URGENTE: Em 5 dias, ANGICOS registra mais 50 casos confirmados da Covid-19

A cidade  de Angicos (RN) vem tendo uma onda crescente nos números de casos confirmados da Covid-19. Em apenas cinco dias, os casos confirmados subiram de 715 para 765 casos positivos do novo coronavírus no município, são 50 caos a mais em comparação ao boletim divulgado do dia, 14 de abril de 2021.

De acordo com a nova atualização do Boletim Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde de Angicos no momento temos 52 casos confirmados (08 internados em estado grave em Unidades de Terapia Intensiva – UTI, em hospitais de referência, as regulações são feitas através do Sistema Regula RN, informado pelo CIEVS e 44 pacientes em acompanhamento domiciliar); 94 casos estão suspeitos com sintomas compatíveis (12 estão aguardando resultado de exame SWAB e 82 aguardam resultados de sorologia, estando os mesmos em monitoramento pela equipe de saúde local). No total desde o início da divulgação dos boletins até a sua última atualização já são 765 casos confirmados na cidade.

As notificações chegaram a 2.173, sendo que 1.314 casos foram descartados e 700 pacientes receberam alta por cura, o boletim municipal traz 13 mortes confirmadas com mais 02 em investigação.

GRÁFICO EPIDEMIOLÓGICO DISTRIBUIDO POR BAIRRO

Alto da Alegria: 12 pacientes suspeitos;

Alto da Esperança: 15 pacientes suspeitos;

Alto do Triângulo: 23 pacientes suspeitos;

Centro: 31 pacientes suspeitos;

Zona Rural: 13 pacientes suspeitos.

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde de Angicos/RN

Informações do blog tribuna do cabugi

Fundação da Associação dos Municípios da Região Central e Vale do Assú Potiguar – AMCEVALE

Os Prefeitos do Vale do Açu e Região Central do Rio Grande do Norte estiveram reunidos nesta quinta-feira(18/03), na cidade de Assú, para realizar a fundação da AMCEVALE  Associação dos Municípios da Região Central e Vale do Assú Potiguar.

Foto: reprodução

Estiveram presentes na reunião, os gestores das cidades de Assú, Triunfo Potiguar, São Rafael, Itajá, Ipanguaçu, Carnaubais, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Afonso Bezerra, Pedro Avelino, Angicos, Fernando Pedroza, Lajes, Pedra Preta, Caiçara do Vento, Jardim de Angicos, Serra do Mel e Porto do Mangue.  Alguns dos gestores participaram presencialmente e outros por videoconferência.

Após discussão e aprovação da ata da AMCEVALE, foi realização a eleição da primeira diretoria da entidade, tendo como presidente o prefeito de São Rafael, Reno Marinho(PL).

A AMCEVALE buscará estratégias que visem ao desenvolvimento regional, nos diversos setores que constituem a sociedade em todos esses municípios.

A composição completa da diretoria e do Conselho Fiscal da AMCEVALE ficou composta da seguinte forma:

Diretoria

Presidente: Reno Marinho de Macêdo Souza(Prefeito de São Rafael);
1º vice-presidente: Felipe Ferreira de Menezes
(Prefeito de Lajes);

2º vice-presidente: Gustavo Montenegro Soares
(Prefeito de Assú);

Primeiro tesoureiro: Alaor Ferreira Pessoa Neto
(Prefeito de Itajá);
Segundo tesoureiro:  Paulo Henrique Bilinho Filho
(Prefeito de Pedra Preta);
Primeira secretária: Conceição de Maria Gomes Lisboa Rocha
 (Prefeita de Caiçara do Rio do Vento);
Segundo secretário: Valderedo Bertoldo do Nascimento 
(Prefeito de Ipanguaçu).

Os membros do Conselho Fiscal da Amcevale são: 

Titulares: 

Flaudivan Martins Cabral (prefeito de Pendências); 

José Alexandre Sobrinho (prefeito de Pedro Avelino); 

Nixon da Silva Baracho (prefeito de Alto do Rodrigues), 

Suplentes: 

Carlos André da Câmara Bezerra (prefeito de Jardim de Angicos); 

João Batista da Cunha Neto (prefeito de Afonso Bezerra) e 

Miguel Pinheiro Neto (prefeito de Angicos)

Fatos do RN.

Prefeito Pinheiro Neto cancela carnaval e suspende realização de shows e eventos com mais de 50 pessoas

O prefeito de Angicos, Miguel Pinheiro Neto (MDB), assinou e publicou o decreto 001/2021 estabelecendo medidas de prevenção para combate ao coronavirus (COVID-19) no âmbito da administração pública direta do município de Angicos/RN, e dá outras providencias.

O devido decreto diz que considerando a necessidade de adoção de medidas emergenciais visando à redução da cadeia de transmissão do COVID-19 do Município de ANGICOS/RN, de forma a evitar contaminações em grande escala e preservar a saúde da população; que a situação demanda o emprego urgente de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública, a fim de evitar a disseminação da doença no Município e no Estado do Rio Grande do Norte; decreta em seu Art. 1º que torna obrigatório o uso de máscara de proteção facial, no âmbito municipal;

§1º. Fica a partir do decreto proibido a entrada e circulação de pessoas em qualquer recinto ou estabelecimentos comerciais sem o uso de máscaras de proteção facial. §2º. Os proprietários de estabelecimentos comerciais deverão disponibilizar álcool 70º INPM (gel ou líquido) para higienização das mãos dos presentes, bem como exigir o uso de máscaras a todos seus funcionários.

No artigo 2º do decreto diz que: fica SUSPENSO a realização de shows e eventos públicos ou privados de massa no município com mais de 50 (cinquenta) pessoas. §2º.Ficam também cancelados quaisquer eventos públicos presenciais patrocinados com dinheiro público e que iriam contribuir para a aglomeração de pessoas, favorecendo o aumento da transmissibilidade do coronavírus.

No artigo 3º do decreto, o prefeito Pinheiro Neto CANCELA A REALIZAÇÃO DO CARNAVAL DE 2021, bem como dos shows e eventos realizados neste período, e que iriam provocar aglomerações, contribuindo para o aumento de casos de COVID-19 e as consequências nocivas e nefastas dessa patologia, que tantos males e sofrimentos tem proporcionado à população desta cidade, do Brasil e do Mundo.

A fiscalização caberá à SMS, Vigilância epidemiológica e Vigilância Sanitária, que poderão, inclusive, interditar o estabelecimento que descumprir as regras estabelecidas pela Administração Pública Municipal. Em caso de descumprimento das medidas previstas neste decreto, as autoridades podem impor as penalidades previstas no artigo 10 da Lei Federal nº. 6.437, de 20 de agosto de 1977, que tipifica esta transgressão como crime contra a saúde pública, nos termos do artigo 268 do Código Penal, podendo inclusive haver a pena de detenção de até um ano, além de multa.

Em seu último artigo o decreto publicado no Diário Oficial dos Municípios na página da Federação dos Municípios do RN (FEMURN) afirma que as regras definidas poderão ser revisadas a qualquer tempo, de acordo com as taxas e índices de transmissibilidade da COVID-19, no município de Angicos/RN.

Confira a cópia do decreto:

Por tribuna do cabugi

MPRN esta de olho nas Prefeituras de Angicos, Afonso Bezerra e Fernando Pedroza

Municípios devem seguir normativas e fiscalizar, além de desautorizar pagamento nos casos de descumprimento de documentos exigidos por lei

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) emitiu uma recomendação sobre despesas com combustíveis para os Municípios de Angicos, Afonso Bezerra e Fernando Pedroza. O objetivo é que o fornecimento do insumo seja devidamente fiscalizado, assim como todo o processo de distribuição obedeça à legislação pertinente.

Para isso, o MPRN orienta que cada Município designe servidor efetivo (ou uma equipe) para recebimento de combustíveis e lubrificantes fornecidos à Prefeitura. Estes encarregados não podem ser os mesmos que já atuam na contratação e negociação de preços e de aditivos com o fornecedor.

Os Municípios devem determinar aos fiscais de contrato de fornecimento de combustíveis que obedeçam ao disposto na legislação financeira, em especial: à necessidade de recebimento provisório e definitivo dos combustíveis e lubrificantes fornecidos; ao que dispõe a lei sobre os processos de pagamento e de liquidação de despesas; e à necessidade de exigir o registro da placa do veículo abastecido e a quilometragem no cupom fiscal de abastecimento e em todos os documentos referentes ao fornecimento, juntando, ao final do mês, todos esses documentos no respectivo processo de pagamento.

Quando essas disposições não forem cumpridas, o MPRN recomenda que os Municípios não autorizem o pagamento de despesas.

A recomendação ministerial também é direcionada aos controladores municipais de Angicos, Afonso Bezerra e Fernando Pedroza para que efetivamente fiscalizem as disposições normativas mencionadas e que não autorizem o pagamento de despesas que descumpram tais normas.

Leia a recomendação na íntegra, clicando aqui.

Prefeito Eleito de ANGICOS, Pinheiro Neto sofre acidente na Reta Tabajara

O atual vice-prefeito de Angicos e prefeito eleito no último pleito, Miguel Pinheiro Neto (MDB), sofreu um acidente automobilístico na Reta Tabajara, a caminho da capital do estado, Natal.

