Homem é morto a tiros após suposta briga de trânsito na Grande Natal

Um homem foi assassinado na manhã desta quarta-feira (17) em Parnamirim, na lateral do Atacadão, próximo ao IFRN. Segundo informações preliminares, o crime teria acontecido após uma suposta briga de trânsito.

De acordo com informações do 3º Batalhão de Polícia Militar, até às 9h30 desta quarta-feira (17) o corpo ainda se encontrava no local onde aconteceu o homicídio.

Segundo relatos de testemunhas, uma discussão teria iniciado uma troca de tiros e o motorista do veículo teria fugido, enquanto a vítima, que estava no banco do passageiro, foi atingida por diversos disparos. A informação sobre a briga de trânsito ainda não foi confirmada pela PM.

As informações são do portal da 96 FM.

“Aguardo os fatos”, diz suplente Cesar Maia sobre vereador preso

Com a prisão nesta terça-feira do vereador de Parnamirim Diogo Rodrigues da Silva (PSD), acusado de chefiar um esquema de fura-filas para marcação de exames e consultas pelo Sistema Único de Saúde no Estado, o mundo político e a opinião pública perguntaram quem é o suplente de Diogo, já antevendo uma possível perda do mandato do vereador.

Trata-se do médico César Maia (PSD), bastante conhecido no município e que é irmão do ex-vereador e ex-deputado estadual Carlos Maia. 

César Maia teve 1.570 votos (1,81% do total), sendo o segundo mais votado do partido. Diogo Rodrigues teve 2.266 (2,61% do total) sendo o segundo mais votado no geral. 

Diogo Rodrigues é ex-diretor da central de regulação de consultas e exames de Parnamirim, ligado à secretaria municipal de Saúde do município, na gestão do prefeito Rosaldo Taveira. 

Juridicamente, existe uma dúvida sobre a situação. Se Diogo for afastado da Câmara pela Justiça ou cassado poor quebra de decoro pelos seus pares, César Maia assume a cadeira. Se a Justiça Eleitoral cassar os votos de Diogo por entender o crime como eleitoral, haverá recontagem de votos do partido e a cadeira possivelmente irá para outro partido.

A reportagem do PN entrou em contato com César, que pediu tranquilidade e cautela: “De fato sou o suplente do PSD. Mas, estou aguardando os fatos”.

Potiguar Notícias

Operação do MPRN desmonta esquema de fura-fila do SUS; deputado é investigado, vereador é preso e secretários de Saúde são afastados

Operação Fura-fila foi deflagrada nesta terça (20). Ao todo, foram cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão em 10 cidades potiguares e em São Paulo

*Atualizado às 9h15.

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou nesta terça-feira (20) a operação Fura-fila. O objetivo é desmontar um suposto esquema de fraudes no sistema de marcação de consultas e exames do Sistema Único de Saúde (SUS) no Estado. Um deputado estadual é suspeito de envolvimento com o esquema. Um vereador de Parnamirim foi preso e cinco secretários municipais de Saúde e de Assistência Social, afastados dos cargos.

As investigações do MPRN foram iniciadas em 2019, após denúncias de servidores da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). Na apuração, o MPRN descobriu que desde 2017 a organização criminosa inseria dados falsos e alterava informações legítimas no Sistema Integrado de Gerenciamento de Usuários do SUS (SIGUS), sistema informatizado utilizado pela Sesap e por alguns municípios do Estado para regular a oferta, autorização, agendamento e controle de procedimentos ofertados pelo SUS. Essas invasões na ferramenta de regulação interferem na sequência de elegibilidade de procedimentos médicos gerenciados pelo Sistema. Desta forma, o grupo furava a chamada “fila do SUS”, propiciando vantagens indevidas aos fraudadores.

Com o apoio da Polícia Militar, a operação Fura-fila cumpriu dois mandados de prisão preventiva, um mandado de prisão temporária e ainda outros 22 mandados de busca e apreensão nas cidades de Natal, Parnamirim, Mossoró, Caicó, Monte Alegre, Areia Branca, Brejinho, Frutuoso Gomes, Rafael Godeiro e Passa e Fica. Também houve o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na cidade de São Paulo. Ao todo, 27 promotores de Justiça, 42 servidores do MPRN e 90 policiais militares participaram da ação.

