Confira a lista de instituições de ensino superior com nota máxima em avaliação do MEC

Dados do Ministério da Educação indicam que apenas 2% das instituições de ensino conseguiram a nota máxima em avaliação. Veja quais são elas.

Por G1

12/12/2019 08h57  Atualizado há 20 minutos


Ministério da Educação divulga avaliação da qualidade do ensino superior no país

Apenas 2% das instituições de ensino superior têm nota máxima no Índice Geral de Cursos (IGC), que avalia a qualidade das instituições do país. A escala vai de 1 a 5, onde 1 e 2 são insuficientes e 5 é nota máxima.

Os dados determinam parâmetros para o MEC definir a participação das instituições de ensino superior em programas do governo, entre outros pontos. Em caso de sucessivas notas insatisfatórias, pode haver sanções.

O IGC integra o Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior (Sinaes), ao lado do Conceito Preliminar dos Cursos (CPC). Os dados são de 2018 e foram divulgados nesta nesta quinta-feira (12).

Nenhuma universidade pública teve a nota mínima, e 13 instituições federais tiveram avaliação máxima (nota 5). Confira abaixo quais são e, em seguida, a lista completa com as melhores do país:

  • Universidade Federal de Lavras (MG)
  • Universidade Federal de Viçosa (MG)
  • Universidade Federal de Minas Gerais (MG)
  • Universidade Federal do Paraná (PR)
  • Instituto Militar de Engenharia (RJ)
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (RJ)
  • Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (RS)
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul (RS)
  • Universidade Federal de Santa Catarina (SC)
  • Fundação Universidade Federal do Abc (SP)
  • Universidade Federal de São Carlos (SP)
  • Universidade Federal de São Paulo (SP)
  • Instituto Tecnológico de Aeronáutica (SP)

Confira as instituições bem avaliadas:

Instituições com avaliação máxima em índice do MEC, por estado

EstadoInstituiçãoSiglaCategoria
BAFaculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de SantanaFAESF/UNEFPrivada com fins lucrativos
ESFaculdade do Espírito SantoUNESPrivada com fins lucrativos
ESFaculdade de Castelo – Multivix CasteloMultivix CasteloPrivada com fins lucrativos
ESFaculdade São GeraldoFSGPrivada com fins lucrativos
ESFaculdade FucapeFUCAPEPrivada sem fins lucrativos
ESFaculdade de Direito de VitóriaFDVPrivada com fins lucrativos
MGFaculdade Jesuíta de Filosofia E TeologiaFAJEPrivada sem fins lucrativos
MGUniversidade Federal de LavrasUFLAPessoa Jurídica de Direito Público – Federal
MGUniversidade Federal de ViçosaUFVPública Federal
MGUniversidade Federal de Minas GeraisUFMGPessoa Jurídica de Direito Público – Federal
PRFaculdade de Tecnologia InspirarInspirarPrivada com fins lucrativos
PRFaculdade Cristã de CuritibaFCCPrivada sem fins lucrativos
PRUniversidade Federal do ParanáUFPRPessoa Jurídica de Direito Público – Federal
RJEscola Brasileira de Economia E FinançasEBEFPrivada sem fins lucrativos
RJInstituto Militar de EngenhariaIMEPública Federal
RJEscola de Enfermagem da Fundação Técnico Educacional Souza MarquesEEFTESMPrivada sem fins lucrativos
RJEscola Brasileira de Administração Pública E de EmpresasEBAPEPrivada sem fins lucrativos
RJEscola de Direito do Rio de JaneiroDIREITO RIOPrivada sem fins lucrativos
RJEscola de Ciências SociaisPrivada sem fins lucrativos
RJEscola de Matemática AplicadaEMAp-FGVPrivada sem fins lucrativos
RJUniversidade Federal do Rio de JaneiroUFRJPessoa Jurídica de Direito Público – Federal
RNFaculdade Católica do Rio Grande do NortePrivada sem fins lucrativos
RSFundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto AlegreUFCSPAPública Federal
RSUniversidade Federal do Rio Grande do SulUFRGSPessoa Jurídica de Direito Público – Federal
RSFaculdades EstESTPrivada sem fins lucrativos
SCFaculdade SociescPrivada sem fins lucrativos
SCUniversidade Federal de Santa CatarinaUFSCPessoa Jurídica de Direito Público – Federal
SPFaculdade de Teologia de São Paulo da Igreja Presbiteriana Independente do BrasilPrivada sem fins lucrativos
SPFaculdade São Leopoldo MandicPrivada com fins lucrativos
SPEscola de Direito de São Paulo – Fgv Direito SpFGV Direito SPPrivada sem fins lucrativos
SPFaculdade FipecafiFIPECAFIPrivada sem fins lucrativos
SPFaculdade de Tecnologia Saint PaulPrivada com fins lucrativos
SPFaculdade Escola Paulista de DireitoFACEPDPrivada sem fins lucrativos
SPInsper Instituto de Ensino E PesquisaINSPERPrivada sem fins lucrativos
SPFundação Universidade Federal do AbcUFABCPública Federal
SPUniversidade Federal de São CarlosUFSCARPública Federal
SPUniversidade Federal de São PauloUNIFESPPessoa Jurídica de Direito Público – Federal
SPUniversidade Estadual de CampinasUNICAMPPública Estadual
SPUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita FilhoUNESPPública Estadual
SPInstituto Tecnológico de AeronáuticaITAPública Federal
SPEscola de Administração de Empresas de São PauloFGV-EAESPPrivada sem fins lucrativos
SPEscola de Economia de São PauloEESPPrivada sem fins lucrativos

Fonte: Inep

Fraudes vão cair para zero com ID estudantil, diz ministro

Governo lançou carteira estudantil digital esta semana

Publicado em 28/11/2019 – 17:31

Por Mariana Tokarnia – Repórter da Agência Brasil  Rio de Janeiro

 lançamento do aplicativo da ID Estudantil

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse hoje (28) que acredita que as fraudes envolvendo carteirinhas de estudantes vão “cair para zero” com a nova com carteira estudantil digital, a ID Estudantil. “A redução da fraude vai ser vertiginosa, não vai dar para fraudar mais com carteirinha digital”, afirmou em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional

Para obter o documento é necessário, antes de tudo, que a instituição de ensino à qual o estudante está vinculado insira os dados do aluno no Sistema Educacional Brasileiro, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Até ontem (27), mais de 2 mil instituições de educação básica e 408 de educação superior já haviam cadastrado seus estudantes. Ao todo, mais de 1 milhão de estudantes estão cadastrados para obter a ID. 

O diretor de Tecnologia e Informação do MEC, Daniel  Rogério e o ministro da Educação, Abraham Weintraub, durante o lançamento do aplicativo da ID Estudantil

O diretor de Tecnologia e Informação do MEC, Daniel Rogério e o ministro da Educação, Abraham Weintraub, durante o lançamento da ID Estudantil – José Cruz/Arquivo Agência Brasil

Após ser cadastrado, o estudante precisa, então, baixar o aplicativo ID Estudantil no celular e fazer o cadastro pessoal. 

O Ministério da Educação (MEC) informou, na segunda-feira (25), que fará cruzamento dos dados fornecidos por meio de aplicativos com as informações da Carteira Nacional de Habilitação e, no caso de estudantes que não têm CNH, com os dados fornecidos para o documento de identidade (RG). 

No caso de estudantes menores de idade, será necessária a autorização de um responsável legal, que deverá instalar o ID Estudantil no celular para, então, fazer o cadastro no qual informa os dados do menor.

Acesso à internet

O ministro destacou ainda, na entrevista à Rádio Nacional, que a partir do ano que vem, irá ampliar o acesso à internet em escolas urbanas e rurais. Segundo ele, as escolas conectadas facilitarão também a emissão da carteirinha digital: “Basta estar na escola, pedir para acessar o wi-fi da escola e baixar a carteirinha estudantil digital sem gastar um tostão”, aconselha. 

O estudante que solicitar a carteira digital terá que consentir com o compartilhamento dos dados cadastrais e pessoais com o MEC para subsidiar o Sistema Educacional Brasileiro — o novo banco de dados nacional dos alunos, a ser criado e mantido pela pasta.

O ministério poderá usar essas informações apenas para formulação, implementação, execução, avaliação e monitoramento de políticas públicas. O sigilo dos dados pessoais deve ser garantido sempre que possível.

A ID Estudantil é voltada para todos os estudantes, desde a educação básica até a pós-graduação. O documento permite o pagamento de meia-entrada em shows, apresentações de teatro e outros eventos culturais.

Saiba mais

Edição: Lílian BeraldoTags: ID estudantilcarteira estudantil digitalMEC

Provas do Enem foram todas impressas

Em café da manhã com a imprensa, ministro diz que exame está garantido

Publicado em 10/10/2019 – 12:21 Por Mariana Tokarnia – Repórter da Agência Brasil Brasília

Enem

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 foram todas impressas e metade delas já foi remetida aos locais de aplicação. “Acabou o risco de não ter Enem”, enfatizou o ministro da Educação, Abraham Weintraub. O Enem 2019 será realizado nos dias 3 e 10 de novembro, em 1.727 municípios brasileiros. Mais de 5 milhões de pessoas farão o exame em 14 mil locais de aplicação de provas.

Ao todo, foram impressas 10,3 milhões de provas. A primeira remessa, de 408 mil provas, foi enviada no dia 3 de outubro, para locais de difícil acesso do Pará e Bahia. Outros malotes seguiram para Rondônia, Piauí, Pernambuco e Mato Grosso. Os materiais estavam sob a guarda do 4º Batalhão de Infantaria Leve do Exército Brasilieiro, em Osasco (SP). 

Em café da manhã com jornalistas, na manhã de hoje (10), o ministro ressaltou que apesar dos problemas enfrentados com a gráfica neste ano, o cronograma está sendo seguido e a prova está garantida. “Não teve problema nenhum com a gráfica”, ressaltou Weintraub. 

No início deste ano, a empresa RR Donnelley, que era detentora do contrato para a impressão do Enem, decretou falência. O Tribunal de Contas da União (TCU) autorizou, em abril, a contratação de nova gráfica. Foi escolhida a Valid S.A., garantindo a impressão das provas. A Valid era a gráfica seguinte na ordem de classificação na licitação realizada em 2016.

Neste ano, a contratação da segunda colocada foi autorizada pelo TCU para que a prova pudesse ser impressa a tempo, segundo o ministro. Para 2020, será feita uma nova licitação. O processo para a elaboração de novo edital está em andamento, segundo o Inep.

Conteúdo 

A prova deste ano será focada em questões que avaliem objetivamente o aprendizado dos estudantes, segundo o presidente do Inep, Alexandre Ribeiro Lopes. “A prova foi produzida da mesma forma dos anos anteriores. O que houve foi uma orientação para que [as questões] focassem na aprendizagem”, diz.

Após polêmica envolvendo questões do Enem no ano passado, o Inep criou, no início deste ano, um grupo responsável por “identificar abordagens controversas com teor ofensivo a segmentos e grupos sociais, símbolos, tradições e costumes nacionais” e, com base nessa análise, recomendar que tais itens não fossem usados na montagem do Enem 2019.

Lopes afirmou que nem ele nem o ministro tiveram acesso às provas que serão aplicadas em novembro. 

Logística

Para colocar o Enem de pé é necessária uma megaoperação de logística e segurança. São 400 mil profissionais envolvidos em todo o processo da avaliação. Só a operação de transporte dos malotes envolve 31 mil colaboradores, a maioria, agentes de segurança pública. São 4,2 toneladas de papéis, transportados em 3.746 contêiners levados em aviões, carretas e barcos. 

Saiba mais

Edição: Narjara CarvalhoTags: EnemEnem2019Educação

Governo do RN convoca 356 professores temporários

Profissionais serão distribuídos pelas unidades de ensino estadual das diretorias regionais de Natal, Santa Cruz, Caicó, Assu, Mossoró e Pau dos Ferros.

Por G1 RN

09/10/2019 09h04  Atualizado há 2 horas


O Governo do Estado convocou 356 professores temporários para o quadro de docentes da Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer do RN. A convocação foi publicada no Diário Oficial desta quarta (9). Confira aqui a convocação.

Esses profissionais serão distribuídos pelas unidades de ensino estadual das diretorias regionais de Natal, Santa Cruz, Caicó, Assu, Mossoró e Pau dos Ferros.

Foram convocados professores das disciplinas de Arte, Biologia, Educação Física, Pedagogia (anos iniciais), Educação Especial, Ensino Religioso, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Espanhola, Língua Inglesa, Matemática, Química, Sociologia e intérpretes/tradutores de Libras.

Os candidatos terão 10 dias, a partir da data de publicação, para se apresentarem nas sedes das Diretorias Regionais de Educação e de Cultura para onde foram convocados. Os educadores deverão levar toda a documentação e exames obrigatórios para assunção do cargo. Os itens exigidos estão descritos no edital de convocação publicado no DOE.

Edital

Essa convocação é referente ao edital 001/2019-SEEC, lançado em agosto deste ano, que teve por objetivo selecionar candidatos para compor cadastro de reserva de professores e especialistas de educação dos componentes curriculares nos Ensinos Fundamental e Médio.

Governo do RN convoca 356 professores temporários — Foto:  Mauricio Vieira/Secom/Divulgação
Governo do RN convoca 356 professores temporários — Foto: Mauricio Vieira/Secom/Divulgação

Bolsonaro anuncia descontingenciamento de R$ 8,3 bi para Educação e demais pastas

Estadão Conteúdo 19/09/19 – 13h00 – Atualizado em 19/09/19 – 14h19


(Arquivo) O presidente Jair Bolsonaro durante a cerimônia de lançamento do novo documento de identidade no Palácio do Planalto, em Brasília – AFP

O presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciou, através da sua conta pessoal no Twitter, que a Casa Civil divulgou descontingenciamento de R$ 8,3 bilhões que devem ser distribuídos à Educação e demais pastas. “Desde o início, nosso governo preza pela responsabilidade com as contas públicas. Com muito sacrifício, estamos criando condições para manter os investimentos”, disse o presidente, antes de confirmar o anúncio da Casa Civil.

Na terça-feira, 17, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), havia anunciado que o descontingenciamento seria anunciado até o final de setembro.

Detran lança campanha e leva educação de trânsito ao interior do Estado

DETRAN/RN12 Jul 2019 06:14DETRAN/RN

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) lançou uma nova campanha educativa direcionada a conscientização da sociedade no sentido de transformar o trânsito num local seguro para todos os envolvidos.

A campanha que traz o conceito “Não Deixe o Trânsito lhe Transformar”, está sendo veiculada nos meios de comunicação de massa e as equipes da Subcoordenadoria de Educação do Detran já iniciam na próxima semana um cronograma de ações pedagógicas com foco nos municípios do interior do Estado.

As medidas de caráter educativo vão ser passadas por meio de abordagens em blitzen, distribuição de material informativo de segurança no trânsito, palestras e treinamentos direcionados a motociclistas. A primeira ação está programada para acontecer na cidade de Caicó, no próximo dia 18, onde instrutores do Detran vão realizar um treinamento gratuito de direção defensiva voltado a pessoas que utilizam a motocicleta como meio de transporte.

As intervenções de educação para o trânsito vão continuar no decorrer do mês com programação voltada as comemorações da Festa de Sant’Ana nas cidades de Caicó (19, 25, 26 e 27/07); Currais Novos (20/07); e Santana do Matos (25, 26 e 27/07). O trabalho educativo vai acontecer nas noites dos festejos e durante o dia na região onde são montadas as feirinhas que atraem uma grande circulação de pessoas.

O plano é abordar temas de segurança viária, principalmente os focados na perigosa mistura álcool e direção. A ideia é alertar os condutores para os perigos de dirigir alcoolizado, além de informar sobre as punições administrativas e criminais que são empregadas aos motoristas flagrados desrespeitando as normas estabelecidas na legislação referente a Lei Seca.

As ações educativas vão contar ainda com o teatro pedagógico onde atores encenam situações comumente encontradas no tráfego de veículos, além de levar música de maneira lúdica apresentando, por meio de paródias, temas importantes versando sobre segurança no trânsito.

Assessoria de Comunicação Detran/RN

Jair Bolsonaro anuncia R$ 2,5 bilhões da Petrobras para a educação

Valor que será investido é superior ao número contingenciado pelo governo.

   em Por 

Carl de Souza | AFP

Nesta sexta-feira, 24, ao desembarcar no estado de Pernambuco, o presidente Jair Bolsonaro voltou a dizer que deve destinar 2,5 bilhões de multas da Petrobras para o Ministério da Educação e da Ciência e Tecnologia.

O valoré maior que R$ 1,7 bilhão, que é o total contingenciado das universidades federais.

Como eu já destaquei em outra ocasião, volto a dizer que uma multa de R$ 2,5 bilhões da Petrobras está voltando para o Brasil e pode ser aplicada no Ministério da Educação e também investir no Ministério da Ciência e Tecnologia. O nosso país precisa avançar em pesquisa”, assegurou.

Os R$ 2,5 bilhões mencionados por Bolsonaro são parte dos valores recuperados pela Lava Jato.

Conexão política

MEC prorroga prazo de renovação do Fundo de Financiamento Estudantil

Participantes podem ser selecionados até o dia 10 de maio

30/04/2019

Prazo de seleção da lista de espera do Fies é prorrogado novamente pelo MEC

Com previsão de encerramento nesta terça-feira, 30, o prazo para a pré-seleção de candidatos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) vai ser prorrogado para 10 de maio. Por conta dos atrasos provocados por falhas técnicas no sistema do programa, que gerou uma onda de insatisfação por parte dos estudantes, está é a segunda vez que o Ministério da Educação (MEC) altera a data final da seleção deste semestre. A medida deve ser publicada na edição desta terça do Diário Oficial da União (DOU).

Estão participando automaticamente da lista de espera do Fies 2019 todos os candidatos que não foram pré-selecionados na chamada regular. O acompanhamento do processo seletivo deve ser realizado pelos próprios candidatos por meio da página do Fies. Neste semestre foram oferecidos 100 mil contratos a juro zero. A quantidade de vagas remanescentes ainda não foi divulgada pela pasta.

Financiamento para faculdade

O Fies funciona como uma espécie de empréstimo em que os estudantes que fizeram alguma edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 e obtiveram uma média igual ou superior a 450 pontos na soma das provas objetivas e nota maior que zero na redação pode participar. A renda per capita também é um critério. Para modalidade Fies não pode ser maior que três salários mínimos, já para o P-Fies não pode ultrapassar cinco salários mínimos.

Informações do G1

Governo publica reajuste de 4,7% nos salários dos professores do RN

Por G1 RN

 


Escola Estadual do Rio Grande do Norte — Foto: Assecom/Governo do RNEscola Estadual do Rio Grande do Norte — Foto: Assecom/Governo do RN

Escola Estadual do Rio Grande do Norte — Foto: Assecom/Governo do RN

A governadora Fátima Bezerra (PT) sancionou e publicou no Diário Oficial desta sexta-feira (26) o reajuste de 4,7% nos salários de professores e especialistas em educação, que fazem parte da classe do magistério da rede pública estadual de Educação.

A Lei foi aprovada pela Assembleia Legislativa, por unanimidade nesta quinta-feira (25).

O reajuste previsto será implantado para os professores ativos a partir deste mês de abril e o retroativo de janeiro a março será pago em três parcelas, nos meses de abril, maio e junho.

Para os inativos e pensionistas, o reajuste será implantado a partir de maio e o retroativo será pago em sete parcelas. A primeira parcela será de 4,17% em junho e as demais no percentual de 2,085%, nos meses de julho a dezembro deste ano.

Com o reajuste, o salário básico dos professores e dos especialistas será de R$ 2.686,25, podendo ser maior conforme as classes e os níveis de cada profissional, adquiridos ao longo do tempo de carreira. A tabela pode ser conferida na edição do Diário Oficial do Estado.

O governo do estado enfrenta dificuldades no pagamento de servidores e conta com pelo menos quatro folha totalmente ou parcialmente atrasadas. Os vencimentos dos professores, entretanto, estão sendo pagos em dia, com ajuda de repasses federais.

Governo do RN corta R$ 4,5 milhões da Educação

A governadora Fátima Bezerra (PT), que é professora e defendeu em sua campanha a bandeira da educação, anunciou contingenciamento na educação com o corte de R$ 4,5 milhões em investimentos na pasta.A medida atinge 49 escolas da rede estadual de ensino que ficarão sem laboratórios de informática.

Do BlogdoIsmaelSousa