Velório de Marília Mendonça começará às 13 horas, corpos foram liberados na madrugada

Por volta das 3 horas da madrugada deste sábado, 6 de novembro, os corpos de Marilia Mendonça, do seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho e do produtor Henrique Ribeiro foram liberados pelo Instituto Médico Legal da cidade Caratinga, no interior de Minas Gerais, após a chegada dos advogados que representam a cantora, que foram os responsáveis por cuidar dos trâmites burocráticos com a funerária.

começo da madrugada deste sábado (6) — Foto: Reprodução Jornal da Globo

Os corpos do piloto Geraldo Martins de Medeiros Júnior, e do copiloto, Tarciso Pessoa Viana seguiram em perícia e foram liberados pela manhã e seguiram direto para a funerária. O trabalho de resgate feito pelos bombeiros de resgate dentro da aeronave foi encerrado por volta das 19h30.

VELÓRIO

O velório está previsto para começar às 13 horas no Ginásio Goiânia Arena e foi confirmado pela Secretaria Municipal de Mobilidade que, às 17h30, os corpos serão levados em cortejo do ginásio ao Cemitério Memorial Parque, onde Marília Mendonça será sepultada. São esperadas cerca de 100 mil pessoas no velório e as autoridades locais recomendam aos fãs prudência quanto aos cuidados de isolamento necessários devido a pandemia da Covid-19.

VIGÍLIA DE FÃS

Durante toda noite e madrugada fãs de Marília Mendonça se reuniram na Praça Cesário Alvim, em cidade mineira onde cantora faria o show na sexta-feira, dia 5, para prestar homenagens com orações e cantando sucesso imortalizados na voz de Marília Mendonça.

O ACIDENTE

Na tarde da sexta-feira, 05 de novembro, a morte da cantora Marília Mendonça, de 26 anos, foi confirmada em comunicado emitido por sua assessoria. Ela faria um show em Caratinga, Minas Gerais, mas o avião em que ela estava caiu em uma cachoeira, na Serra da Piedade, em Caratinga. Na aeronave, estavam a cantora, duas pessoas da produção, além do piloto e copiloto.

“Com imenso pesar, confirmamos a morte da cantora Marília Mendonça, seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, do piloto e co-pilto do avião, os quais iremos preservar os nomes neste momento. O avião decolou de Goiânia com destino a Caratinga/MG, onde Marília teria uma apresentação esta noite. De momento, são estas as informações que temos”, diz o comunicado oficial.

Marília Mendonça era mãe de Léo, que completa 2 aninhos em dezembro. O menino é fruto do relacionamento da cantora com o cantor Murilo Huff.

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais também emitiu comunicado:

“O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais informa que nesta sexta (5), ocorreu a queda de uma aeronave de pequeno porte, modelo Beech Aircraft, na zona rural de Piedade de Caratinga. O CBMMG confirma que a aeronave transportava a cantora Marília Mendonça e que ela está entre as vítimas fatais.”

AVIÃO VOAVA MUITO BAIXO

Em longo comentário no Jornal da CNN, William Waack explanou a respeito de possíveis motivos que levaram ao acidente fatal que matou Marília Mendonça, aos 26 anos de idade. O avião em que ela seguia para Caratinga caiu numa cachoeira a menos de 4km da pista de pouso do destino.

De acordo com o jornalista, algumas decisões pouco fora do comum podem ter levado à fatalidade, que matou cinco pessoas, incluindo a cantora. De acordo com Waack, algumas informações cruzadas deixam um ponto solto na história: por que o avião estava mais baixo do que normalmente ocorre em padrões normais?

Ao longo de seu comentário, o âncora registrou os detalhes da aeronave, deixando claro que um erro mecânico seria altamente descartável nas investigações. Isso, porque o modelo é confiável e um dos mais seguros e bem avaliados para aviação executiva no país.

Ademais, adicionou ao comentário a facilidade de pilotar o veículo até em pistas mais curtas e entre serras e morros, como a topografia brasileira. Dessa forma, deixou claro que um acidente estritamente ligado à máquina é pouco provável, como já dito antes por Sorocaba, em outra entrevista à CNN.

Waack também divulgou a informação de que a aeronave bateu em fios de alta tensão, que passavam por torres por volta de 35m acima do chão, sem contar o relevo acidentado das Minas Gerais. Este fato já era divulgado e confirmado pela concessionária que opera a distribuição de energia no estado. Mas, sempre bom lembrar.

PISTAS CURTAS E DESCONHECIDAS

Sendo assim, fica a questão: quem estava na altura incorreta: a torre alta demais ou o avião, baixo demais? De acordo com Waack, a altura de vôo do avião estava bem abaixo do esperado para aquela distância. Então, o jornalista explicou o porquê.

Ele lembrou uma regra comum entre pilotos na hora de pousar aviões, principalmente em pistas curtas e com terrenos pouco conhecidos. Eles normalmente traçam uma ‘rampa’ centralizada no eixo da pista. Depois disso, fazem uma conta simples, partindo da ideia de que precisam estar a 300 pés de altura quando faltar 1 milha para a pista, 600 pés quando faltarem duas milhas e assim por diante.

Nesse momento o primeiro dado aponta algo de errado: o avião já estava a 300 pés de altura quando faltavam ainda 2,6 milhas para a pista, ou seja, mais de 1,6 milhas adiantado. Nesse perímetro, a altura de uma torre padrão não deveria, nem de longe, ser preocupação para a aeronáutica ou para a companhia elétrica.

Nesse momento, ele registra que pilotos não familiarizados com a pista ou sem prática com o cenário ao redor do aeroporto tendem a fazer uma rampa de pouso mais longa, por insegurança ou excesso de zelo, quem sabe o piloto falhou em seus cálculos e deixou a aeronave baixa demais para o local onde o acidente ocorreu.

TRAJETÓRIA

Marília Mendonça era intitulada como A Rainha da Sofrência – Foto: Reprodução

Marília Mendonça era intitulada como A Rainha da Sofrência, uma das maiores artistas brasileiras, que fez a música sertaneja cantada por mulheres ganhar o topo do sucesso em nosso país.

Aos 12 anos, ela já era compositora. Escreveu “Minha Herança”, “É Com Ela Que Estou”, gravada por Cristiano Araújo e duas gravadas por Henrique & Juliano: “Até Você Voltar”e “Cuida Bem Dela”.

O primeiro DVD (2015) disparou os sucessos “Sentimento Louco” e “Infiel”. No ano seguinte, gravou inéditas e teve o DVD todo gravado Em Manaus, no Sambódromo local.

Em março de 2017 veio o segundo projeto completo, “Realidade”, que contou com mais sucessos, como “Amante Não Tem Lar” e “De Quem É A Culpa”. O DVD “Todos Os Cantos” saiu em 2019 e foi novamente um hit, chegando ao topo das listas no Brasil.

Neste ano de 2021, Marília se juntou com Maiara e Maraísa, formando o projeto “Patroas”. Elas estavam se apresentando juntas em vários programas de TV e já tinha agenda de shows confirmados para uma turnê em 2022.

O fuxico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *