcelas emitidas a partir de 11 de janeiro e para os novos benefícios.

Atualmente, o trabalhador dispensado sem justa causa pode receber de três a cinco parcelas do seguro-desemprego conforme o tempo trabalhado e o número de pedidos do benefício. A parcela é calculada com base na média das três últimas remunerações do trabalhador antes da demissão. Caso o trabalhador tenha ficado menos que três meses no emprego, o cálculo segue a média do salário em dois meses ou em apenas um mês, dependendo do caso.

Quem ganhava mais que R$ 2.551,96 recebe o valor máximo de R$ 1.735,29. Quem ganha até R$ 1.531,02 tem direito a 80% do salário médio ou ao salário mínimo, prevalecendo o maior valor. Para remunerações de R$ 1.531,03 a R$ 2.551,96, o seguro-desemprego corresponde a R$ 1.224,82 mais 50% do que exceder R$ 1.531,02.

O beneficiário não pode exercer atividade remunerada, informal ou formal, enquanto recebe o seguro. O trabalhador é obrigado a devolver as parcelas recebidas indevidamente, caso saque o benefício e tenha alguma ocupação.

O trabalhador demitido pode pedir o seguro-desemprego pela internet, no portal Emprega Brasil. É necessário ter em mãos as guias entregues pelo ex-empregador ao homologar a demissão, o termo de rescisão, a carteira de trabalho, o extrato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), a identificação do Programa de Integração Social (PIS) ou do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), Cadastro de Pessoa Física (CPF) e documento de identificação com foto.

Acesse o Instagram do Notícia Extra

https://www.instagram.com/noticia_extra/

Leia as notícias mais acessadas do Brasil e do Mundo http://www.noticiaextra.com/