Morre Genival Lacerda, ícone do forró, em decorrência da Covid-19

Por: Emannuel Bento
Publicado em: 07/01/2021 08:36

O cantor paraibano Genival Lacerda, um ícone da música nordestina e brasileira, faleceu nesta quinta-feira (7), após complicações causadas pela Covid-19. Aos 89 anos, ele deu entrada no Hospital Unimed I, no Recife, no começo de dezembro de 2020, precisando de oxigênio. No dia 4 de janeiro, ele apresentou uma piora no quadro de saúde. Na última quarta-feira (6), a família começou uma campanha de doação de sangue para o artista. Em 2019, o paraibano já havia sido internado no Recife por sofrer um Acidente Vascular Cerebral Isquêmico (AVC).

O corpo de Lacerda sairá do hospital volta das 13h, seguindo para o município de Campina Grande, sua cidade natal. Ele será sepultado no Cemitério Nossa Senhora do Carmo, no bairro de Monte Santo, em um jazigo da família, ao lado de onde está o corpo de sua mãe, Severina Lacerda, e outros irmãos. Por conta dos protocolos sanitários da pandemia do coronavírus, será realizada apenas uma cerimônia rápida com a presença de poucos familiares e que não será aberta ao público.

Genival Lacerda Cavalcante nasceu em 5 de abril de 1931. Iniciou sua carreira aos 18 anos de idade. Como muita gente de sua época, ainda na era de ouro do rádio, começou num programa de calouros de Campina Grande (PB), a sua terra natal. Com ajuda de amigos que colecionou na Rádio Borborema, conseguiu compor o casting oficial dessa emissora a partir de 1953.
Ele veio morar no Recife quando participou do aniversário Rádio Tamandaré, em 1955. A sua apresentação impressionou tanto que o fez ser contratado pela emissora, que era do mesmo grupo do Diario de Pernambuco e tinha uma programação voltada para entretenimento. Foi quando ele ganhou o título de “dono do rojão.” Foi através da influência da capital pernambucana que ele expandiu sua popularidade por toda a região Nordeste.
“É um cantor que não fica parado junto ao microfone, quando está cantando. Tem jogo de corpo, gesticulação e muita malícia, o que agrada inteiramente aos que assistem”. Essa foi a descrição que o Diario, em 24 de abril de 1955, usou para explicar quem Genival pela primeira vez. Essas características seguiram com músico até o final da vida, mesmo quando idoso, na casa dos 80.
Somavam-se as roupas coloridas, chapeuzinho e a mão na barriga enquanto cantava e dançava, mania que incorporou ainda na Paraíba. A irreverência e o talento ficam na memória do público. Para a música, o “Rei da Munganga” deixou um legado para o forró, baião, xote e rojão. Lacerda lançou cerca 30 discos lançados, colecionou parcerias com nomes de expressão na cultura nordestina, como Dominguinhos e Marinês.
Em 1956, gravou o seu primeiro compacto, Coco de 56, através da Fábrica Mocambo. Na década de 1960, seguindo os passos de tantos nordestinos, foi morar no Rio de Janeiro, onde ganhou menção honra num concurso de música popular do Correio da Manhã e passou a cantar na Rádio Mauá. Gravou LPs nas gravadoras Caravelle, Continental, Polydor, entre outras. Sua popularidade só cresceu com passagens por estúdios de TV, rádio e salões de concertos. O título de “dono do rojão” evoluiu para “Senador do rojão”. Todo ano ele juntava músicos e partia para uma jornada de shows em todo o Nordeste, tendo Pernambuco como “quartel-general”.
O sucesso nacional foi consagrado mais tarde, em 1975, com Severina Xique-Xique, uma faixa do disco Aqui tem catimberê, que fez Lacerda vender mais de 160 mil discos. O sucesso ficou marcado por forró malicioso, de duplo sentido, e porque não “safado”? – uma característica que não é restrita à “nova geração” do forró eletrônico/estilizado. Nessa época, ele ficou conhecido como o Rei da Muganga.
Em 1987, gravou com grande sucesso o LP A fubica dela, pela RCA, com arranjos e regência de Sivuca, além da participação de Dominguinhos no acordeom e Coronel, integrante do Trio Nordestino na zabumba. Em 1999, participou do disco Marinês e sua gente – 50 anos de forró, cantando ao lado de Marinês, e o Forró do beliscão, de Ary Monteiro, João do Vale e Leôncio.
Em 2000, lançou, pela gravadora CID, o CD Genival Lacerda ao vivo, contando com as participações especiais de Dominguinhos e de Oswaldinho do Acordeon. Em 2004, por ocasião da comemoração de seus 50 anos de carreira, Genival foi homenageado juntamente com a cantora Clemilda, durante o IV Fórum de Forró de Aracaju, no Teatro Atheneu.

Diário de Pernambuco

Morre no Rio o ator Eduardo Galvão, aos 58 anos, vítima de Covid-19

Por O GLOBO 08/12/20 05:45 | Atualizado: 08/12/20 05:46

O ator Eduardo Galvão morreu nesta segunda-feira, dia 7 de dezembro, de Covid-19

O ator Eduardo Galvão morreu na noite desta segunda-feira, aos 58 anos, vítima de Covid-19. Ele estava internado, há mais de uma semana, na UTI do Hospital Unimed Rio, na Barra da Tijuca, e desde a última terça-feira precisou ser intubado por causa de complicações da doença – o ator tinha dado entrada no hospital com cerca de 50% dos pulmões comprometidos.

Nas redes sociais, amigos manifestaram pesar pela notícia. “RIP meu amigo Eduardo Galvão. Mais uma vítima do descaso”, postou no Twitter o ator José de Abreu, que também prestou homenagem a Eduardo Galvão no Instagram: “O mais novo da turminha. O mais alegre, o mais engraçado, o mais saudável! Dor imensa!”.

A atriz Dadá Coelho escreveu: “Meu Deus! Partiu nosso grande amigo Eduardo Galvão. Desarvorada. Emudecida. Sem chão”. Emocionado, Boninho também se despediu do amigo, numa postagem no Instagram: “Acabo de receber a notícia que um querido amigo perdeu a luta para a covid @galvaoeduardooficial era uma doce e divertida pessoa. Pra muitos é só uma gripe, para quem perde parceiros é uma peste grave. Eu sigo com medo e com todos os cuidados. Covid mata sim”, escreveu o diretor da TV Globo.

O último trabalho de Galvão na TV Globo foi na novela ‘Bom Sucesso’, no ano passado, interpretando o Dr. Machado. Também na Globo, atuou no infantil ‘Caça Talentos’, ao lado da apresentadora Angélica, e em tramas como ‘Despedida de Solteiro’ e ‘Porto dos Milagres’.

Ainda não há informações sobre local e data do sepultamento.

Marieta Severo é internada em hospital do Rio com pneumonia e covid-19

A atriz global Marieta Severo, de 74 anos, está internada no Hospital Copa Star, em Copacabana, bairro do Rio de Janeiro, com pneumonia, após ter sido diagnosticada com covid-19 ainda esta semana. De acordo com a assessoria de imprensa da artista, a pneumonia é ‘leve’, mas, por precaução e segurança, permanecerá no hospital devido à idade. Anteriormente, ela se recuperava em casa.

A atriz deu entrada no hospital nesta última sexta-feira (5/12) para realizar alguns exames relacionados ao novo vírus, quando foi constatada a pneumonia. Marieta segue no hospital sem previsão de alta. 
Com a confirmação da doença, a atriz foi afastada das gravações da próxima novela das 9, “Um Lugar ao Sol”, de Licia Manzo, com previsão de estreia para abril de 2021.

Um total de 58 pessoas envolvidas nas gravações do grupo que inclui Marieta foram testadas para coronavírus na última segunda-feira (30/11). Destas, apenas uma pessoa, sem acesso ao set de gravação, testou positivo. 

Por Correio Braziliense

Morre o humorista Rodela, do Programa do Ratinho, aos 66 anos

Rodela estava internado há duas semanas em um hospital de Guarulhos

  • Por Correio Braziliense 02/12/2020 21:27 – Atualizado em 02/12/2020 21:30

O humorista Luiz Carlos Ribeiro, mais conhecido como Rodela, morreu, nesta quarta-feira (2/12), por complicações da covid-19. A informação foi confirmada pelo SBT.

Rodela tinha sido internado no Hospital Geral de Guarulhos no fim de novembro e estava com os dois pulmões comprometidos. Na semana passada, ele chegou a apresentar uma melhora no quadro de saúde, mas nesta quarta ele sofreu uma parada cardíaca e não resistiu.

Em nota, o SBT disse lamentar a morte do humorista e que deseja que Deus conforte a família.

Rodelo tinha 66 anos e quase 30 anos de televisão. Ele ficou conhecido por participações em diversos programas como o do Gugu, Ratinho e do Celso Portiolli. Ele também participou da Praça é Nossa.

Nota completa SBT 

É com pesar que o SBT lamenta o falecimento do humorista Luiz Carlos Ribeiro, mais conhecido como Rodela, nesta quarta-feira, 02 de dezembro. Rodela tinha 66 anos e estava internado havia duas semanas no Hospital Geral de Guarulhos. Nesta terça-feira, 01, foi confirmado seu diagnóstico para Covid-19. No início desta noite, foi submetido a hemodiálise e sofreu paradas cardíacas, vindo a falecer.

Rodela foi um artista nato, tendo sua veia humorística evidenciada nas ruas da cidade de São Paulo, onde, com seu talento, agrupava dezenas de pessoas em praças, ruas e calçadas para acompanhar seu show. Na TV, sua primeira aparição foi no programa Show de Variedades, em 1992, fazendo performances de comédia. Participou posteriormente de diversos programas de humor tendo destaque no programa Ratinho Livre, da RecordTV, em 1997. No ano seguinte, com a vinda de Ratinho para o SBT, Rodela integra o elenco do Programa do Ratinho, onde permanece por vários anos, sempre intervindo nos casos, trazendo leveza e diversão às situações mais adversas. Sempre que “telefonava” com seu “celular gigante” para sua irmã no Recife (PE), a plateia e o apresentador iam às gargalhadas. Rodela também participou de A Praça é Nossa, tendo feito diversos quadros e contracenado com vários comediantes do programa. Posteriormente, esteve no programa Show do Tom, também na RecordTV.

O SBT presta solidariedade e deseja que Deus conforte sua família.

Sérgio Mallandro é uma das vítimas de esquema que embolsou mais de R$ 170 milhões: ‘Caí na pegadinha do malandro’

Esquema de pirâmide financeira atrai com promessa de lucros acima do normal. No Rio, dono de uma empresa irregular de investimentos foi preso. Em São Paulo, outro investidor, que transmitia as operações pela internet, desapareceu com muito dinheiro dos clientes.

22/11/2020 21h06  Atualizado há 22 horas


Sérgio Mallandro é vítima de esquema que embolsou R$ 170 milhões: ‘Cai na pegadinha’

Expectativa: ganhos extraordinários. Realidade: o desespero de ver as economias virarem pó.

No Rio de Janeiro, a policia prendeu o dono de uma empresa irregular de investimentos, acusado de golpes no Brasil inteiro. No interior de São Paulo, outro investidor, que transmitia as operações pela internet, desapareceu com muito dinheiro dos clientes.

O esquema é conhecido. São as pirâmides financeiras, que continuam atraindo vítimas com a promessa de lucros acima do normal. Não passa de enganação.

Quem são os golpistas que sumiram com mais de R$ 200 milhões de vítimas em todo o Brasil, inclusive pessoas famosas? Sergio Mallandro foi uma delas: “Acho que cai na pegadinha do malandro”. Veja na reportagem do Fantástico.

Ex-BBB Marcela McGowan revela que já se relacionou com transexuais

Da Redação 08/07/20 – 12h26

Marcela McGowan, ex-participante do Big Brother Brasil 20, bateu um papo com Bianca Andrade, a Boca Rosa, e revelou já ter se relacionado com pessoas transexuais. A conversa foi grava para o canal da influencer no YouTube.

Ela comentou sobre gêneros e sexualidade, explicando também o que significa o termo ‘pansexual’, com o qual Bianca diz se identificar. “A norma é ser heterossexual. Quando você foge do binarismo, que é ‘eu gosto de mulher ou eu gosto de homem’, aí vira uma loucura na cabeça das pessoas e elas têm dificuldade de entender”, disse.

Além disso, a loira aproveitou para dizer que “bissexual” é um termo considerado antigo para identificar quem sente atração pelos gêneros masculino e feminino. “Quando foram surgindo os movimentos transexuais, as pessoas entenderam que o [termo] bissexual, como era muito binário, excluía uma galera que não se identificava nem como homem, nem como mulher. Surgiu o movimento pansexual, que são as pessoas que gostam de outras independentemente de gênero”, afirmou.

“Hoje, a gente já usa o termo bissexual para tudo. Eu me declaro bissexual, mas me relacionaria e já me relacionei com pessoas trans”, completou Marcela.

Na última semana, Bianca Andrade publicou vídeo nas redes sociais se declarando como ‘pansexual’. “Sobre ser livre para amar. Um beijo para todos da nossa bandeira. Nós somos f…”, escreveu na legenda de um post em que exibe a bandeira do movimento.

Globo não renova com Zeca Camargo como parte de plano para reduzir gastos

Apresentador tinha mais de duas décadas de carreira na emissora e seu salário era estimado em 300 000 reais

Por João Batista Jr. 27 maio 2020, 20h20 – Publicado em 27 maio 2020, 15h23

Na política de cortes de gastos que inclui a necessidade de administrar um elenco cada vez menor, a Rede Globo não renovou nesta quarta, 27, o contrato com o jornalista e apresentador Zeca Camargo. Com passagens pelo Fantástico, Vídeo Show e No Limite, Zeca era um dos apresentadores do É de Casa, exibido nas manhãs de sábados. Em 2019, circularam boatos de que a emissora teria tentado reduzir o salário de Camargo, que por sua vez não teria aceito. Estima-se que o apresentador tinha um salário de 300 000 reais por mês, valor que a Globo não confirma.

A emissora deve fazer outros cortes nos próximos dias. O departamento de teledramaturgia, que fica sob responsabilidade de Silvio de Abreu, será o mais afetado.

O Globo emitiu o seguinte comunicado:

Após 24 anos de uma trajetória conjunta, marcada por uma parceria de muito respeito e sucesso, o apresentador Zeca Camargo se despede da Globo. 

Profissional multitalentoso, Zeca chegou à emissora em 1996 como apresentador e coordenador de projetos e novos formatos do Fantástico. No programa, foi responsável pela criação de diversas séries e comandou entrevistas com grandes artistas internacionais como Paul McCartney, Mick Jagger, Madonna e Lady Gaga. Levou sua paixão por viajar para o dominical nas centenas de viagens que fez através das séries ‘Aqui se Fala Português’ (1998), ‘A Fantástica Volta ao Mundo’ (2004), entre outras. Coube a Zeca também a apresentação do primeiro reality do país, ‘No Limite’, lançado em 2000. No gênero, ele comandou ainda ‘O Jogo’ e ‘Hipertensão’. Em 2013, Zeca deixou o Fantástico e partiu de vez para o entretenimento, quando assumiu a apresentação da nova fase do ‘Vídeo Show’. E em 2015 se juntou ao time de apresentadores do ‘É de Casa’, matinal que apresentou até o começo de maio, antes de sair de férias.

Susto: Avião com Leonardo e Gusttavo Lima faz pouso de emergência: veja!

A dupla driblou as esposas, furou a quarentena e saiu junta para uma pescaria, mas acabou passando sufoco ao enfrentar uma tempestade

Do R7 

13/05/2020 – 18h30 (Atualizado em 13/05/2020 – 18h39)

Gusttavo Lima e Leonardo passaram apuro

Olha só o susto que Gusttavo Lima e Leonardo passaram na tarde desta quarta-feira (13).

Os cantores furaram a quarentena e combinaram uma pescaria juntos, embarcando no jatinho de Gusttavo Lima para o passeio. 

No entanto, o que era para ser diversão, virou um filme de terror.

O avião em que os dois cantores e um amigo estavam enfrentou uma terrível tempestade e teve de realizar um pouso de emergência na metade do caminho.

Gusttavo Lima chegou a gravar com o celular os momentos de turbulência no avião, brincando que a pescaria não daria certo por conta da ‘praga’ das esposas deles.

A mulher de Gusttavo Lima, Andressa Suíta, chegou a brincar que ele estava saindo escondido de casa para se encontrar com Leonardo.

Apesar das brincadeiras, Leonardo e o outro amigo da dupla estavam visivelmente assustados com a situação.

Eles acabaram tendo de fazer um pouso forçado no meio do caminho, o que estragou os planos da dupla, que costuma pescar junta com frequência.

Confira:

Filipe Duarte, ator português de ‘Amor de Mãe’, morre aos 46 anos

Da Redação 17/04/20 – 11h11 – Atualizado em 17/04/20 – 11h27

Nesta sexta-feira (17), Filipe Duarte, o ator português que fez uma participação na novela ‘Amor de Mãe’, da TV Globo, faleceu. Segundo um site português, Filipi tinha 46 anos e infartou. O artista deixa uma filha de apenas 8 anos.

Na trama global, ele interpretou Gabo, namorado de Telma, personagem da atriz Adriana Esteves.

José Condessa, que atua na novela ‘Salve-se Quem Puder’, usou o seu perfil no Instagram para prestar uma última homenagem ao amigo. “Não Pipo, tu não. Um ator como nunca morre. És eterno, e amo-te com todo o meu corpo e vontade”, escreveu ele na legenda da foto.

Confira a publicação do ator lamentando a morte de Filipe Duarte: