Fluminense vence Santos e assume quarta posição do Brasileiro

Palmeiras supera Atlético-GO fora de casa por 3 a 0

Publicado em 25/10/2020 – 18:07 Por Agência Brasil – Rio de Janeiro

O Fluminense derrotou o Santos por 3 a 1 neste domingo (25), em um jogo muito movimentado no estádio do Maracanã, e assumiu a quarta posição, com 29 pontos, do Campeonato Brasileiro da Série A. Já a equipe da Vila Belmiro ficou na sexta posição com 27 pontos.

O Tricolor carioca começou a partida ocupando o campo de ataque, pressionando a saída de bola da equipe santista. Com isso, a equipe carioca começou a criar boas oportunidades, e em uma delas, aos 28 minutos, abriu o marcador. O lateral Danilo Barcelos avançou pela esquerda e cruzou, Fred desviou de cabeça e Luccas Claro finalizou com perfeição. Este foi o quinto gol do zagueiro na temporada.

Porém, o Santos não se entregou, e conseguiu o empate aos 35 minutos. O lateral Madson recebeu na ponta direita e cruzou rasteiro para Marinho, que escorou de primeira para vencer Muriel. Na comemoração, o atacante do Peixe fez uma homenagem a Pelé, que completou 80 anos na última sexta (23).

Vitória no segundo tempo

Após o intervalo o panorama da partida mudou muito pouco. E o Fluminense chegou a seu segundo gol graças a um zagueiro. Logo aos 9 minutos Michel Araújo aproveitou bola que sobrou no alto para cabecear para o meio da área santista, onde Nino acertou de cabeça para vencer o goleiro João Paulo.

A partir daí o Santos passou a forçar o empate, mas não conseguiu, e acabou levando o terceiro já nos acréscimos, quando Marcos Paulo aproveitou rebote dado por João Paulo, após chute de Ganso, e finalizou com liberdade. Fluminense 3, Santos 1, placar final.

O próximo compromisso do Fluminense pelo Brasileiro é no próximo sábado (31), quando visita o Fortaleza no Castelão. No mesmo dia o Santos recebe o Bahia.

Triunfo palmeirense

Na outra partida da 18ª rodada do Brasileiro que começou às 16h deste domingo, o Palmeiras foi até o estádio Olímpico de Goiânia e derrotou o Atlético-GO por 3 a 0.

O Verdão abriu o placar aos 19 minutos do primeiro tempo, quando Wesley partiu sozinho e bateu na saída do goleiro adversário. Os outros dois gols do Palmeiras saíram apenas na etapa final, ambos dos pés Luiz Adriano.

Com este resultado, o Palmeiras ficou na sétima posição com 25 pontos, enquanto o Atlético-GO é o décimo com 22. O próximo compromisso do Verdão é contra o Atlético-MG no dia 2 de novembro, enquanto o Atlético-GO pega o Coritiba no próximo sábado (31).

Veja a classificação atualizada da Série A do Brasileiro.

Brasileiro: Flamengo vence Athletico-PR e entra no G4

Coritiba e São Paulo ficam na igualdade

Publicado em 04/10/2020 – 18:51 Por Rafael Monteiro – Repórter da Rádio Nacional – Rio de Janeiro

O Flamengo venceu o Athletico-PR por 3 a 1 na tarde deste domingo (4), no estádio do Maracanã pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com este resultado, a equipe carioca chegou à quarta posição, com 21 pontos. Contudo, para permanecer no G4 até o final da rodada, terá de torcer para o Vasco não vencer o líder Atlético-MG ainda neste domingo, no Mineirão. Já o Athletico-PR, com 14, fica com apenas dois pontos de vantagem sobre a primeira equipe dentro da zona do rebaixamento, o Coritiba.

Primeiro tempo sem gols

As melhores oportunidades do primeiro tempo foram criadas pelos paranaenses. Com menos de um minuto de jogo, quase abriram o placar. O goleiro Hugo, do Flamengo, saiu tocando errado. Na sequência, o colombiano Jaime Alvarado acertou a trave. Aos 13, o Furacão voltou a assustar no chute cruzado do lateral-esquerdo Abner, forçando a defesa de Hugo. Em seguida, aos 22, o árbitro Rodrigo Dalonso Ferreira (SC) marcou pênalti para o Furacão em falta sofrida por Carlos Eduardo, no carrinho do zagueiro Gabriel Noga. Entretanto, após ser avisado pelo árbitro de vídeo (VAR) Elmo Alves Resende Cunha (GO), voltou atrás. Isso porque a falta aconteceu fora da grande área. Os rubro-negros cariocas incomodaram somente aos 33, em falta cobrada pelo uruguaio Arrascaeta.

Domínio na etapa final

Os cariocas voltaram com outra postura após o intervalo. Com 1 minuto, Everton Ribeiro, que entrou no segundo tempo, chutou de fora da área, exigindo bela defesa do goleiro Santos. Logo depois, aos 10, Pedro abriu o placar com chute na saída de Santos, que, desta vez, não conseguiu defender. Dois minutos depois, Bruno Henrique cruzou e a bola tocou no braço de Léo Gomes dentro da grande área. O árbitro marcou pênalti. O próprio Bruno Henrique cobrou e marcou o segundo para os donos da casa.

Os visitantes ainda reagiram. Aos 21, Renato Kayzer, de cabeça, descontou para os visitantes. Dez minutos depois, Everton Ribeiro, do Flamengo, deu um banho de água fria no adversário. Em um chute de fora da área do meio-campista, a bola desviou na zaga e enganou o goleiro Santos. Flamengo 3, Athletico-PR 1.

Com esta vitória, os flamenguistas aumentaram a invencibilidade contra o Furacão. Nos últimos seis jogos, foram quatro vitórias e dois empates. A última vez que os paranaenses bateram os cariocas foi no Campeonato Brasileiro de 2018, quando o Athletico-PR venceu por 2 a 1, de virada, no Maracanã.

O Flamengo volta a campo na próxima quarta-feira (7) para fazer outro duelo de rubro-negros, desta vez com o Sport. O confronto será realizado no Maracanã, às 19h15. Já o Athletico-PR recebe o Ceará na quinta-feira (8) às 19h, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Igualdade no Couto Pereira

Também pela 13ª rodada do Brasileiro, Coritiba e São Paulo empataram em 1 a 1 em partida disputada, neste domingo (4), no estádio Couto Pereira.

A equipe paulista entrou desligada na partida, e permitiu que o Coxa abrisse o placar aos 5 minutos de jogo. Robson, que já teve passagem pelo São Paulo, cobrou falta com muita categoria por cima da barreira para vencer o goleiro Tiago Volpi.

Com a vantagem no marcador, o time do técnico Jorginho se fechou atrás e segurou o placar até o intervalo. Porém, a equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz chegou à igualdade na etapa final. Em cobrança de falta de Daniel Alves, a bola bate no braço de Hugo Moura dentro da área. O juiz assinalou pênalti, que foi convertido pelo lateral Reinaldo aos 23 minutos.

O empate perdurou até o final, resultado que deixou o São Paulo com 20 pontos e o Coritiba com 12.

Na próxima rodada o Coxa visita o Grêmio em Porto Alegre, na próxima quarta (7) a partir das 19h15, no mesmo dia o Tricolor recebe o Atlético-GO, a partir das 20h30, no Morumbi.

Veja a classificação atualizada da Série A do Brasileiro.

Brusque derrota Londrina e assume liderança do Grupo B da Série C

Garcez marca duas vezes e equipe catarinense garante vitória

Publicado em 01/10/2020 – 23:22 Por Maurício Costa – Repórter da Rádio Nacional – Rio de Janeiro

Em jogo atrasado da 6ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro, o Brusque derrotou o Londrina por 2 a 1 nesta quinta-feira (1), no Augusto Bauer, e assumiu a liderança do Grupo B da competição, com 19 pontos. A equipe paranaense permanece com 11 pontos, na 6ª colocação.

O primeiro tempo foi equilibrado, mas o Brusque aproveitou melhor as oportunidades e saiu para o intervalo com a vantagem de 2 a 1. O time catarinense abriu o placar aos 20 minutos. Cobrança de falta na área e Claudinho finalizou. Dalton defendeu, mas, no rebote, Garcez arrematou para o fundo do gol.

O Brusque ampliou sete minutos depois. Thiago Alagoano soltou a bomba para Dalton espalmar. Ligado no lance, Garcez aproveitou a bobeada da defesa e ampliou. O Londrina diminuiu logo em seguida. Cruzamento de Danilo pela direita, que Carlos Henrique completou de cabeça: 2 a 1.

O Londrina criou boas oportunidades na primeira metade do segundo tempo. Aos 6 minutos, Matheus Bianqui arriscou de fora da área, mas Zé Carlos espalmou. O meio campista tentou novamente, aos 14 minutos, e a bola passou perto do gol do Brusque.

O time catarinense só respondeu aos 34 minutos, com Zé Mateus, que jogou para fora. Dois minutos depois, o Brusque quase ampliou, novamente com Zé Mateus. Ele entrou na área, sozinho, mas finalizou na rede pelo lado de fora. A última chance de empate do Londrina veio aos 48 minutos, mas Zé Carlos defendeu a finalização de Alan Cardoso.

Na próxima rodada, o Londrina recebe o Volta Redonda, domingo (4) às 16h no Estádio do Café. O Brusque enfrenta o Criciúma, segunda-feira (5) às 20h no Augusto Bauer.

Veja a classificação atualizada da Série C do Brasileiro.

CSA, Avaí e Juventude vencem na Série B do Brasileirão

Os alagoanos venceram fora de casa

Publicado em 29/09/2020 – 22:24 Por Rodrigo Ricardo, da Rádio Nacional – Rio de Janeiro

Três partidas abriram a 12ª rodada da Série B do Campeonato no início desta terça (29) à noite. O visitante vencedor foi o CSA, que enfrentou o Vitória em Salvador e ganhou por 1 a 0.

No clássico catarinense entre Avaí e Figueirense, no estádio da Ressacada, melhor para os anfitriões que também venceram por 1 a 0.  Em Caxias do Sul, o Juventude superou por 1 a 0 o Operário-PR.

No Barradão, os alagoanos surpreenderam os donos da casa. Aos 14 minutos do primeiro tempo, Paulo Sergio recebeu livre dentro da área e mesmo desequilibrado, conseguiu marcar o gol da vitória. Foi o terceiro triunfo consecutivo do CSA que chegou a 13 pontos e já respira próximo do meio da tabela.

Em Santa Catarina, o clássico local começou com poucas emoções. Na segunda etapa, o Avaí passou a criar mais, porém, finalizava sem precisão, errando muitos chutes em direção à meta do Figueirense. O jogo caminhava para o empate, quando aos 42 minutos, Gáston Rodriguez acertou o gol. O zagueiro Alemão perdeu a cabeça e foi expulso, por pouco o jogador não agride o árbitro.

No Alfredo Jaconi, o time da casa sofreu, mas também levou a melhor. Aos 18 minutos do segundo tempo, Dalberto recebeu cruzamento pela esquerda e com um toque colocado venceu o goleiro Thiago Braga. O resultado levou provisoriamente os gaúchos ao G-4 com 19 pontos.

Edição: Liliane Farias

Fluminense goleia Coritiba e encosta no G4

Tricolor espanta má fase e aproveita fragilidade do adversário

Publicado em 28/09/2020 – 22:12 Por Maurício Costa – Repórter da Rádio Nacional – Rio de Janeiro

Em noite de estreia de terceiro uniforme, o Fluminense espantou a má fase, goleou o Coritiba por 4 a 0, nesta segunda (28) no estádio Nilton Santos, e encostou no G4 do Campeonato Brasileiro. Com a vitória, o Tricolor chegou a 17 pontos, na 7ª posição. O Coritiba permanece com 11 pontos, na 16ª colocação.

Fragilidade do Coritiba, Intensidade do Tricolor

O Fluminense começou a todo vapor e abriu o placar logo aos 7 minutos. Wellington Silva tocou para Michel Araújo. O camisa 15 acertou um foguete de perna esquerda, no ângulo do goleiro Wilson e fez um golaço. Foi o primeiro gol do uruguaio em partidas oficiais pelo Fluminense, justamente no dia de seu aniversário de 24 anos.

Aos 13 minutos, o Tricolor quase ampliou. Escanteio cobrado pela esquerda e Nino cabeceou, livre, à direita do gol do Coritiba. Quatro minutos depois, Wellington Silva arriscou de fora da área e obrigou Wilson a fazer boa defesa em dois tempos.

Depois da blitz tricolor, o Coritiba começou a assustar. Aos 29 minutos, Matheus Bueno chutou de perna esquerda no cantinho de Muriel, que espalmou para escanteio. A chance do empate veio aos 41 minutos. Robson recebeu cruzamento da esquerda e, na cara do gol, chutou para fora.

O Coritiba voltou melhor no segundo tempo e quase empatou aos 9 minutos, novamente com Robson. O camisa 30 arriscou de fora da área e a bola explodiu na trave esquerda de Muriel. No pior momento do Fluminense na partida, o Tricolor ampliou.

Igor Julião lançou Felippe Cardoso, que havia acabado de entrar no lugar de Fred. O atacante dominou, driblou Wilson e rolou para marcar o segundo. O Coritiba sentiu e o Fluminense aproveitou.

O terceiro gol saiu de bola parada, aos 26 minutos. Nenê cobrou falta da intermediária pela direita, Matheus Ferraz escorou para trás e Nino, sozinho na pequena área, completou para o gol. A equipe visitante quase diminuiu aos 33 minutos, novamente com Robson. Ele tentou de cobertura de fora da área e a bola bateu no travessão tricolor.

A resposta do Fluminense foi com mais um gol. Em contra-ataque puxado por Dodi, Natanael derrubou o volante dentro da área, cometeu pênalti, e recebeu cartão vermelho. Ganso foi para cobrança e fez o quarto, aos 41 minutos, para fechar a goleada.

Na próxima rodada, o Fluminense enfrenta o Botafogo, domingo (4) às 11h no estádio Nilton Santos. O Coritiba recebe o São Paulo, no mesmo dia às 16h no Couto Pereira.

Veja a classificação atualizada da Série A do Brasileiro.

Após imbróglio judicial, Palmeiras e Flamengo empatam em 1 a 1

Decisão do TST autorizando o jogo saiu a 10 minutos do início do duelo

Publicado em 27/09/2020 – 19:26 Por Juliano Justo – Repórter da TV Brasil e Rádio Nacional – São Paulo

Após uma batalha jurídica que teve início na sexta-feira (25) e só terminou dez minutos antes do início da partida da tarde deste domingo (27), as equipes do Palmeiras e Flamengo puderam finalmente entrar em campo, no Allianz Parque, em São Paulo, pela 12ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O jogo, que por pouco não aconteceu devido a decisões judiciais e recursos impetrados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), acabou em empate em 1 a 1. O resultado deixou, provisoriamente o Palmeiras na quarta posição, com 19 pontos, e o Flamengo em quarto lugar, com 18. Mas o Santos recebe o Fortaleza, daqui a pouco às 20h30 (horário de Brasília), na Vila Belmiro, em São Paulo. O Peixe, oitavo colocado, soma 16 pontos, e em caso de vitória, pode embaralhar o G4.

Com 20 jogadores infectados pelo novo coronavírus (covid-19), o Rubro-Negro  mandou a campo uma equipe recheada de garotos e o duelo acabou sendo muito mais parelho do que o cenário prévio apontava. O experiente trio Thiago Maia, Gerson e Arrascaeta, com auxílio do talentoso atacante Pedro, comandou a equipe que, praticamente, não chegou a ser ameaçada no primeiro tempo. Os donos da casa até ficaram mais com a bola: media de 60% para o Verdão. Mas os paulistas abusaram demais da lentidão e não conseguiram criar chances efetivas de gol. Inclusive, quem esteve mais perto de marcar foi o time carioca. Pedro e Arrascaeta colocaram o goleiro Weverton para trabalhar. A melhor chance do Verdão foi só nos acréscimos. Zé Rafael chutou de fora da área e Hugo defendeu.

Na volta do intervalo, as equipes pareciam mais animadas a mostrar um bom futebol. Tanto que, aos nove minutos, o Palmeiras abriu o placar, após uma bela troca de passes: Raphael Veiga tocou para o centroavante Luiz Adriano, que ajeitou para Patick de Paula emendar de primeira, de fora da área, O chute saiu forte e desviou em Thiago Maia, tirando o goleiro Hugo do lance. No entanto, na sequência, um minuto depois, o Rubro-Negro empatou. A jogada começou com Arrascaeta que foi até a linha de fundo e cruzou para trás. Como um bom matador, o centroavante Pedro estava onde deveria, e finalizou com categoria. Tudo igual no Allianz Parque. O Palmeiras insistiu, e aos 13 minutos, quase passou à frente no placar com Matías Viña, que praticamente colocou a bola na cabeça de Luiz Adriano. O artilheiro do Verdão tocou com força no contrapé do goleiro Hugo que salvou o Flamengo.  Depois foi a vez do Flamengo quase ampliar: aos 23 minutos, Lincoln tabelou com Arrascaeta e encontrou Pedro dentro da área. O artilheiro fez o pivô para o uruguaio Arrascaeta ficar sozinho na marca do pênalti. O chute saiu raspando a trave do gol palmeirense. Depois disso, as duas equipes até tentaram, não não conseguiram mudar o marcador, e jogo terminou mesmo em 1 a 1.


Na próxima rodada do Brasileiro, o Palmeiras recebe o Ceará no sábado (3), no Allianz Parque. O Flamengo joga no Maracanã, no domingo (4), contra o Athletico Paranaense. Mas, antes disso, os dois times têm compromissos pela Libertadores no meio de semana. Flamengo e Independiente del Valle devem jogar no Maracanã na quarta-feira (30), pelo Grupo A. E Palmeiras vai receber o Bolívar no Allianz Parque também na quarta-feira. Confira AQUI a tabela de classificação da Série A do Campeonato Brasileiro.

Copa do Brasil: Atlético-GO marca nos acréscimos e elimina Fluminense

Dragão dominou toda partida e lutou até o fim pela classificação

Publicado em 24/09/2020 – 22:21 Por Maurício Costa – Repórter da Rádio Nacional – Rio de Janeiro

Com amplo domínio da partida, o Atlético-GO sufocou o Fluminense do início ao fim e saiu de campo com a vitória por 3 a 1, nesta quinta (24), no Estádio Olímpico (GO). Com o resultado, a equipe do técnico Vagner Mancini avançou para as oitavas de final da Copa do Brasil, já que o Tricolor havia vencido o confronto de ida apenas por 1 a 0, no Maracanã.

Dragão é o dono do jogo

Precisando vencer, o Atlético-GO começou o jogo partindo para cima do Fluminense. Logo aos 3 minutos, Marlon Freitas aproveitou boa jogada de Janderson pela direita e chutou cruzado, passando perto do gol Tricolor. Aos 9 minutos, o Dragão contou com uma grande ajuda de Muriel para abrir o placar. Hyuri lançou Ferrareis pela esquerda, o camisa 11 cruzou na área em bola fácil para Muriel. No entanto, na hora de encaixar a defesa, o goleiro acabou entregando a bola nos pés de Chico, que não teve problemas para fazer o primeiro.

Mesmo diminuindo o ritmo na parte final do primeiro tempo, o Atlético-GO criou boas chances para ampliar, sendo a melhor aos 42 minutos. Dudu avançou pela direita e jogou na área do Fluminense. Ferrareis cabeceou com perigo, tirando tinta da trave direita de Muriel.

Na única oportunidade real de gol que teve, o Fluminense empatou aos 50 minutos da etapa inicial. Cobrança de escanteio de Egídio pela esquerda e Luccas Claro subiu mais que toda a defesa para cabecear com força e deixar tudo igual.

O segundo tempo começou em ritmo mais lento, mesmo assim o Atlético-GO continuou melhor. O Fluminense mal conseguiu passar do meio de campo e o Dragão não criava muitas chances para finalizar.

A partir dos 25 minutos, o Atlético-GO começou a chegar com mais perigo. Primeiro com Matheus Vargas, que finalizou de perna direita para Muriel encaixar. No minuto seguinte, Janderson avançou pela direita e tentou cruzamento. O atacante quase marcou o gol mesmo sem querer.

Aos 33 minutos, o Atlético-GO marcou o segundo. Janderson soltou a bomba e Muriel fez grande defesa. No rebote, Marlon Freitas estufou as redes do Fluminense. Cinco minutos depois, Matheus Vargas invadiu a área e, na hora de chutar, Luccas Claro conseguiu evitar o gol da classificação do Dragão.

O Fluminense teve a chance do empate aos 44 minutos. Nenê entrou na área pela esquerda e finalizou rasteiro, cruzado. A bola desviou na zaga e foi pela linha de fundo.

O Atlético-GO garantiu a vaga nas oitavas de final aos 47 minutos do segundo tempo. Matheuzinho subiu pela esquerda e tocou na medida para Matheus Vargas chutar, decretar a vitória por 3 a 1 e colocar o Dragão na próxima fase da Copa do Brasil.

Veja a tabela da Copa do Brasil.

Vice-presidente do Flamengo defende volta da torcida aos estádios

A notícia gerou diferentes reações e a CBF ainda não se manifestou

Publicado em 19/09/2020 – 20:03 Por Rodrigo Ricardo – Repórter da Rádio Nacional – Rio de Janeiro

Neste sábado (19), em coletiva à imprensa, o vice-presidente do Flamengo, Marcos Braz, defendeu o retorno dos torcedores aos estádios. “A mágica do futebol, de todos os esportes, é o público”, pontuou o dirigente, mas sem abrir mão das precauções diante da pandemia que continua a fazer novos casos e óbitos. “Desde que tenha segurança, tem que ter público”, enfatizou. 

O governador interino do Rio de Janeiro, Claúdio Castro, decretou o prosseguimento de medidas preventivas contra a doença até 6 de outubro, entre elas a não realização de eventos esportivos com a presença de público.

O mundo do futebol brasileiro está em polvorosa com a possível volta da torcida aos estádios para 4 de outubro, precisamente, no jogo Flamengo x Athletico-PR. A Federação de Futebol do Estado do Rio (Ferj) e o próprio poder municipal acenaram positivamente para esta possibilidade na última sexta.  

A notícia gerou diferentes reações e a Confederação Brasileira de Futebol ainda não se manifestou. O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, disse que o time dele não vai entrar em campo. Já o Vasco entende que a presença do público precisa ser autorizada em todo o território nacional, sob o risco de se criar um desequilíbrio no esportivo.

A ideia é que é os jogos possam receber 30% da capacidade permitida de pessoas nas partidas e com todos os presentes usando máscaras. O Maracanã, por exemplo, poderia ter 22 mil pagantes para o evento, mesmo ainda em meio ao novo coronavírus (covid 19).

Segundo o último boletim da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, foram registrados até agora 251.261 casos confirmados e 17.634 mortes devido à covid-19. Existem ainda 403 óbitos em investigação e 228.258 pacientes recuperados.

Liga dos Campeões: Neymar é indicado ao prêmio de melhor atacante

Argentino Messi e português Cristiano Ronaldo estão fora da disputa

Publicado em 17/09/2020 – 16:33 Por Agência Brasil – Rio de Janeiro

O atacante brasileiro Neymar foi indicado nesta quinta-feira (17) ao prêmio de melhor atacante da última edição da Liga dos Campeões. Segundo a Uefa (entidade máxima do futebol europeu), ele disputa a premiação com o francês Kylian Mbappé, seu colega de PSG, e com o polonês Robert Lewandowski, do Bayern de Munique.

O que chama a atenção é que nem o argentino Lionel Messi (Barcelona) nem o português Cristiano Ronaldo (Juventus) disputam a premiação, pois suas equipes não tiveram uma boa performance na competição.

Mas mesmo com a ausência dos dois craques, o brasileiro Neymar não deve ter vida fácil na disputa, pois terá como principal concorrente o polonês Lewandowski, que foi peça fundamental na conquista, invicta, da última edição da Liga dos Campeões pelo Bayern de Munique.

Na competição continental, o artilheiro marcou 15 gols em 10 partidas, além de assinalar seis assistências. Já o brasileiro teve números mais modestos, com três gols e quatro assistências, enquanto Mbappé marcou em cinco oportunidades e deu cinco passes para gol.

Além dos concorrentes ao prêmio de melhor atacante da última edição da Liga dos Campeões, a Uefa anunciou os candidatos aos prêmios de melhores goleiros, defensores e meio-campistas. O Brasil tem apenas mais um representante na disputa, o meia Thiago Alcântara, do Bayern de Munique e que é naturalizado espanhol.

Edição: Fábio Lisboa

Brasileiro: Flamengo vence e entra de vez na briga pela liderança

Santos supera Atlético-MG em grande jogo

Publicado em 09/09/2020 – 23:34 Por Agência Brasil – Rio de Janeiro

O Flamengo entrou de vez na briga pela liderança do Campeonato Brasileiro após derrotar o Fluminense por 2 a 1 nesta quarta (9) no estádio do Maracanã. Com este resultado, a equipe da Gávea assume a vice-liderança com os mesmos 17 pontos do líder Internacional, que enfrenta o Ceará nesta quinta (10) no Beira Rio.

Protesto contra a violência

Havia muita expectativa em torno do Fla-Flu desta quarta. Porém, antes de a bola rolar os jogadores das duas equipes ficaram parados, de braços cruzados, como forma de protesto contra a violência no futebol. A mobilização acontece após atletas do Figueirense serem agredidos por torcedores que invadiram o treino da equipe no último sábado (5).

Vantagem Rubro-negra

Porém, com a bola rolando, o que se viu foi um Flamengo que dominou as ações desde o início. Com isso, a equipe comandada pelo técnico espanhol Domènec Torrent abriu o placar logo aos 7 minutos. A equipe da Gávea fez boa trama pela direita, que terminou com cruzamento do lateral Isla. Arrascaeta finalizou de cabeça, e Muriel defendeu de forma parcial. O lateral Filipe Luís aproveitou sobra de bola, e bateu de primeira para marcar.

A equipe da Gávea continuou melhor na partida, mandando nas ações, enquanto o Fluminense apresentava muito pouco diante de um adversário claramente superior.

Assim, o segundo gol saiu ainda na primeira etapa. Após cobrança de falta de Arrascaeta da intermediária, Muriel voltou a rebater mal a bola, que sobrou para o atacante Gabriel Barbosa pegar de primeira, com força, para fazer 2 a 0 aos 33.

Na etapa final, o técnico Odair Hellmann promoveu algumas mudanças, e o Fluminense conseguiu melhorar um pouco.

O Tricolor chegou a marcar o gol de honra, já aos 47 com o zagueiro Digão de cabeça após cobrança de escanteio, mas nada que conseguisse criar grandes problemas para o Flamengo, que, com tranquilidade, garantiu a vitória final por 2 a 1.

Grande jogo na Vila

No outro jogo da nona rodada que teve início nesta quarta às 21h30, Santos e Atlético-MG brindaram a torcida com um grande futebol.

Mesmo jogando fora de casa, o Atlético começou melhor, pressionando o adversário e ditando o ritmo do confronto. Já o Santos apostava na velocidade de Marinho e Soteldo.

Até que, aos 15 minutos, acontece um lance que mudou os rumos do jogo. Mariano recua muito mal a bola. Marinho tenta chegar nela, mas o goleiro Rafael derruba o atacante na intermediária. O que leva à expulsão do defensor.

Com um jogador a mais, o Santos não demora a abrir o marcador. E o gol vem aos 21, quando o meia Arthur Gomes bate na saída de Victor (que entrou no lugar de Rafael).

Porém, mesmo com um a menos, o Atlético-MG não se acovarda e continua ofensivo. E a coragem da equipe mineira é premiada aos 34 minutos, quando Franco recebe de Sasha para empatar.

O jogo continua muito bom, com chances de lado a lado. E o Santos consegue voltar à vantagem ainda na primeira etapa, com Marinho, que apenas escora para o fundo do gol bola cruzada por Madson. 2 a 1 para o time da casa aos 38 do primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Santos consegue chegar ao terceiro apenas nos acréscimos, quando Marinho marcou de pênalti para assumir a artilharia do Campeonato Brasileiro ao lado de Thiago Galhardo, do Internacional, também com seis gols. Final de partida, Santos 3, Atlético-MG 1.

Pênaltis perdidos

Em partida que iniciou às 19h30, o São Paulo empatou em 1 a 1 com o Bragantino no estádio do Morumbi, em partida com duas cobranças de pênaltis desperdiçadas pelos visitantes.

Após um primeiro tempo sem gols, o Bragantino abriu o placar aos 7 minutos da etapa final com Raul, que bateu de primeira após passe de Artur.

Aos 18 minutos o Bragantino tem a chance de ampliar a vantagem, mas Claudinho desperdiça cobrança de pênalti.

E aos 32 o São Paulo chega à igualdade, com Luciano, que vive fase artilheira no Tricolor.

Porém, aos 45 o juiz assinala novo pênalti para o Bragantino, mas Artur chuta na trave a chance da vitória.

Veja a classificação atualizada da Série A do Brasileiro.