Ele e a esposa Sheilla Verde, estavam e um veículo junto com o irmão deste, João Maria Pinheiro, quando foram atingidos por uma batida violenta de uma caminhonete Hilux, cujo motorista perdeu o controle e colidiu com o carro da frente, onde estavam os angicanos.

Graças a Deus, tudo está sob controle e nada demais aconteceu com os integrantes do carro onde se encontrava o prefeito eleito Pinheiro.

Ele já entrou em contato com os amigos e familiares pra dizer que está tudo bem e nada de grave aconteceu com qualquer um deles.

Fonte: Blog do Carlos Costa

Operação do MPRN apura desvios de combustíveis por agentes públicos em Angicos

Operação Combustão II foi deflagrada nesta terça (1º). Há evidências de venda de combustível pela Prefeitura a particulares e de abastecimento de carros particulares de agentes públicos às custas do Município

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou nesta terça-feira (1º) a operação Combustão II. O objetivo é combater um esquema de desvios de combustíveis no âmbito da Prefeitura Municipal de Angicos. Há evidências de venda de combustível pela Prefeitura a particulares e de abastecimento de carros particulares de agentes públicos às custas do Município. A operação teve o apoio da Polícia Militar.

A investigação que resultou na operação Combustão II foi iniciada em 2018. Paralelamente à instauração do procedimento, surgiu notícia anônima de esquema já conhecido na cidade de Angicos, de desvio de combustíveis, por frentistas e agentes públicos.

Esse mesmo esquema fraudulento foi alvo da operação Combustão, deflagrada pelo MPRN em outubro de 2018. A suspeita à época era que um posto de combustíveis era palco de crimes cometidos por agentes públicos locais no que se refere ao fornecimento de combustível por parte Prefeitura de Angicos. 

A operação Combustão II cumpriu cinco mandados de busca e apreensão, sendo dois deles em Secretarias da Prefeitura de Angicos. Ao todo, 6 promotores de Justiça, 12 servidores do MPRN e 32 policiais militares atuaram na ação. As provas coletadas serão analisadas e remetidas ao Poder Judiciário, para que, oportunamente, seja a avaliado o ajuizamento de ação penal.

Angicos: vereadora é presa em flagrante durante operação do MPRN que apura desvios de combustíveis

Vereadora foi presa por peculato e por armazenar combustível em desacordo com as exigências estabelecidas em leis. Ela foi encaminhada à cadeia feminina de Mossoró

Angicos: vereadora é presa em flagrante durante operação do MPRN que apura desvios de combustíveis
Uma vereadora de Angicos foi presa em flagrante na manhã desta terça-feira (1º) durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão da operação Combustão II, deflagrada nas primeiras horas do dia pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN). A vereadora, que já ocupou o cargo de secretária de Saúde do município, foi presa por peculato e por armazenar gasolina em desacordo com as exigências estabelecidas em leis. Ela foi conduzida à cadeia feminina de Mossoró, onde aguardará decisão judicial.

O crime de peculato se configurou pelo fato de a vereadora ter se apossado de veículos e de combustível da Prefeitura, mesmo não sendo mais secretária municipal. Na casa dela, foram apreendidos dois galões de 20 litros cada contendo gasolina.

O MPRN deflagrou a operação Combustão II com o objetivo de combater um esquema de desvios de combustíveis no âmbito da Prefeitura Municipal de Angicos. Há evidências de venda de combustível pela Prefeitura a particulares e de abastecimento de carros particulares de agentes públicos às custas do Município. A operação teve o apoio da Polícia Militar.

A investigação que resultou na operação Combustão II foi iniciada em 2018. Paralelamente à instauração do procedimento, surgiu notícia anônima de esquema já conhecido na cidade de Angicos, de desvio de combustíveis, por frentistas e agentes públicos.

Esse mesmo esquema fraudulento foi alvo da operação Combustão, deflagrada pelo MPRN em outubro de 2018. A suspeita à época era que um posto de combustíveis era palco de crimes cometidos por agentes públicos locais no que se refere ao fornecimento de combustível por parte Prefeitura de Angicos.

Além da prisão em flagrante, a operação Combustão II cumpriu cinco mandados de busca e apreensão, sendo dois deles em Secretarias da Prefeitura de Angicos. Ao todo, 6 promotores de Justiça, 12 servidores do MPRN e 32 policiais militares atuaram na ação. As provas coletadas serão analisadas e remetidas ao Poder Judiciário, para que, oportunamente, seja avaliado o ajuizamento de ação penal.

Prefeitura de Angicos suspende o funcionamento das feiras livres

O prefeito do município de Angicos, Deusdete Gomes, suspendeu nesta quarta-feira, 25 de março, as feiras livres do município enquanto durar o decreto emergência para o enfrentamento da Pandemia do Coronavirus.

No comunicado, o gestor angicano pedi a compreensão da população e diz que é uma medida necessária para evitar aglomeração e a propagação do coronavírus no município.

Confira:

A Procissão de São José dos angicos é adiada devido Covid-19

NOVA NOTA À COMUNIDADE CATÓLICA ANGICANA

A Paróquia de São José dos Angicos em comunhão com as orientações da Província Eclesiástica do Rio Grande do Norte e com o Decreto Estadual Nº 29.524 publicado nesta quarta-feira, 18 de março de 2020, que dispõe sobre a proibição de atividades coletivas, eventos de massa, shows, atividades desportivas, entre outros, sejam públicos ou privados, ainda que tenham sido autorizados anteriormente, no que diz respeito as medidas restritivas temporárias para o enfrentamento da Situação de Emergência em Saúde Pública provocada pelo novo Coronavírus (Covid-19) resolve:

1° Adiar a Solene Procissão do Glorioso São José – padroeiro desta paróquia e da cidade de Angicos com data a ser marcada conforme o enfrentamento da crise e extinção do Novo Coronavírus COVID-19;

2° De acordo com o Item 1° da recomendação da Província Eclesiástica do RN divulgada no último dia 16 de março que diz: “nas igrejas com grande afluência de fiéis aumente-se, quando possível, o número de celebrações para evitar aglomerações, orientando respeitar certa distância entre fiéis”; seguindo a orientação deste item em que pede o aumento das celebrações a programação do dia 19 de março – SOLENIDADE DE SÃO JOSÉ, ESPOSO DA VIRGEM MARIA E PATRONO UNIVERSAL DA SANTA IGREJA, ficará dessa forma:

• Santa Missa às 06h na Igreja Matriz de São José dos Angicos;
• Santa Missa às 09h na Igreja Matriz de São José dos Angicos;
• Missa de Encerramento, às 16h30, na Igreja Matriz de São José dos Angicos.

As celebrações da Santa Missa, já previstas e recomendadas no item 1º das ultimas orientações à comunidade católica da Província Eclesiástica do RN, realizar-se-ão seguindo todas as orientações já emanadas anteriormente, a saber: “Durante as celebrações, evite-se o contato físico, sobretudo no Pai Nosso e no abraço da paz. A comunhão deve ser recebida na mão’ (Novas Orientações aos Católicos da Arquidiocese de Natal e das Dioceses de Caicó e de Mossoró, n. 02).

• Fica desobrigado até aos que cumprem promessas, às quais dispensa a todos, em função da delicada circunstância.

• IDOSOS, CRIANÇAS e outras pessoas que fazem parte do grupo de risco para desenvolver formas graves da doença, DEVEM ficar em casa, podendo acompanhar as celebrações do encerramento dos festejos do Glorioso Padroeiro São José em suas casas, através dos nossos meios de comunicação;

A Pastoral da Comunicação continuará dando total cobertura aos atos litúrgicos nestes dois dias e nos demais que estão por vir no enfrentamento da crise; por meio das nossas redes sociais (Instagram e Facebook), fazendo todas as postagens sobre as orientações e avisos aos paroquianos, e assim, realizando as transmissões ao vivo das celebrações.

Pe. Jailton da Silva Soares – Pároco
Seminarista Emerson Gomes
Equipes de Serviços

Lei e Ordem 2: ação do MPRN prende casal suspeito de integrar facção em Angicos

Ação foi feita em conjunto com a Polícia Militar, em continuidade da operação Lei e Ordem 2  

Uma operação conjunta do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e da Polícia Militar realizada nesta sexta-feira (13) prendeu um casal suspeito de integrar uma facção criminosa em Angicos. A ação é continuidade da operação Lei e Ordem 2, também do MPRN. O casal também responde pelo crime do tráfico de drogas. 

Abraão Lincolin Martins da Silva, conhecido como “Matuto”, e Talita Emanuely Pinheiro Cesario estavam foragidos da Justiça e serão encaminhados ao sistema penitenciário para custódia. 

A Promotoria de Justiça de Angicos e a Polícia Militar reforçam à população que continuam recebendo denúncias anônimas de crimes. As comunicações podem ser feitas pelo Disque Denúncia 127, que é um canal direto do MPRN para denúncias de crimes em geral. O cidadão pode ligar gratuitamente para o número. A identidade da fonte será preservada. 

Além do telefone, as denúncias também podem ser encaminhadas por Whatsapp para o número (84) 98863-4585 ou e-mail para disque.denuncia@mprn.mp.br. Os cidadãos podem encaminhar informações em geral que possam levar à prisão de criminosos, denunciar atos de corrupção e crimes de qualquer natureza. No Whatsapp, são aceitos textos, fotos, áudios e vídeos que possam comprovar as informações oferecidas.