Mascarado de ‘Homem-Aranha’, assaltante é espancado pela população na Grande Natal

Caso aconteceu na manhã desta terça-feira (14) em Macaíba. Segundo delegado, homem recebeu voz de prisão e foi levado à delegacia após passar por atendimento médico.

Por G1 RN

14/01/2020 10h40  Atualizado há 7 minutos

Máscara do Homem-Aranha e arma foram apreendidos com suspeito de assaltos em Macaíba, no RN — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Máscara do Homem-Aranha e arma foram apreendidos com suspeito de assaltos em Macaíba, no RN — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um homem que usava máscara do Homem-Aranha para realizar assaltos no município de Macaíba, região metropolitana de Natal, acabou sendo pego e surrado pela população, segundo informou a Polícia Civil. O caso aconteceu na manhã desta terça-feira (14). Após a chegada da Polícia Militar, o homem socorrido ao hospital e recebeu voz de prisão.

Pelo menos duas pessoas foram vítimas do criminoso. Ainda de acordo com o delegado Cidórgeton Pinheiro, uma das vítima também precisou de atendimento na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do município e, após atendimento, foi levada à delegacia prestar depoimento.

O caso aconteceu durante um arrastão de uma casa no loteamento Santa Rosa, no distrito de Mangabeira. As vítimas teriam reagido e entrado em luta corporal com os criminosos. Além da máscara, a Polícia Militar apreendeu uma arma de fabricação caseira com o suspeito.

Até a publicação desta matéria, o delegado ainda estava ouvindo o suspeito e outros envolvidos.

Receita Federal fecha fábrica de cigarros irregular na Grande Natal

Foi constatada a falta de pagamento de tributos, em valores estimados em R$ 1 bilhão, incluindo multa e juros, além da existência de sócios laranjas na administração da empresa.

Por G1 RN

10/06/2019 14h20  Atualizado há 19 horas


Receita Federal fecha fábrica de cigarros irregular em Macaíba — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi
Receita Federal fecha fábrica de cigarros irregular em Macaíba — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi

Uma fábrica de cigarros irregular que funcionava em Macaíba, na Grande Natal, foi fechada nesta segunda-feira (10), em uma operação da Receita Federal. De acordo com a Receita, foi constatada a falta de pagamento de tributos federais, em valores estimados em R$ 1 bilhão, incluindo multa e juros, além da existência de sócios laranjas na administração da empresa.

A ação foi denominada de Operação Grandes Rios. De acordo com a Receita Federal, a fábrica operava com mais de 300 funcionários. Uma outra operação já havia fechado a fábrica de cigarros, no entanto ela voltou a funcionar.

A Operação Grandes Rios, iniciada em abril pela Receita Federal em conjunto com a Polícia Federal e com o Ministério Público Federal, investigou a ocorrência de crimes contra a ordem tributária no setor de fabricação de cigarros.

Na ocasião foram cumpridos mandados de busca e apreensão nos estados do Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Pernambuco e São Paulo. A Receita Federal diz que, na ocasião, foram obtidas provas para identificar o grupo econômico oculto responsável pela gestão das empresas constituídas por sócios “laranjas”.

Ainda segundo a Receita, a operação realizada nesta segunda (10) também houve a constatação de sócios sem capacidade financeira e operacional para a gestão da empresa. A ação teve participação de 17 auditores-fiscais, apoio da PF e apoio logístico da Marinha do Brasil e do Exército Brasileiro.