O pedido de Gabigol a Jorge Jesus e a ingratidão do artilheiro com o Flamengo

Camisa 9 ainda não decidiu se fica no time rubro-negro e é cobiçado pela Europa

02/01/2020 as 11h55

Por Fox Sports

Considero Gabigol um grande atacante. Um camisa 9 legítimo. Daqueles à moda antiga, nascido para fazer gols e muitos. E provou isso em 2019. O atacante terminou o ano com números incríveis e quebrou recordes. Virou símbolo da alegria no futebol. Na festa do gol.

Mas ele está pisando na bola com o Flamengo. Sem o clube carioca, onde estaria Gabigol nesse momento? Ele seria apenas o artilheiro do Brasileirão 2018 e com certeza não teria se consagrado como o melhor do ano passado, o goleador máximo do campeonato com 25 gols, e o Rei da América, sendo o artilheiro da Libertadores com nove gols.

Muito disso ele também deve ao técnico Jorge Jesus. Esta semana o português revelou em uma entrevista ao jornal Record, de Portugal, uma história curiosa sobre o atacante. “Quando cheguei ao Flamengo, depois de dois treinos, o Gabigol me procurou e disse: ‘Mister, sei que todos os atacantes que trabalham com vocês são os artilheiros e batem os recordes. Eu também quero bater.’”

E assim, com a ajuda do comandante rubro-negro, e do seu próprio talento que é inegável, Gabigol virou o cara de 2019. Renasceu no Flamengo, depois de “morrer” na Europa. Espero que em 2020 ele tenha mais gratidão com o clube que o salvou. E que o jovem de 23 anos aprenda que ter gratidão é o melhor ensinamento que alguém pode ter na vida. Para seguir como o melhor em 2020, o melhor caminho de Gabigol é no Flamengo. E que ele agradeça muito por isso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *