Barragem de Pedra do Cavalo aumenta vazão por conta das chuvas na Bahia

Localizada entre as cidades de Cachoeira e Governador Mangabeira, no recôncavo baiano, a vazão da barragem pode chegar a 1.500 m³ por segundo, volume máximo da calha do rio, de acordo com as regras de operação. Neste domingo, a capacidade está em 63,50% do volume útil dos reservatórios.

Localizada entre as cidades de Cachoeira e Governador Mangabeira, no recôncavo baiano, a vazão da barragem pode chegar a 1.500 m³ por segundo, volume máximo da calha do rio, de acordo com as regras de operação.

Em decorrência das fortes chuvas no estado, a Votorantim Energia, empresa que administra a barragem de Pedra do Cavalo, informou que aumentou a quantidade de água liberada pelas comportas da Usina. A nota foi divulgada neste domingo (26) pela empresa.

Ainda de acordo com a empresa, o procedimento, que pode ser de abertura ou fechamento, ocorre de acordo com a necessidade e faz parte das operações da Usina, realizadas de forma controlada para garantir a segurança.

Na quarta-feira (22), todas as cinco comportas da barragem foram abertas para liberar maior volume de água e prevenir as cheias.

A barragem de Pedra do Cavalo abastece a Região Metropolitana de Salvador (RMS), sendo a principal fonte responsável por fornecer 60% de todo o recebido de água pela RMS. A grande quantidade de água liberada pode apresentar diversos impactos ambientais e socioeconômicos. A grande liberação de oxigênio e de outros elementos na água, além da própria água nos rios, pode levar à morte dos peixes e comprometimento da mata ciliar. As populações ribeirinhas e pescadores da região também podem ser afetadas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *