Morre aos 85 anos João Adauto, ex-prefeito de Pedro Avelino

É com imenso pesar que noticiamos o falecimento, nesta data, do advogado e ex prefeito de Pedro Avelino, o Sr. João Adauto da Costa.

Facebook de Alexandre Sobrinho

JOÃO ADAUTO DA COSTA O 5º PREFEITO ELEITO DE PEDRO AVELINO

Natural de Pedro Avelino, sendo filho do casal Diómedes Xavier da Costa e Josefa Câmara Costa, João Adauto da Costa, nasceu no dia, 15 de Novembro de 1933, desde criança era fascinado por Leis, ao ponto de quando criança, criar uma delegacia e ser o delegado, sua paixão pelo direito, o levou a tornar-se Bacharel e em seguida Advogado, Seu João, como era carinhosamente chamado nunca se afastou de sua terra, dedicando-lhe os anos de maior vigor de sua vida.

No campo social, juntamente com Raimundo Cavalcanti de Albuquerque, foi um dos idealizadores do Coutry club, João Adauto, é até hoje um dos maiores foliões de nossa cidade, os carnavais por ele organizado, tinha como uma das atrações a famosa banda do 16º Batalhão, devido o seu amor de João Adauto, pela festa momesca, Praxedes, compôs o frevo “coutry club” e o ofereceu numa terça feira de carnaval.

No campo politico, tornou-se o 5º prefeito eleito de Pedro Avelino, quando no ano de 1972, sendo candidato pelo M.D.B e tendo como companheiro de chapa o Sr. José Bezerra da Costa, obteve 918 votos, vencendo a chapa da ARENA, que era formada por José Dirceu Soares e João Câmara Filho, que obteve 877 votos.

O Prefeito João Adauto da Costa, teve o mandato de, 1º de janeiro de 1973 a 31 de dezembro de 1976, e foi o grande responsável pela organização funcional da prefeitura, distribuiu departamentos, criou a data de pagamento do funcionário público, reformou a sede da prefeitura, e também o mercado publico, construiu a praça do cruzeiro e modernizou a Câmara de vereadores.

No inicio dos anos 90, o Advogado João Adauto da Costa, foi nomeado para ocupar um dos mais importantes cargos na esfera estadual o de Diretor administrativo e financeiro da TELERN, João Adauto, era casado com Sra Severina Bezerra da Costa, que já foi vice prefeita de cidade, tem três filhos, João Adauto Segundo, Henrique Eduardo e José Alexandre Sobrinho, os dois últimos seguiram os passos do pai e também são advogados.

Informações Revivendo Pedro Avelino

Nota de Falecimento: Morre Francisco de Assis da Costa (ventulina) de 39 anos

É com profundo pesar que a família de Francisco de Assis da Costa (ventulina) comunica o seu falecimento, na data desta segunda-feira, 29/07, ocorrido em Natal.

O corpo será velado na Rua: Clidenor de Oliveira Costa, no Bairro: São Geraldo, a partir das 15hs, e seu sepultamento será no cemitério público municipal de Pedro Avelino.

Dilma Rousseff se despede da mãe em BH e recebe amigos no velório

Dilma Jane Rousseff morreu aos 95 anos em casa, na capital mineira, neste sábado; corpo foi cremado em cerimônia reservada à família neste domingo.

Por TV Globo — Belo Horizonte

14/07/2019 15h40  Atualizado há 15 horas


Ex-presidente Dilma Rousseff (PT) durante velório da mãe, Dilma Jane Rousseff, que morreu em Belo Horizonte — Foto: Reprodução/TV Globo
Ex-presidente Dilma Rousseff (PT) durante velório da mãe, Dilma Jane Rousseff, que morreu em Belo Horizonte — Foto: Reprodução/TV Globo

A família de Dilma Jane Rousseff, mãe da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), se despediu da matriarca em uma cerimônia fechada de cremação, na tarde deste domingo (14). A ex-presidente chegou de Londres neste domingo para a despedida.

Dilma Jane morreu em casa, neste sábado (13), aos 95 anos de idade. A causa da morte não foi confirmada, mas ela já estava adoentada há bastante tempo, inclusive durante a campanha da filha ao Senado por Minas Gerais, em 2018.

O corpo foi cremado no Cemitério e Crematório Parque Renascer, em Contagem na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A cerimônia foi encerrada às 13h30, segundo o cemitério. A imprensa não pode acompanhar.

Ex-presidente Dilma Rousseff cumprimenta amigos na chegada ao velório da mãe, Dilma Jane Rousseff, que morreu em Belo Horizonte — Foto: Reprodução/TV Globo
Ex-presidente Dilma Rousseff cumprimenta amigos na chegada ao velório da mãe, Dilma Jane Rousseff, que morreu em Belo Horizonte — Foto: Reprodução/TV Globo

No velório realizado na manhã deste domingo, a ex-presidente recebeu a visita de vários amigos, inclusive políticos, em sua maioria do PT. Dilma entrou e saiu do velório sem falar com a imprensa.

Passaram pelo velório o ex-governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), os deputados federais Rogerio Correa (PT) e Reginaldo Lopes (PT), e o vereador e presidente do partido em Belo Horizonte Arnaldo Godoy (PT), que se tornou amigo de Dilma Rousseff pelo trabalho no PT.

“Ela [Dilma Rousseff] fez questão de vir, uma filha carinhosa que é. Embora não pareça, a Dilma é muito carinhosa, muito afetuosa. Assim que ela me recebeu, ela me abraçou fortemente. É uma filha que sempre esteve com a mãe. Mesmo na Presidência da República, sempre tinha um tempo para a mãe dela”, disse Arnaldo Godoy.

Deputado federal Rogerio Correa (PT) e o vereador e presidente do PT em Belo Horizonte, Arnaldo Godoy — Foto: Reprodução/TV Globo
Deputado federal Rogerio Correa (PT) e o vereador e presidente do PT em Belo Horizonte, Arnaldo Godoy — Foto: Reprodução/TV Globo

Arnaldo disse que Dilma estava tranquila no velório da mãe e que se demonstrou muito feliz com a presença de amigos, inclusive amigas de quando ela estudou no Estadual Central, escola pública muito tradicional em Belo Horizonte.

G1 não conseguiu contato com a assessoria da ex-presidente para saber se ela ainda fica em Belo Horizonte por alguns dias.

Nascida em 1924 em Minas Gerais, Dilma Jane foi professora. Ela se casou com o imigrante búlgaro Pétar Russév que era funcionário da siderúrgica Mannesmann.

Ex-governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), no velório da mãe de Dilma Rousseff, em Belo Horizonte — Foto: Reprodução/TV Globo
Ex-governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), no velório da mãe de Dilma Rousseff, em Belo Horizonte — Foto: Reprodução/TV Globo

Convite: Missa de trigésimo dia do falecimento de Francisco Joel Sobrinho

A família Trindade, ainda consternada com o falecimento de Francisco Joel Sobrinho (Cael), convida parentes e amigos para a missa de 30 dias de falecimento do mesmo, que será celebrada neste sábado, 22 de junho de 2019, a partir das 17:30h, na Igreja Matriz de São Paulo Apóstolo em Pedro Avelino.

A família agradece antecipadamente a todos os parentes e amigos que comparecerem nesse ato de fé cristã.

Morre o comunicador Jota Gomes, ícone da crônica policial

Jota faleceu na UPA Potengi após longa luta pela vida

Por Redação, Portal no Ar

1 de março de 2019 | 12:02

"

JOTA GOMES MARCOU ÉPOCA NA TV PONTA NEGRA

Morreu, nesta sexta-feira (1º de março de 2019), o comunicador Jota Gomes. Ícone da crônica policial na TV e das coberturas esportivas no rádio, ele enfrentava sérios problemas de saúde e faleceu na Unidade de Pronto Atendimento do Potengi, na zona norte de Natal.

A reportagem confirmou a morte do comunicador através da esposa dele, Graciete Gomes.

Jota Gomes começou a carreira no Rádio Difusora de Mossoró. Na TV Ponta Negra, com o cabelo cortado à antiga moda sertaneja e com voz nervosa, se tornou um astro do jornalismo local. O bordão “Na Marca da Exclusividade” ficou eternizado na crônica do estado.

Até o fechamento deste registro, Graciete Gomes ainda não tinha informações sobre o velório que está sendo providenciado por parentes.

TRISTEZA: Morre Deise Cipriano, do Fat Family, após luta contra câncer

Aos 39 anos e lutando contra um câncer no fígado, ela estava internada em coma induzido no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo

REDE TV12 de Fevereiro de 2019 às 15:10

TRISTEZA: Morre Deise Cipriano, do Fat Family, após luta contra câncer
FOTO: (Divulgação)

Morreu na tarde desta terça-feira (12) a cantora Deise Cipriano, do Fat Family. A informação foi confirmada pela assessora do grupo, Suh Souza. Aos 39 anos e lutando contra um câncer no fígado, ela estava internada em coma induzido no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo.

Em nota enviada à imprensa mais cedo, a assessoria informou que a cantora estava se recuperando em casa e passando pelas sessões de quimioterapia, mas voltou a passar mal com náuseas, dificuldade para se alimentar e febre.

Encaminhada ao CAIO (Centro de Atendimento de Intercorrências Oncológicas), do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, ela foi submetida a exames, que detectaram queda da imunidade e ela foi internada na UTI do local.

Na manhã desta terça, no entanto, seu estado ficou mais delicado e ela foi submetida a coma induzido, mas não resistiu. “Hoje pela manhã apresentou muita falta de ar, queda da pressão arterial, sendo necessário sedar e entubar a cantora. Sua pressão voltou ao normal e a falta de ar foi controlada”, diz o comunicado enviado mais cedo.

Internada em 21 de agosto após passar mal, a cantora foi diagnosticada com o câncer no aparelho digestivo semanas depois e iniciou as sessões de quimioterapia na mesma época. Ela chegou a comemorar seus 39 anos com uma festa surpresa no hospital.

Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente

Por Fernanda Rouvenat e Carlos Brito, G1 Rio

 

O ator Caio Junqueira em 2007 — Foto: TV Globo / Márcio de SouzaO ator Caio Junqueira em 2007 — Foto: TV Globo / Márcio de Souza

O ator Caio Junqueira em 2007 — Foto: TV Globo / Márcio de Souza

O ator Caio Junqueira, do filme ‘Tropa de Elite’, morreu nesta quarta-feira no Rio aos 42 anos. Ele tinha sofrido um acidente de carro no Aterro do Flamengo no último dia 16 e desde então estava internado no Hospital Miguel Couto.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que o ator morreu às 5h15.

Ele dirigia sozinho em direção ao Centro do Rio, perdeu o controle do carro, que subiu o meio-fio, bateu em uma árvore e capotou. Caio ficou preso dentro do veículo, desacordado, e foi retirado com uma fratura exposta.

O ator estava internado na unidade coronariana desde que chegou ao Miguel Couto. Entre os ferimentos, Cairo Junqueira sofreu um trauma grave no tórax e perdeu muito sangue.

O ator passou por cirurgias, como uma na mão direita, e apresentava febre. No último sábado (19), a mãe do ator contou ao G1 que, mesmo sedado, abriu os olhos e tentou se levantar da cama. “Isso mostra que ele está querendo lutar pela vida”, disse.

Acidente gravado

Vídeo mostra carro do ator Caio Junqueira sainda da pista, no Aterro do Flamengo
Bom Dia Rio
Vídeo mostra carro do ator Caio Junqueira saindo da pista, no Aterro do Flamengo

Vídeo mostra carro do ator Caio Junqueira saindo da pista, no Aterro do Flamengo

Imagens de câmeras da prefeitura registraram o momento do acidente. No vídeo, o carro, aparentemente em alta velocidade, cruza a pista da direita para a esquerda, até subir o meio-fio.

A terra do canteiro central, que é gramado, levanta ao lado de uma área arborizada, que esconde o impacto do veículo em uma das árvores.

Na semana do acidente, amigos e colegas de profissão do ator pediram doações de sangue para ele em redes sociais.

Caio Junqueira em cena de 'Tropa de elite' — Foto: ReproduçãoCaio Junqueira em cena de 'Tropa de elite' — Foto: Reprodução

Caio Junqueira em cena de ‘Tropa de elite’ — Foto: Reprodução

Trajetória

O ator Caio Junqueira iniciou a carreira ainda criança e deixou um legado profissional extenso. Ao todo, ele participou de mais de 20 produções televisivas, além de 10 curtas e pelo menos 15 longas.

Caio de Lima Torres Junqueira nasceu no Rio de Janeiro, em 20 de novembro de 1976. Filho do ator Fábio Junqueira, ele é irmão por parte de mãe do também ator Jonas Torres.

Ele iniciou a carreira no teatro em 1984, aos 7 anos de idade. No ano seguinte, fez sua estreia televisiva ao lado de Diogo Vilela e Zezé Polessa no seriado “Tamanho família”, da extinta TV Manchete. Naquele mesmo ano, também estreou no cinema, no filme “Com licença, eu vou à luta”, de Lui Faria.

O ator Caio Junqueira em 2007 — Foto: TV Globo / Bob PaulinoO ator Caio Junqueira em 2007 — Foto: TV Globo / Bob Paulino

O ator Caio Junqueira em 2007 — Foto: TV Globo / Bob Paulino

O primeiro trabalho na TV Globo se deu em um episódio do seriado “Armação ilimitada”, de Guel Arraes, ao lado do irmão Jonas.

A partir daí, ele fez várias séries e novelas na emissora: “Desejo”, “A viagem”, “Engraçadinha, seus amores e seus pecados”, “Hilda Furacão”, “O clone”, “Um anjo caiu do céu”, “O quinto dos infernos” e “Chiquinha Gonzaga” estão entre seus principais trabalhos.

Caio sempre deu grande atenção ao cinema – foram 10 participações em curtas e pelo menos 15 longas. Em 1996, ele venceu o prêmio de ator revelação do Festival de Gramado pela participação no filme “Buena sorte”, de Tania Lamarca.

Caio Junqueira ao lado de Fabrízzio Bergmann no episódio "O Caso Cabo Anselmo", de "Linha Direta" — Foto: TV Globo / Márcio de SouzaCaio Junqueira ao lado de Fabrízzio Bergmann no episódio "O Caso Cabo Anselmo", de "Linha Direta" — Foto: TV Globo / Márcio de Souza

Caio Junqueira ao lado de Fabrízzio Bergmann no episódio “O Caso Cabo Anselmo”, de “Linha Direta” — Foto: TV Globo / Márcio de Souza

O ator fez parte do elenco de “Zuzu Angel” e “Quase nada”, de Sérgio Rezende, “For all – O trampolim da vitória”, de Buza Ferraz e Luiz Carlos Lacerda, “O que é isso, companheiro?”, de Bruno Barreto, além de “Abril despedaçado” e “Central do Brasil”, ambos assinados por Walter Salles.

No entanto, não há dúvidas de que seu personagem mais marcante junto ao público foi o aspirante Neto, oficial recém-formado da Polícia Militar do Rio de Janeiro, no filme “Tropa de elite”, de José Padilha.

Nos últimos anos, Caio participou de novelas e seriados na TV Record e na Fox Brasil. Seu trabalho mais recente foi o personagem Henrique Villa Verde, na série “O mecanismo”, da Netflix, quando repetiu a parceria com o diretor José Padilha.

Caio Junqueira em cena com Wagner Moura no filme Tropa de Elite — Foto: Reprodução/ Tropa de EliteCaio Junqueira em cena com Wagner Moura no filme Tropa de Elite — Foto: Reprodução/ Tropa de Elite

Caio Junqueira em cena com Wagner Moura no filme Tropa de Elite — Foto: Reprodução/ Tropa de Elite

Após atropelar e matar crianca de 1 ano, jovem é espancado ate a morte em Natal

Atropelamento e linchamento aconteceram na noite desta sexta-feira, 12, no bairro Nazaré.

Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi

Um homem foi espancado até a morte após atropelar e matar uma criança de 1 ano e 4 meses no bairro Nazaré, em Natal, na noite de sexta (12).

De acordo com a Polícia Civil, o motociclista foi identificado como Mateus Miranda do Nascimento, de 18 anos. Ele estava empinando a moto pela Avenida Lima e Silva quando, próximo à Travessa Vila Viana, perdeu o controle do veículo e atropelou a criança. Kauan Henrique estava com a mãe no momento do acidente. Ele morreu na hora.

O motociclista tentou fugir do local do acidente correndo, mas foi pego por populares. Revoltados, eles espancaram Mateus Miranda até a morte. O jovem ainda levou uma facada no peito.

De acordo com o delegado Rysklyft Factore, os responsáveis pelo linchamento ainda não foram identificados, mas pelo menos cinco pessoas participaram do crime. Mateus Miranda não tinha passagem pela polícia.

Esse é o segundo caso de linchamento em Natal em dois dias. Na quinta-feira (11), um homem suspeito de assaltar um ônibus na Ribeira foi pego, amarrado pelo pescoço, arrastado pelo pescoço, espancado e baleado.

G1

Pedro Avelino: Notíciamos o falecimento de Marieta Calaça

É com profundo pesar que a Família Calaça comunica o falecimento da matriarca Maria da Conceição Carneiro Calaça, carinhosamente conhecido por Marieta Calaça, ocorrido neste domingo (7).

Seu corpo será velado na em sua residência, na Rua Gaspar Lopes. O sepultamento está previsto para está segunda-feira (8), às 17h no Cemitério Municipal de Pedro Avelino.

Desejamos à família e amigos do senhora Marieta Calaça os mais sinceros votos de paz espiritual neste momento tão difícil de perda.

Aos que comparecerem, a família enlutada agradece.