Olé mostra plaquinhas de campeão da taça da Libertadores de Flamengo e River Plate

Escudo, nome, país e ano da conquista ficam gravados na base do troféu do torneio

Por GloboEsporte.com — Buenos Aires, Argentina

18/11/2019 08h23  Atualizado há 2 horas


De acordo com o jornal argentino Olé, a Conmebol tem prontas as plaquinhas de campeão da Copa Libertadores de 2019 para Flamengo e River Plate. Basta pregar na base do troféu depois do apito final da decisão do sábado que vem, no Estádio Monumental de Lima, no Peru. O jogo começa às 17h (de Brasília) e tem transmissão ao vivo da TV Globo e GloboEsporte.com.

O troféu da Libertadores tem placas com todos os campeões desde 1960, ano da primeira disputa do torneio. Se vencer a final, o Flamengo gravará seu nome pela segunda vez na base da taça, bisando a conquista de 1981. Caso ganhe, o River Plate aparecerá pela quinta vez, a terceira nos últimos cinco anos, a segunda seguida, repetindo a glória de 1986, 1996, 2015 e 2018.

Troféu da Taça Libertadores com as plaquinhas na base — Foto: REUTERS/Agustin Marcarian
Troféu da Taça Libertadores com as plaquinhas na base — Foto: REUTERS/Agustin Marcarian

O recordista de títulos é o Independiente, da Argentina, com sete. O Boca Juniors soma seis, seguido por Peñarol, do Uruguai, com cinco – o Estudiantes de La Plata tem quatro também.

Abel passa mal e sai de campo antes do término da partida

Treinador foi acompanhado ao vestiário após o gol de pênalti do Flamengo nos acréscimos da segunda etapa

FOX Sports

O técnico Abel Braga saiu de campo antes do término da partida entre Flamengo e Fluminense. O treinador rubro-negro foi acompanhado aos vestiários pela equipe médica do clube após a batida da cobrança de pênalti de Éverton Ribeiro que deu a vitória ao clube rubro-negro. Antes da cobrança da penalidade, o treinador já era socorrido pela comissão técnica.

Bundesliga, Argentino e Bellator 219: só no FOX Sports

O Flamengo venceu o Fluminense por 2 a 1 e avançou à final da Taça Rio. Os gols da equipe rubro-negram foram marcados por Renê e Éverton Ribeiro. Yony González descontou. Vale lembrar que o time de Abel Braga teve Bruno Henrique expulso na primeira etapa