O MPRN apurou que o esquema seria encabeçado por Diogo Rodrigues da Silva, eleito vereador por Parnamirim em 2020. Ainda antes de se eleger, valendo-se de sua posição dentro da estrutura administrativa municipal, Diogo Rodrigues teria montado o esquema de inserção de dados falsos no SIGUS, burlando a fila do SUS. A suspeita é que ele teria como braço-direito no esquema a própria companheira, Monikely Nunes Santos, que é funcionária de um cartório em Parnamirim.

O casal é investigado pelos crimes de estelionato, exercício ilegal da medicina, falsidade ideológica, peculato, inserção de dados falsos em sistema de informações, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Para o cometimento dos delitos, Diogo Rodrigues e Monikely Santos, que foram presos preventivamente, supostamente contavam com o apoio direto de outras pessoas, também alvo das investigações do MPRN.

Uma dessas pessoas seria o deputado estadual Manoel Cunha Neto, conhecido por Souza. Ele é investigado pela prática de peculato eletrônico, falsidade ideológica e corrupção passiva. Um mandado de busca e apreensão foi cumprido na residência de Souza. O Tribunal de Justiça do RN afastou o foro por prerrogativa de função do deputado porque os crimes investigados em nada têm a ver com as atribuições parlamentares de Souza, conforme previsto na Constituição do Estado do Rio Grande do Norte e no Regimento Interno da Assembleia Legislativa do Estado. De acordo com as investigações do MPRN, o deputado é suspeito de manter contato direto com Diogo Rodrigues para que fossem inseridos nomes de interessados no Sistema do SUS.

Em uma conversa por aplicativo de mensagens no dia 18 de fevereiro de 2020, Diogo reforçou com Souza sobre uma possível blindagem contra a investigação do MPRN: “O caldo vai engrossar e vou precisar de gás”, escreveu o vereador ao deputado, sugerindo que estaria envolvido em alguma situação difícil ou complicada e que precisaria da ajuda da Assembleia Legislativa do RN. 

Outra pessoa investigada é Bruno Eduardo Rocha de Medeiros, que foi sócio da Medeiros e Rocha LTDA, empresa responsável pelo SIGUS. O MPRN suspeita que Bruno Medeiros alterava dados do Sistema de forma a dificultar a identificação posterior dos médicos que autorizam cada exame. Ele foi preso temporariamente para evitar que, devido ao conhecimento do sistema burlado, não possa alterar dados e informações armazenados na “nuvem” ou destruir provas ainda não coletadas contra o grupo. Mandados de busca e apreensão foram cumpridos na residência de Bruno Medeiros e também na sede da empresa.

Secretários municipais de Saúde e de Assistência Social também estariam envolvidos com o esquema fraudulento. O MPRN apurou que cinco mantinham ligação direta com Diogo Rodrigues. Por esse motivo, a Justiça determinou o afastamento e a proibição de ocupar cargo comissionado ou de ser contratado temporariamente pelo Poder Público pelo prazo de seis meses de Gleycy da Silva Pessoa, secretária de Saúde de Brejinho; Maria Madalena Paulo Torres, secretária de Saúde de Frutuoso Gomes; Alberto de Carvalho Araújo Neto, secretário de Saúde de Arês; Anna Cely de Carvalho Bezerra, secretária de Assistência Social de Brejinho, e Eliege da Silva Oliveira, ex-secretária de Saúde de Ielmo Marinho.

O MPRN levantou que esses secretários remuneravam Diogo Rodrigues ilicitamente, através de contratos com laranjas do grupo, notadamente familiares do vereador suspeito.

O MPRN suspeita que Eliege da Silva Oliveira mantinha contato constante com Diogo Rodrigues por meio de dois terminais telefônicos, havendo, respectivamente, 522 e 739 mensagens trocadas entre eles somente no período investigado. Entre 3 de julho de 2017 e 23 de outubro de 2018, Gleicy da Silva Pessoa trocou 8.006 mensagens com Diogo Rodrigues.

De acordo com a investigação, Maria Madalena Paulo Torres supostamente mantinha relação de negócios e troca de favorecimentos pessoais com Diogo Rodrigues. Alberto de Carvalho Araújo Neto, que também já foi secretário de Saúde da cidade de Lagoa de Pedras, também é suspeito de manter contato com Diogo Rodrigues, com quem teria trocado 4.650 mensagens, na grande maioria referentes à marcação de exames. E Anna Cely de Carvalho Bezerra também é suspeita de ter trocado com Diogo Rodrigues 1.079 mensagens, no período de 28 de novembro de 2017 a 23 de outubro de 2018.

De posse do material apreendido, o MPRN irá aprofundar as investigações sobre a atuação da organização criminosa e apurar de há mais pessoas envolvidas com as fraudes no esquema de fura-fila do SUS no Rio Grande do Norte.

MPRN

Após ter atendimento negado, homem joga carro contra UPA de Parnamirim

Um homem jogou o próprio carro contra a Unidade de Ptonto-Atendimento de Nova Esperança, em Parnamirim, após ter atendimento negado para sua esposa na madrugada desta segunda (22). O homem foi preso.

Reprodução

“Nós estamos orientando que os casos mais leves sejam levados para outras unidades porque estamos trabalhando acima da capacidade”, explicou o diretor da unidade, Henrique Costa.

De acordo com a Guarda Municipal, o casal chegou de madrugada na UPA Nova Esperança buscando atendimento porque a mulher estava passando mal. Eles foram informados que, diante da lotação, a unidade só estava atendendo casos graves.

Inconformado, o homem acabou jogando o carro na entrada principal da UPA. O carro atingiu a porta e quebrou o vidro.

A Guarda Municipal prendeu o homem e ele foi levado para a Central de Flagrantes, em Natal. A Polícia Civil estabeleceu uma fiança de R$ 400, mas o homem disse que não vai pagar e continuou preso.

Após a confusão, a mulher acabou sendo atendida na UPA, foi medicada e liberada.

Superlotação

A UPA de Parnamirim vem enfrentando superlotação por causa da alta no número de casos de Covid-19. A unidade já fechou as portas para novos pacientes várias vezes em 2021.

De acordo com a direção da UPA de Parnamirim, a unidade está atendendo em média 250 pacientes por dia e mais de 70% são sintomáticos para Covid. “No momento estamos com 34 pacientes internados, tendo capacidade para 29. Desses, 3 estão em estado grave.

G1/RN

Prefeitura de Parnamirim está negociando compra de vacinas como Instituto Butantan

Por meio de oficio (n° 186/2021/GS/SESAD) encaminhado nesta segunda (8) ao Instituto Butantan, a Prefeitura de Parnamirim, solicitou a compra de 30 mil vacinas contra a COVID-19.

 As doses serão destinadas à imunização do grupo prioritário, que atualmente ultrapassa o número de 50 mil pessoas.

Além da busca pela garantia dos imunizantes para a população do município, a Prefeitura também publicou hoje um novo decreto, intensificando as restrições, de modo a diminuir a circulação do novo Coronavírus. 

O decreto atualizou as medidas voltadas ao transporte público, condomínios, academias de ginástica e similares.

Com relação ao consórcio de municípios idealizado pela frente nacional de prefeitos (FNP) a Assessoria da Prefeitura informa que a secretaria de saúde já enviou ofício solicitando ao setor jurídico mais detalhes sobre se haverá viabilidade para aderir a esse consórcio já que a prefeitura não é filiado à FNP, mas sim à CNM. 

Com informações do Blog do GM

TRE-RN considera propaganda eleitoral a distribuição de sabão e álcool gel por vereadora de Parnamirim

Por Anna Ruth Em Judiciário, Slideshow 22 maio 2020

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte, por maioria, negou provimento ao recurso da vereadora Professora Nilda, de Parnamirim, em um processo movido pelo Ministério Público Eleitoral contra a parlamentar municipal por suposta propaganda eleitoral irregular. Foi o primeiro recurso relacionado a Covid-19 e as Eleições 2020. Com a decisão fica mantida a multa de R$ 5 mil reais estabelecida na decisão do primeiro grau.

O MPE entendeu que a distribuição de kits com sabão, álcool gel e panfleto com orientações apara a prevenção do Covid-19 realizada pela vereadora no mês de março se configurou como propaganda política fora do prazo legal. A defesa de Professora Nilda afirmou que o ato não constituiu pedido explicito de voto.

Terminada a votação, o desembargador, Glauber Rêgo, presidente do TRE-RN, parabenizou a agilidade do relator,juiz Fernando Jales, em analisar a matéria na brevidade que o assunto merece.”O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte marca posição julgando matéria extremamente importante para todos aqueles que pretendem ser candidato nas Eleições 2020″, destacou o presidente.

O juiz eleitoral Fernando Jales,relator do processo deu provimento ao recurso da defesa.

Trânsito na marginal da BR-101 sofre alterações neste domingo em Parnamirim

Interdição será feita para obras de implantação de Passarela e vai afetar circulação de carros na altura do Superfácil. Previsão do Dnit é de que alterações durem três semanas.

Por G1 RN

17/01/2020 10h39  Atualizado há uma hora


Metade da marginal da BR-101 Sul será interditada para obras em passarela para pedestres, em Parnamirim, na Grande Natal — Foto: Google Street View
Metade da marginal da BR-101 Sul será interditada para obras em passarela para pedestres, em Parnamirim, na Grande Natal — Foto: Google Street View

O trânsito na marginal da BR-101 Sul vai sofrer alterações na manhã deste domingo (19) em Parnamirim, na Grande Natal. De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), metade do trecho da marginal no sentido viaduto Trampolim da Vitória, na altura do Superfácil, será interditado por três semanas para obras de implantação de uma passarela para pedestres no local.

De acordo com o Dnit, o trânsito na pista principal não vai sofrer alterações. A interdição está prevista para às 6h da manhã de domingo e a previsão é de que os serviços sejam concluídos em aproximadamente três semanas. Assim que as obras forem concluídas, o tráfego da marginal será normalizado.

Segundo o Dnit, não haverá interferências no tráfego na pista principal. O órgão recomendou que motoristas diminuam a velocidade na região para diminuir o risco de acidentes.

Obras em trechos

Uma parte da BR-101 Sul, em Parnamirim, fica interditada até domingo. O trecho que foi fechado para obras fica entre o Viaduto Trampolim da Vitória e a Passarela Estaiada – entre os quilômetros 104 e 107,5 da pista. A interdição começou na última quarta (15).

Os dois lados da via serão interditados em horários diferentes. No sentido Natal/Parnamirim, o trecho será fechado das 5h às 16h. No sentido Parnamirim/Natal, das 9h às 18h. O tráfego de veículos da pista principal será desviado para as vias marginais.

Festa das crianças: Marcílio Segundo participa da festa das crianças no Parque das Árvores

As comemorações alusivas ao dia das crianças e dos professores ocorreu na tarde desta terça-feira, 15, no Parque das Árvores em Parnamirim. Marcílio Segundo prestigiou o evento a convite da líder comunitária Dulcirene.

Quarta-feira, 16/10/2019 – às 11h56

“Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção”.

Paulo Freire

#comemoração  #diadascrianças #professores #marciliosegundo 

Jovem Marcílio Segundo desponta como pré-candidato a vereador em Parnamirim

A revolução política que acontece nos últimos anos no país, causou muita desesperança em grande parte da população, mas fez com que jovens se coloquem a disposição em suas cidades.

Segunda-feira, 14/10/2019 17h21

Edvaldo Alves – Presidente do PTC estadual e Marcílio Segundo – Presidente do PTC Jovem de Parnamirim e do Estado

O jovem Marcílio Segundo, tem realizado uma série de visitas no município de Parnamirim e tem chamado a atenção nas redes sociais. O jovem, é filho do ex-sub-prefeito do município Marcílio Sena.

Militante político desde muito jovem, assumiu recentemente a presidência do PTC Jovem de Parnamirim e do Estado.

“Meu maior objetivo é poder levar para a população uma política com ideias construtivas e também despertar o interesse dos jovens pela política do bem, minha maior expectativa é ver a cidade crescer junto com a população”, declarou.

Pai e filho são mortos e mãe ferida a tiros dentro de casa em Parnamirim, RN

Crime aconteceu na noite deste domingo (5) no bairro Bela Vista. Ninguém foi preso.

Por G1 RN
 

Pai e filho foram mortos a tiros na noite deste domingo (5) dentro de uma casa no bairro Bela Vista, em Parnamirim, cidade da Grande Natal. Uma mulher, que é esposa e mãe das vítimas, foi ferida e socorrida ao hospital. Não há informações sobre o estado de saúde dela. Segundo a Polícia Militar, os assassinos fugiram e não há pistas da motivação do crime.

Ainda de acordo com a PM, foram mortos Edmilson Matias de Lima, de 41 anos, e o filho do casal, Matheus Matias dos Santos, de 18. Já a mulher, que tem 40 anos, foi socorrida ao hospital.

Consta em relatório que a família estava em casa, na Rua São João, quando os criminosos chegaram, invadiram a residência e atiraram. Uma pessoa que não quis se identificar disse aos policiais que viu um carro de cor prata no final da rua, e que duas pessoas estavam dentro do veículo.

Em razão das poucas informações até então, a polícia ainda não tem pistas dos assassinos ou da motivação do crime.

Crime aconteceu no bairro Bela Vista, em Parnamirim — Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi
Crime aconteceu no bairro Bela Vista, em Parnamirim — Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi