Suspeito de atirar em ex-namorada no RN aparece em foto segurando a mão da vítima no hospital após o crime

Renata Almeida tinha 23 anos de idade e morreu nesta sexta-feira (29), depois de passar seis dias internada no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró

Por Inter TV Costa Branca

30/11/2019 12h56  Atualizado há 7 horas


Suspeito de atirar em ex-namorada no RN aparece em foto segurando a mão da vítima no hospital após o crime — Foto: Redes Sociais
Suspeito de atirar em ex-namorada no RN aparece em foto segurando a mão da vítima no hospital após o crime — Foto: Redes Sociais

O ex-namorado da vendedora Renata Ranyelle Almeida e suspeito de tê-la matado visitou a vítima no hospital depois de atirar nela. Ele aparece em uma fotografia tirada dentro da unidade hospitalar, segurando a mão de Renata. Pela foto, o delegado Júlio Costa, que apura o caso, confirmou que se trata de Paulo Roberto da Silva, o principal suspeito do crime.

Renata Almeida tinha 23 anos de idade e morreu nesta sexta-feira (29), depois de passar seis dias internada no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró. No sábado da semana passada, dia 23, a vendedora foi baleada no rosto por um homem que invadiu a loja em que ela trabalhava, na cidade de São Miguel, anunciando um suposto assalto. A ação foi filmada por câmeras de segurança.

Vídeo mostra assalto em que mulher é baleada na cabeça

A filmagem mostra um homem de capacete atirando na vendedora enquanto ela estava no caixa da loja, mesmo sem a moça esboçar qualquer reação. Em seguida ele fugiu e a vítima foi levada ao hospital. Após os primeiros dias de investigação, a Polícia Civil chegou à conclusão de que o roubo foi simulado e apontou o ex-namorado de Renata Almeida como o principal suspeito de ter atirado nela.

Dias após o crime, a foto dele no hospital começou a circular nas redes sociais. Na imagem, Renata aparece deitada em uma maca, com Paulo Roberto segurando a sua mão, ao lado. Ele teve a prisão decretada na quarta-feira (27) e segue foragido.

Renata Ranyelle Almeida tinha 23 anos e foi morta com um tiro no rosto — Foto: Redes Sociais/Facebook
Renata Ranyelle Almeida tinha 23 anos e foi morta com um tiro no rosto — Foto: Redes Sociais/Facebook

O crime

Armado, o homem chegou ao local de moto, entrou na loja sem tirar o capacete e anunciou o assalto. Outras mulheres que estavam no local foram para os fundos do estabelecimento. Ameaçada pelo criminoso, Renata foi em direção ao caixa, retirou a gaveta com dinheiro e colocou em cima da bancada.

Em seguida, ele apontou a arma em direção ao rosto de Renata, atirou e fugiu do local sem levar nada. Imagens de câmeras de segurança que fica do lado de fora da loja também mostram o criminoso chegando ao estabelecimento e depois fugindo em direção à RN-177, que liga a cidade a Pau dos Ferros.

Paulo Roberto da Silva, de 36 anos, é procurado pela Polícia Civil do RN — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Paulo Roberto da Silva, de 36 anos, é procurado pela Polícia Civil do RN — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Jesus abre o jogo sobre Europa e diz três nomes do Flamengo que levaria consigo

Em entrevista ao jornal português Record, o treinador disse que poderia voltar para o Velho Continente e ainda revelou que indicaria Gabigol, Bruno Henrique e De Arrascaeta

FOX Sports

O futuro de Jorge Jesus no Flamengo segue sendo incerto. Depois de rumores de uma possível aproximação do Everton, da Inglaterra, e de declarações do próprio português sobre poder voltar para a Europa, o ‘Mister’ concedeu entrevista ao jornal Record, em que deixou em aberto a possibilidade de voltar ao continentem e ainda revelou que levaria três jogadores do elenco atual do Rubro-Negro para atuar com a camisa de sua nova equipe.

“Teria de ser o Gabigol e o Bruno [Henrique], como é óbvio. E depois tenho um jogador que pensa muito à frente dos outros e que me faz lembrar o Nico Gaitán, que é o Arrascaeta. Portanto, o Flamengo tem jogadores com uma dimensão acima do que é normal”, disse o comandante.

Na entrevista, Jesus ainda afirmou que, se hoje possui ofertas de um grande cenário do futebol europeu, o Flamengo foi o que fez com que houvesse sua projeção, pois em seus dois últimos clubes ele não conseguiria isso.

“Eu sempre soube que tinha essa capacidade, mas era preciso justificar isso com títulos. E o Flamengo abriu-me as portas a um grande europeu, e se eu tivesse continuado na Arábia Saudita ou no Sporting, não teria isso. Portanto, vamos ver o que acontecerá, pois podem abrir-se muitas portas”, afirmou.

Abel Braga deixa o Cruzeiro após derrota para o CSA; Adilson Batista é o novo técnico

Gestor de futebol, Zezé Perrella, concedeu entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira; Abel entregou o cargo após derrota na noite passada por 1 a 0 para o CSA, no Mineirão

Por GloboEsporte.com — de Belo Horizonte

29/11/2019 11h25  Atualizado há uma hora


Abel Braga deixou o comando do Cruzeiro. O anúncio foi feita na manhã desta sexta-feira pelo gestor de futebol do clube, Zezé Perrella, após o Cruzeiro ser derrotado por 1 a 0 para o CSA, dentro do Mineirão, na noite passada. Adilson Batista é o novo técnico do Cruzeiro.

– Eu estive aqui exatamente há dois meses atrás, ontem completaram dois meses e de forma muito rápida, estou saindo, estou me despedindo, com consciência doendo, porque vim com o intuito único exclusivamente de ajudar esse clube esses jogadores e encontrei, no clube, em todos os seguimentos, é o que eu vou levar daqui. Torcendo mais do que nunca pelo Cruzeiro e amizade, o respeito e o carinho. Foram 14 jogos, conseguimos ficar 10 ou 11 sem perder e não conseguimos sair da zona – afirmou Abel Braga.

Frustração

Contratado para ocupar a vaga de Rogério Ceni, que ficou apenas oito jogos no comando do time, Abel Braga também teve curta passagem pelo Cruzeiro. Esta semana, ele completou dois meses na função. São 14 jogos à frente do time cruzeirense, com três vitórias, oito empates e três derrotas.

“Esse peso e essa frustração é de não ter conseguido. É o que eu coloquei ontem, eu não estou conseguindo, se tu bota uma equipe e o adversário deu um chute e fez um gol, nos finalizamos 23 vezes e não conseguimos fazer gol isso se repetiu contra o Avaí, contra o Fortaleza, tem que se tentar uma coisa de impacto, então eu deixei a direção muito a vontade e com muita clareza, eu sei a situação que eu peguei o clube e esse homem que tá aqui (Zezé Perrella), que fez isso tudo, sabe a situação que pegou, outro dia ele falou para mim assim: “nós somos o que, eu não consegui entender a pergunta, nós somos malucos ou o quê para pegar o clube assim”. Mas está ai trabalhando, como todos estão” – declarou Abel.

– Então, eu levo esse lamento de ter sido pensado dois meses, de não te conseguido, algo que eu era convicto, tem um ambiente de jogadores excepcional. Culpa todos têm, mas eu me sinto mais responsável . Obrigada a todos, foi muito curto, gostaria que fosse mais longo, mas lamentavelmente esse é o mundo do futebol e é assim que tem que ser. Peço a Deus que o novo treinador consiga dar o choque eu não consegui – concluiu o ex-técnico da Raposa.

Zezé Perrella confirma Adilson Batista como novo técnico do Cruzeiro — Foto: Bruno Haddad

O gestor de futebol do Cruzeiro afirmou que a rescisão com o técnico, Abel Braga, não tem multa para o Cruzeiro, e que, agora, o momento é de dar um “choque” para tirar o Cruzeiro dessa situação.

– Eu quero primeiro abrir aqui que eu tive a oportunidade um dos melhores caráter que eu conheci no futebol, que é o Abel Braga. Ainda quando presidente do Cruzeiro eu sempre quis trabalhar com Abel e, por um motivo ou outro, as coisas não deram certo. Mas eu estava dizendo a ele, o que mostra o caráter dele, é o primeiro contrato de treinador que não consta multa, porque ele assim quis. Isso em todos os clubes que ele passou. Eu não coloco multa porque a hora que quiserem me tirar, me tirem, e a hora que eu quiser embora eu vou. Isso é raríssimo no futebol. Para mim, é um momento de muita dificuldade, porque a gente tá tratando com ser humano, com sentimento e tudo mais.

O resultado no Mineirão deixou ainda mais dramática a situação da Raposa na briga para escapar da zona do rebaixamento. Restando três rodadas, o time ocupa a 17ª colocação, a primeira no Z-4, com 36 pontos. O Ceará, primeiro clube fora do grupo da degola, tem 37 pontos.

O Cruzeiro, agora, tem três partidas para tentar evitar o inédito rebaixamento no Brasileirão. Os dois próximos jogos são fora de casa, contra Vasco, segunda-feira, e Grêmio, quinta. Na rodada final, dia 8 de dezembro, a Raposa encara o Palmeiras, no Mineirão.

– O Abel nos deixou muito à vontade para que fizemos essa tentativa. Infelizmente, as coisas, às vezes, não dão certo, ou não deram até então por uma série de motivos. Não é pela capacidade ou incapacidade do treinador que até porque ele não tem que provar nada para ninguém. É um dos treinadores mais vitoriosos da história do futebol brasileiro. Mas nesse momento, temos que tentar alguma coisa, um choque qualquer. Ele nos deixou a vontade para isso e por isso tomamos essa decisão, doída – afirmou Zezé Perrella.

Adilson Batista

Adilson é o quarto técnico do Cruzeiro nesta temporada. Antes, além de Abel Braga, Rogério Ceni e Mano Menezes comandaram a equipe em 2019.

Com 51 anos, Adílson Batista começou a carreira em 2001, dirigindo o Mogi Mirim. Entre 2006 e 2007, o técnico teve experiência no exterior no Jubilo Iwata, do Japão. Foi a partir dessa experiência que o treinador chegou ao Cruzeiro no início de 2008 e pelo qual teve o momento de mais sucesso na carreira.

No clube mineiro, Adilson Batista dirigiu do começo de 2008 até a parada do Brasileiro para a Copa do Mundo de 2010. Foi bicampeão mineiro (2008 e 2009) e vice-campeão da Copa Libertadores (2009), perdendo a decisão para o Estudiantes. A passagem ainda ficou marcada por duas goleadas de 5 a 0 sobre o Atlético-MG, uma na decisão do Mineiro de 2008 e outra na final de 2009. Ao todo, foram 169 partidas, com 97 vitórias, 34 empates e 39 derrotas.

Adilson Batista também atuou como zagueiro no Cruzeiro, entre 1989 e 1993. Pela Raposa, foi campeão estadual em duas ocasiões: 1990 e 1992. Além disso, levou o bicampeonato da Supercopa da Libertadores, de 1991 e 1992.

Depois da passagem pelo Cruzeiro, Adilson Batista nunca teve mais tanto sucesso na carreira. Dirigiu Corinthians, Santos, Athletico-PR, São Paulo, Atlético-GO, Figueirense, Vasco, Joinville, América-MG e, por último, o Ceará.

Paulo Guedes é alvo de representação e pedido de convocação do Congresso

A declaração do ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a possível volta do AI-5 continua repercutindo de forma negativa no Congresso Nacional. Deputados da oposição representaram contra Guedes na Procuradoria Geral da República (PGR) e na Comissão de Ética da Presidência por apologia à ditadura e crime de responsabilidade. Já no Senado, a oposição pediu a convocação e propôs um voto de repúdio que ganhou apoio até de líderes da direita.

> “Não se assustem se alguém pedir o AI-5”, diz Guedes sobre protestos

Na Câmara, as bancadas do PT, Psol, PCdoB e PDT apresentaram uma ação conjunta contra Paulo Guedes na PGR solicitando a abertura de uma investigação criminal que investigue se a fala de Guedes de que não é de se assustar caso alguém peça a edição de um novo AI-5 para coibir a possível radicalização das manifestações de rua no Brasil caracteriza crime de responsabilidade.

Os deputados também foram à Comissão de Ética da Presidência da República, que já havia recebido um processo contra Guedes de autoria do senador Fabiano Contarato (Rede-ES), para cobrar a adoção de providências legais. Nesta representação, a oposição chega até a sugerir a exoneração de Guedes, dizendo que “a manutenção do representado como ministro de Estado viola o princípio da moralidade”.

> Bolsonaro ignora, mas FHC, Lula, Maia e Toffoli repudiam Guedes. Veja reações

“Nós vivemos uma democracia. Os poderes são harmônicos e independentes entre si, mas não podemos compactuar com isso. Eu apresentei no Conselho de Ética da Presidência para a penalidade de censura e advertência e agora faço um voto de repúdio ao ministro porque esse fato é grave e já não é a primeira vez que se diz de AI-5. Temos uma violação total de direitos e agora não estão querendo respeitar a espinha dorsal da Estado Democrático de Direito, que é a Constituição”, argumentou o senador Fabiano Contarato, que ganhou apoio da oposição e de senadores da direita como Eduardo Braga (MDB-AM) e Plínio Valério (PSDB-AM) ao voto de repúdio.

No Senado, a oposição ainda apresentou um requerimento pedindo a convocação de Guedes. O pedido será votado na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). “Já fizemos a convocação do senhor Paulo Guedes para que ele compareça aqui ao Congresso Nacional para explicar essas suas posições exóticas. E aqui nós queremos repudiar, de modo integral, essas manifestações de integrantes e apoiadores deste governo, que, não pela primeira vez, têm se manifestado em defesa de um endurecimento do regime no nosso país”, disse o líder do PT, Humberto Costa (PE).

Presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) disse no Twitter que “é inadmissível, a todo momento, uma declaração, que remonta ao passado triste da nossa história, como o retorno do AI-5, vir à tona”. “Nós vivemos tempos em que as instituições brasileiras têm que ser preservadas. […] O caminho para a prática da Democracia é o respeito ao País”, afirmou.

Congresso em Foco

Polícia Militar de Pedro Avelino denuncia o prefeito Alexandre Sobrinho e o secretário de obras Airon Charles

Defesa do Patrimônio Público;

PORTARIA


O Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte, através da Promotoria de Justiça de Angicos, com fulcro no art. 67, IV, “a”, da Lei Complementar 141/96, resolve instaurar Inquérito Civil, com amparo nos seguintes fatos e fundamentos!

FATOS: suposto uso da função de Prefeito de Pedro Avelino e de bens locados pelo Município, para comemorações pessoais, bem como para movimentar agentes de segurança pública que desagradem ao gestor.

Fraudes vão cair para zero com ID estudantil, diz ministro

Governo lançou carteira estudantil digital esta semana

Publicado em 28/11/2019 – 17:31

Por Mariana Tokarnia – Repórter da Agência Brasil  Rio de Janeiro

 lançamento do aplicativo da ID Estudantil

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse hoje (28) que acredita que as fraudes envolvendo carteirinhas de estudantes vão “cair para zero” com a nova com carteira estudantil digital, a ID Estudantil. “A redução da fraude vai ser vertiginosa, não vai dar para fraudar mais com carteirinha digital”, afirmou em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional

Para obter o documento é necessário, antes de tudo, que a instituição de ensino à qual o estudante está vinculado insira os dados do aluno no Sistema Educacional Brasileiro, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Até ontem (27), mais de 2 mil instituições de educação básica e 408 de educação superior já haviam cadastrado seus estudantes. Ao todo, mais de 1 milhão de estudantes estão cadastrados para obter a ID. 

O diretor de Tecnologia e Informação do MEC, Daniel  Rogério e o ministro da Educação, Abraham Weintraub, durante o lançamento do aplicativo da ID Estudantil

O diretor de Tecnologia e Informação do MEC, Daniel Rogério e o ministro da Educação, Abraham Weintraub, durante o lançamento da ID Estudantil – José Cruz/Arquivo Agência Brasil

Após ser cadastrado, o estudante precisa, então, baixar o aplicativo ID Estudantil no celular e fazer o cadastro pessoal. 

O Ministério da Educação (MEC) informou, na segunda-feira (25), que fará cruzamento dos dados fornecidos por meio de aplicativos com as informações da Carteira Nacional de Habilitação e, no caso de estudantes que não têm CNH, com os dados fornecidos para o documento de identidade (RG). 

No caso de estudantes menores de idade, será necessária a autorização de um responsável legal, que deverá instalar o ID Estudantil no celular para, então, fazer o cadastro no qual informa os dados do menor.

Acesso à internet

O ministro destacou ainda, na entrevista à Rádio Nacional, que a partir do ano que vem, irá ampliar o acesso à internet em escolas urbanas e rurais. Segundo ele, as escolas conectadas facilitarão também a emissão da carteirinha digital: “Basta estar na escola, pedir para acessar o wi-fi da escola e baixar a carteirinha estudantil digital sem gastar um tostão”, aconselha. 

O estudante que solicitar a carteira digital terá que consentir com o compartilhamento dos dados cadastrais e pessoais com o MEC para subsidiar o Sistema Educacional Brasileiro — o novo banco de dados nacional dos alunos, a ser criado e mantido pela pasta.

O ministério poderá usar essas informações apenas para formulação, implementação, execução, avaliação e monitoramento de políticas públicas. O sigilo dos dados pessoais deve ser garantido sempre que possível.

A ID Estudantil é voltada para todos os estudantes, desde a educação básica até a pós-graduação. O documento permite o pagamento de meia-entrada em shows, apresentações de teatro e outros eventos culturais.

Saiba mais

Edição: Lílian BeraldoTags: ID estudantilcarteira estudantil digitalMEC

Justiça liberta os 4 brigadistas acusados de queimadas na Amazônia

Decisão foi proferida pelo mesmo juiz que decidiu prender os alvos na última terça-feira

Por Eduardo Gonçalves 28 nov 2019, 18h26 – Publicado em 28 nov 2019, 18h09 – Veja

A Justiça do Estado do Pará decidiu nesta quinta-feira revogar a prisão preventiva dos quatro brigadistas acusados de terem incendiado áreas da Amazônia em Alter do Chão, no Pará. A decisão foi proferida pelo juiz Alexandre Rizzi, da 1ª Vara Criminal de Santarém, o mesmo que deferiu os mandados de prisão e os manteve sob o pretexto da “garantia da ordem pública”.

No despacho, o magistrado destacou que os investigados já foram ouvidos em depoimento e que “têm residência fixa e ocupação lícita”, “o que significa que, desaparecendo as razões anteriores que levaram a decretação da prisão, a liberdade é a medida que se impõe”.

O juiz, no entanto, frisou que a decisão não significa “qualquer juízo de absolvição”, e ordenou que eles entreguem os passaportes, compareçam ao tribunal mensalmente, e permaneçam em casa entre 21h e 6h.

A decisão ocorre no mesmo dia em que o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), determinou a troca da chefia da investigação sobre o caso. A defesa dos detidos e entidades nacionais e internacionais acusam a Polícia Civil de falta de provas e arbitrariedade no pedido de prisão preventiva, enquanto os investigadores alegam que grampos telefônicos levantam suspeitas sobre a participação dos brigadistas nas queimadas.

A presidência do inquérito, que estava a cargo da Polícia Civil de Santarém, agora terá o comando do diretor da Delegacia Especializada em Meio Ambiente, Waldir Freire. Segundo Barbalho, a mudança é “para que tudo seja esclarecido da forma mais rápida e transparente possível”. O governador disse ainda que “ninguém está acima da lei, mas também ninguém pode ser condenado antes de esclarecer os fatos”. A corregedoria da Polícia Civil também foi acionada para apurar as investigações.

Extinção de Municípios e remanejamento dos limites de operações de crédito pautam reunião no Ministério da Economia

remanejamento dos limites de garantia para contratação de operações de crédito pelos Municípios e a possiblidade de extinção de cidades com até 5 mil habitantes que não atingirem o mínimo de 10% dos impostos municipais sobre sua receita total fizeram parte da agenda do presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, nesta quarta-feira, 27 de novembro, no Ministério da Economia. Os assuntos foram tratados em uma reunião do líder municipalista com o secretário Especial Adjunto de Fazenda do Ministério da Economia, Esteves Colnago, prefeitos e parlamentares.

Em conversa com o representante do governo federal, o presidente da CNM criticou incisivamente os critérios estabelecidos pela União ao apresentar o trecho do texto da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 188/2019 que trata especificamente da extinção de Municípios. Aroldi lembrou que os Municípios não foram consultados antes da apresentação da proposição ao Congresso Nacional e mostrou ao secretário casos de cidades que aumentaram a produção primária e, mesmo assim, estão com risco de serem extintas.

“Extinguir não é a alternativa. A alternativa é criar critérios, fazer uma reforma administrativa. Vocês não estão levando em conta a produção do Município, a renda per capita. Quem fez essa proposta de extinção não conhece nada do Brasil e nem dos Municípios”, analisou o líder municipalista.

Remanejamento
Atualmente, são liberadas duas modalidades de crédito para os Municípios (com garantia da União e sem garantia da União). No segundo caso, os Municípios acessam via garantia Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Nesse sentido, a CNM pleiteou na reunião o remanejamento dos recursos destinados à modalidade que têm a garantia da União para a categoria sem garantia.

27112019 reunião ministerio da economia 2

O pedido municipalista é justificado em razão de esgotamento dos recursos da categoria sem garantia e muitos Municípios que tinham autorização do Tesouro Nacional para receber recursos ficaram sem acesso. Muitos desses entes chegaram a fazer licitação de obras. Por isso, o presidente da CNM pediu na reunião que fosse feito o remanejamento dos recursos. O Conselho Monetário Nacional (CMN) é o colegiado responsável por avaliar demandas dessa natureza. “O CMN que pode fazer isso por nós, realocando os valores. Caso contrário, a maioria dos projetos dos Municípios vai se perder e nós vamos deixar de gerar emprego e renda”, informou o líder municipalista.

Em resposta, o secretário disse que a intenção do Ministério da Economia é colocar em discussão o tema na próxima reunião do CMN. Nesse sentido, adiantou que vai estudar a quantidade de Municípios que se enquadram nessa situação e a possibilidade da redistribuição dos recursos. A CNM está fazendo um levantamento, por meio de uma pesquisa, da quantidade de Municípios que têm a autorização do recurso, o valor liberado e se existem obras licitadas ou em processo licitatório. A entidade vai continuar atuando para que seja feito esse remanejamento. O encontro também contou com a presença do Secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Facundo de Almeida Junior.

Por: Allan Oliveira
Fotos: Allan Oliveira

Da Agência CNM de Notícias 

Avião com corpo de Gugu Liberato chega ao aeroporto de Viracopos

O corpo do apresentador será velado na Assembleia Legislativa de São Paulo, e o enterro acontecerá nesta sexta-feira (29) no cemitério Gethsêmani 

Do R7

28/11/2019 às 06h01 (Atualizado em 28/11/2019 às 06h45)

Avião pousou no aeroporto de Viracopos exatamente às 6h desta quinta-feira
Avião pousou no aeroporto de Viracopos exatamente às 6h desta quinta-feira

O avião que trouxe o corpo do apresentador Gugu Liberato pousou no aeroporto de Viracopos, em Campinas, no interior de São Paulo, às 6h desta quinta-feira. A aeronave, que também transportou familiares do comunicador, deixou Orlando, nos Estados Unidos, na noite desta quarta-feira. O apresentador morreu na última sexta-feira após sofrer uma queda em casa. 

O corpo de Gugu será velado, em caixão aberto, na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), na zona sul de São Paulo. Batedores da Polícia Militar vão acompanhar o trajeto de Viracopos até a Assembleia Legislativa.  A previsão é que o corpo chegue na Alesp por volta das 10h. Inicialmente somente familiares e amigos mais próximos poderão acompanhar o velório. O público poderá se despedir do apresentador a partir do meio-dia e se estende até as 10h desta sexta-feira. 

Veja também: Gugu foi disputado pessoalmente por Silvio e Roberto Marinho

Ao sair da Assembleia, o corpo seguirá em carro aberto do Corpo de Bombeiros até o cemitério Gethsêmani, no Morumbi, zona oeste da capital paulista, em um trajeto de cerca de 10 quilômetros. O enterrado acontecerá nesta sexta-feira, ao meio-dia. 

ACIDENTE

O apresentador Gugu Liberato, de 60 anos, morreu nesta sexta-feira (22), em Orlando, nos Estados Unidos. O comunicador da Record TV estava internado desde quarta no hospital Orlando Health, quando sofreu uma queda em casa e bateu a cabeça.

A informação foi confirmada em nota assinada por familiares e funcionários de Gugu e divulgada pela assessoria de imprensa do apresentador.

“Este é um momento que jamais imaginamos viver. Com profunda tristeza, familiares comunicam o falecimento do pai, irmão, filho, amigo, empresário, jornalista e apresentador Antônio Augusto Moraes Liberato (Gugu Liberato), aos 60 anos, em Orlando, Florida, Estados Unidos”, diz o texto.

Gugu abriu espaço para É o Tchan, Mamonas Assassinas e Shakira

A carreira de Gugu Liberato, de mais de 30 anos na televisão, sempre esteve ligada aos sucessos musicais. O apresentador,<b><a href="http://entretenimento.r7.com/famosos-e-tv/gugu-liberato-morre-aos-60-anos-nos-estados-unidos-22112019"> que morreu nesta sexta-feira (22)</a></b>, nos Estados Unidos, sempre recebeu nos palcos onde trabalhou os nomes mais famosos do cenário musical. O apresentador ainda surfou em ondas internacionais, lançando as boy-bands Polegar e Dominó ao estrelato
A carreira de Gugu Liberato, de mais de 30 anos na televisão, sempre esteve ligada aos sucessos musicais. O apresentador, que morreu nesta sexta-feira (22), nos Estados Unidos, sempre recebeu nos palcos onde trabalhou os nomes mais famosos do cenário musical. O apresentador ainda surfou em ondas internacionais, lançando as boy-bands Polegar e Dominó ao estrelato
Na década de 80 a banda Menudo gerou uma nova mania entre o público brasileiro. Shows lotados, fãs histéricos e inúmeras aparições na TV criaram um novo boom de "boy bands" no país
Na década de 80 a banda Menudo gerou uma nova mania entre o público brasileiro. Shows lotados, fãs histéricos e inúmeras aparições na TV criaram um novo boom de “boy bands” no país
Gugu se empolgou com a nova onda, chegando até a apresentar um especial sobre a turnê do Menudo pelo Brasil. O tino comercial do apresentador o levou a investir neste novo segmento
Gugu se empolgou com a nova onda, chegando até a apresentar um especial sobre a turnê do Menudo pelo Brasil. O tino comercial do apresentador o levou a investir neste novo segmento
O grupo Dominó foi uma das apostas de Gugu. A empresa Promoart, do apresentador, realizou testes por todo o país com jovens entre 14 e 15 anos até encontrar a formação original. No total, foram 6 milhões de álbuns vendidos e sucessos que incluem <i>Ela Não Gosta de Mim</i>, <i>Companheiro</i>, <i>'P' da Vida</i>, <i>Manequim</i> e <i>Com Todos Menos Comigo</i>
O grupo Dominó foi uma das apostas de Gugu. A empresa Promoart, do apresentador, realizou testes por todo o país com jovens entre 14 e 15 anos até encontrar a formação original. No total, foram 6 milhões de álbuns vendidos e sucessos que incluem Ela Não Gosta de MimCompanheiro‘P’ da VidaManequim e Com Todos Menos Comigo
Outro grupo que carregou multidões foi o Polegar. O sucesso foi tão grande que as apresentações batiam recorde de público em quase todas as cidades que visitavam. Na TV, Gugu recebia no palco os jovens para que cantassem os hits como <i>Dá pra Mim</i>, <i>Ando Falando Sozinho</i>, <i>Sou Como Sou</i> e <i>Ela não Liga</i>
Outro grupo que carregou multidões foi o Polegar. O sucesso foi tão grande que as apresentações batiam recorde de público em quase todas as cidades que visitavam. Na TV, Gugu recebia no palco os jovens para que cantassem os hits como Dá pra MimAndo Falando SozinhoSou Como Sou e Ela não Liga
Mas não foram somente as bandas da qual era empresário que se beneficiaram do espaço nos programas de Gugu. Os paulistas do Mamonas Assassinas se apresentavam com frequência no palco e ganharam uma legião de fãs Brasil afora. O programa em que o apresentador anunciou a morte do grupo registrou um recorde de 47 pontos de audiência
Mas não foram somente as bandas da qual era empresário que se beneficiaram do espaço nos programas de Gugu. Os paulistas do Mamonas Assassinas se apresentavam com frequência no palco e ganharam uma legião de fãs Brasil afora. O programa em que o apresentador anunciou a morte do grupo registrou um recorde de 47 pontos de audiência
Outra figurinha carimbada nos programas do apresentador era o grupo É o Tchan
Outra figurinha carimbada nos programas do apresentador era o grupo É o Tchan
Na década de 90, foi a vez de uma colombiana, até então morena, se apresentar ao vivo no palco do Gugu 
Na década de 90, foi a vez de uma colombiana, até então morena, se apresentar ao vivo no palco do Gugu 

Flamengo bate recorde de melhor campanha do Brasileirão em pontos corridos com 20 clubes

Rubro-Negro quebra marca que pertencia ao Corinthians de 2015 e iguala melhor ataque do torneio no atual formato

Por GloboEsporte.com — Rio de Janeiro

27/11/2019 23h28  Atualizado há 6 minutos


Veja os melhores momentos da vitória do Flamengo sobre o Ceará

Mesmo com o título brasileiro já assegurado desde domingo, o Flamengo venceu o Ceará por 4 a 1, nesta quarta-feira, no Maracanã, e quebrou o recorde de melhor campanha do Brasileirão de pontos corridos com 20 clubes. A marca pertencia ao Corinthians em 2015.

O Flamengo chegou a 84 pontos, três a mais do que a equipe paulista fez há quatro anos. Faltando três rodadas para acabar a competição, o Rubro-Negro venceu 26 jogos, empatou seis e perdeu três.

+ Flamengo levanta a taça de campeão brasileiro

Bruno Henrique, Vitinho e Lincoln comemoram gol do Flamengo sobre o Ceará — Foto: André Durão
Bruno Henrique, Vitinho e Lincoln comemoram gol do Flamengo sobre o Ceará — Foto: André Durão

Além disso, o Flamengo igualou a marca de melhor ataque do Brasileirão em pontos corridos, com 77 gols. O recorde era do Cruzeiro de 2013, que também tinha Everton Ribeiro como um dos destaques.

Na atual edição, o campeão brasileiro tem os dois artilheiros do torneio: Gabigol, com 22 gols, e Bruno Henrique, com 21.

O Flamengo já é dono do maior número de vitórias em uma mesma edição.

O Brasileirão passou a ser disputado em pontos corridos em 2003, mas com 24 clubes. O torneio tem o formato atual, com 20 equipes, desde 2006.