Fiscalização descobre ‘gato de energia’ que abastecia hospital particular em Natal

Caso aconteceu na manhã de quinta-feira (26). Crime pode resultar em até oito anos de prisão, segundo a Cosern.

Por G1 RN

27/12/2019 11h21  Atualizado há 5 horas


Gato de energia foi descoberto abastecendo irregularmente hospital privado de Natal, segundo a Cosern — Foto: Cosern/Divulgação
Gato de energia foi descoberto abastecendo irregularmente hospital privado de Natal, segundo a Cosern — Foto: Cosern/Divulgação

Uma ligação clandestina de energia elétrica, conhecida como “gato”, abastecia irregularmente um hospital particular do bairro Lagoa Nova, na Zona Sul de Natal. O caso foi descoberto em fiscalização da equipe técnica da Companhia de Energia Elétrica do Rio Grande do Norte (Cosern), com apoio da Polícia Militar, na manhã desta quinta-feira (26). O gato foi desativado, segundo a empresa.

O roubo de energia é crime, com pena que pode chegar a oito anos de prisão, segundo a Cosern. Ao longo do ano de 2019, 14 pessoas foram presas em flagrante pela polícia em todo estado, cometendo a irregularidade.

Ainda de acordo com a distribuidora de energia, o volume recuperado pela “Operação Varredura” em 2019 seria suficiente para abastecer os municípios de São Gonçalo do Amarante e Parnamirim, juntos, durante 30 dias (cerca de 331 mil residências).

“Além de crime, o ‘gato’ representa risco de morte a quem faz e a quem está próximo. A ligação clandestina também provoca perturbações no fornecimento de energia da região e pode provocar a queima de eletrodomésticos dos vizinhos. A população pode denunciar as fraudes, de forma anônima e segura, no telefone 116 ou no site da Cosern”, informou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *